Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Ciência Política
 
Disciplina: FLP0438 - Introdução às Relações Internacionais
Introduction to International Relations

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2004 Desativação: 02/08/2011

Objetivos
O curso tem como objetivo introduzir o aluno no estudo e conhecimento das principais correntes teóricas clássicas que marcaram o debate normativo das relações internacionais, especialmente as correntes idealistas e realistas. Porém, é também uma meta deste curso apresentar e discutir os novos enfoques que se derivam a partir dos modelos clássicos assim como o contraponto conceitual elaborado pela perspectiva liberal da política internacional frente ás correntes tradicionais e neotradicionais.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2091542 - Rafael Antonio Duarte Villa
 
Programa Resumido
Condições históricas e institucionais da emergência da teoria das relações internacionais. Matrizes filosóficas. Debate clássico realismo por idealismo. Escolas teóricas na Guerra Fria. Enfoques neoclássicas. Contribuições teóricas contemporâneas.
 
 
 
Programa
A emergência da disciplina da relações internacionais:
Uma questão introdutória: estado, antiga e nova soberania:
O grande debate doutrinário: realismo versus idealismo Hobbes/Maquivel e Kant:
O idealismo na política internacional: a afirmação no entre-guerras:
O realismo na política internacional: sistematização e hegemonia na Guerra Fria
Um balanço dos modelos clássicos:
Neoidealismo e neorealismo : a revisão do conceito clássicos
Uma terceira via: o neogrotianismo de Hedley Bull: a teoria da Sociedade Internacional
A concepção Liberal e pluralista : Interdependencia complexa, regimes e internacionais e institucionalismo
A teoria da interdependencia complexa:
A teoria dos regimes internacionais
O institucionalismo liberal
Um balance crítico do enfoque liberal
Novas possibilidades de enfoques normativos em política internacional: cultualismo e construtivismo
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas e seminários.
Critério
Os alunos serão avaliados por meio de uma prova individual e um trabalho final a ser feito em grupo.
Norma de Recuperação
Prova escrita sobre todo o programa da disciplina.
 
Bibliografia
     
BRAILLAR, Philipe. (1990). In: BRAILLAR, Philiphe Teoria das relaçôes internacionais. Lisboa: Fundação calouste Gulbenkian,.
WILHELMY , Manfred. (1991) Política Internacional: Enfoques y Realidades, Buenos Aires, Centro Universitario de Desarrollo/Grupo Editor Latinoamericano.
KRASNER, Stepehen. D. (1995). "Compromissing Westphalia". In: International Security, vol. 20, Issue 3 (winter).
RUGGIE, John Gerard. (1993). "Territoriality and beyond: problematizing modernity in international relations". In: International Organization, vol 47, Issue 1 (winter).
HOBBES, Thomas. (1974). O Leviatã. São Paulo: Abril Editora. Especialmente cap. XIII.
KANT, Immanuel. (s/d). A paz perpétua e outros opúsculos. Lisboa: Edições 70.
MAQUIAVEL, Nicolau. O Príncipe. (Diferentes edições).
ADLER, Emanuel. "(1999). "O construtivismo no estudo das relações internacionais". Lua Nova, no. 47.
HALLIDAY, Fred. (1999). Repensando as relações internacionais. Porto Alegre, Editora da UFRS.
HUNTINGTON, Samuel P O choque de civilizações e a recomposição da ordem mundial. Rio de Janeiro: Objetiva, 1996.
HUNTINGTON, Samuel P. (2002). "The age of muslim wars". In: Newsweek, (December 2001 - February.
BALDWIN, David A. (ed.). (1993). Neorealism and neoliberalism: the contemporary debate. New York: Columbia University Press. Caps. 9-12.
MEARSHEIMER, John. (1999). "The False Promise of International Institutions". in: Brown, Michael, et al. Theories of War and Peace. Cambridge (Mass.), MIT Press.
MEARSHEIMER, John. (1999). "A Realist reply". in: Brown, Michael, et al. Theories of War and Peace. Cambridge (Mass.), MIT Press.
VIGEVANI, Tullo et. al. (1994)"Realismo versus globalismo nas relações internacionais". In Lua Nova (São Paulo/CEDEC), (18).
KEOHANE, Robert O. (ed.). (1986). Neorealism and its critics. New York, Columbia University Press. Caps. 7 e 11.
KEOHANE, Robert; Martin, Lisa. (1999). "The Promise of Institutionalist Theory". in: Brown, Michael, et al. Theories of War and Peace. Cambridge (Mass.), MIT Press.
CARR, Edward. (1981)r. Vinte anos de crise 1919-1939. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 1981.
MIYAMOTO, Shiguenoli. (2000) "O ideário da paz em um mundo conflituoso". In: Gilmar A. Bedin… et al. Paradigmas das relações internacionais. Ijuí (Rio Grande do Sul): Editora Unijui.
ARON, Raymond (2002). Paz e Guerra entre as Nações. Brasília: Editora da UnB / IOESP
MORGENTHAU, Hans. Política entre las naciones. (título original en inglês: Politics among nations). Buenos Aires, Grupo Editor Latinoamericano, 1986[1948], pp. 498-501
BEDIN, Gilmar Antonio. (2000) "O realismo político e as relações internacionais: algumas reflexões sobre o paradigma tradicional das relações internacionais". In: Gilmar A. Bedin… et al. Paradigmas das relações internacionais. Ijuí (Rio Grande do Sul): Editora Unijui.
BULL, Hedley. (1990). "teoria das relações internacionais. "Defesa da abordagem clássica". In: Braillard, Philippe Teoria das Relações Internacionais. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
KAPLAN, Morton. (1990). "Tradicionalismo contra ciência em relações internacionais". In: Braillard, Philippe Teoria das Relações Internacionais. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
HELD, David. (1991). "Democracia, O Estado-Nação e o Sistema Global", in: Lua Nova, (23).
WALTZ, Kennetz (2002).. Teoria das Relações Internacionais. Lisboa: Gradiva.
Waltz, Kenneth N. (1959). Man, the state and war. New York, Columbia University Press.
KEOHANE, Robert O. and Nye, Joseph S., Jr. (1989). Power and Interdependence. New York, Longman. Caps. 1 e 2.
KEOHANE, Robert O. 1984. After hegemony: cooperation and discord in the world political economy. Princeton (NJ), Princeton University Press. Versão disponível em espanhol.
ROSENCRANCE, Richard (1986). The Rise of the Trading State. Basics Books, New York.
KEOHANE, Robert O. (1982). "The Demand for International Regimes". International Organization, vol. 36., no. 2 (Spring). pp. 325-355.
STRANGE, Susan. (1982). "Cave! Hic Dragones: A Critique of Regime Analysis". International Organization, vol. 36., no. 2 (Spring). pp. 479-496
YOUNG, Oran R. (1989). "The Politics of International Regime Formation: Managing Natural Resources and the Environment". in: Cohen, Benjamin J.; Lipson, Charles (ed.). 1989. Issues and Agents in International Political Economy. Cambridge (Mass.), MIT Press.
 

Clique para consultar os requisitos para FLP0438

Clique para consultar o oferecimento para FLP0438

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP