Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Sociologia
 
Disciplina: FSL0114 - Introdução à Sociologia (Fisioterapia e Terapia Ocupacional)
Introduction to Sociology for School of Physiotherapy and Occupational Therapy

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2015 Desativação:

Objetivos
Esta disciplina pretende alcançar dois objetivos. Em primeiro lugar, apresentar as principais características da reflexão sociológica a partir das condições histórico-sociais de emergência da Sociologia, introduzindo o aluno a um conjunto de conceitos básicos forjados pelas diferentes correntes de pensamento que formaram a disciplina, notadamente ao longo do século XX. Em segundo lugar, capacitar os estudantes a pensar sociologicamente as características da vida social na atualidade, tomando como ponto de partida a temática da construção social do corpo na sociedade contemporânea.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2104288 - Marcos Cesar Alvarez
 
Programa Resumido
Esta disciplina pretende alcançar dois objetivos. Em primeiro lugar, apresentar as principais características da reflexão sociológica a partir das condições histórico-sociais de emergência da Sociologia, introduzindo o aluno a um conjunto de conceitos básicos forjados pelas diferentes correntes de pensamento que formaram a disciplina, notadamente ao longo do século XX. Em segundo lugar, capacitar os estudantes a pensar sociologicamente as características da vida social na atualidade, tomando como ponto de partida a temática da construção social do corpo na sociedade contemporânea.
 
 
 
Programa
PARTE I – A SOCIOLOGIA: DIFERENTES FORMAS TEÓRICAS DE REPRESENTAR O SOCIAL
1 – Estabelecendo o cenário:
I.1 – A reflexão sociológica na contemporaneidade (qual o seu lugar?)
1.2 - As condições histórico-sociais de emergência da Sociologia e o diagnóstico da Sociologia nascente sobre a modernidade, sua natureza e patologias

2 - A sociologia e a dinâmica das relações sociais na contemporaneidade: ferramentas conceituais e caminhos interpretativos
2.1 – Teorizando a reprodução da ordem social e destacando algumas ferramentas conceituais que nos permitem entender que a ação individual tem uma dimensão social (i): ação social, interação social, papel social, status social, cultura, valores, normas; (ii): institucionalização, internalização, socialização, desvio, mudança
2.2 - Teorizando a transformação da ordem social: (i) ator, situação, interpretação, self, construção da ação; (ii) hierarquias, desigualdades, classes sociais
2.3 – Teorizando o enlace entre reprodução e transformação da ordem: estrutura, disposições, habitus e práticas

PARTE II – A CONSTRUÇÃO SOCIAL DO CORPO NAS SOCIEDADES CONTEMPORÂNEAS: O QUE A SOCIOLOGIA TEM A NOS DIZER?
3.1 – O corpo para as teorias clássicas da Sociologia
3.2 – Corpo, estigma e identidade
3.3 – Imaginários sociais sobre o corpo
3.4 – Etiqueta corporal, gestualidade e representações
3.5 – O controle político do corpo
3.6 – O corpo como objeto da ação profissional: as relações sociais no exercício das profissões do cuidado
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas para apresentação de cada item da parte 1 e
introdução de cada tema da parte 2, Exercícios de fixação de conceitos, Seminários
temáticos, Orientação em pequenos grupos para preparação do trabalho/exercício final
Critério
(i) Prova Escrita, (ii) Participação nos
Exercícios em Classe e Qualidade do Seminário Apresentado, (iii) Trabalho/Exercício final
Norma de Recuperação
O aluno que teve freqüência minima de 70% e obteve média final inferior a 5,0 mas superior a 3,0 poderá realizar as atividades de recuperação.
Prova (40% da nota final): ao final da parte 1
Participação nos Exercícios em Classe (ao longo da Parte 1) e Qualidade do Seminário
Apresentado na Parte 2 (20% da nota final): os seminários terão lugar ao longo da Parte 2
Trabalho/Exercício final (40% da nota final): a ser entregue ao final do curso
 
Bibliografia
     
BECKER, Howard. “Falando da Sociedade”. In: BECKER, H. Falando da sociedade. Rio de Janeiro: Ed. Jorge Zahar, 2009, pp. 15-26.
BERGER, Peter e LUCKMANN, Thomas. “A construção social da realidade e o controle social”. In: BIRNBAUM, Pierre e CHAZEL, François (orgs.), Teoria Sociológica. São Paulo: Ed. HUCITEC e EDUSP, 1977, pp. 56-60.
BLUMER, Herbert. “A sociedade concebida como uma interação simbólica”. In: In: BIRNBAUM, Pierre e CHAZEL, François (orgs.), Teoria Sociológica. São Paulo: Ed. HUCITEC e EDUSP, 1977,pp. 36-40.
BRETON, David. A sociologia do Corpo. Petrópolis: Vozes, 2007
DÜRKHEIM, Emile. “Introdução.” In: DURKHEIM, E. O suicídio. Estudo de Sociologia. São Paulo, Editorial Presença e Livraria Martins Fontes, 1973, pp. 7-23.
DÜRKHEIM, Emile. “O que é fato social?” In: RODRIGUES, J. (Org.) Émile Dürkheim. Sociologia. São Paulo: Ed. Ática, Coleção Grandes Cientistas sociais, 1978, pp. 46-52.
GOFFMAN, Erving. "Estigma e identidade social". In: Estigma. Notas sobre a manipulação de uma identidade deteriorada. LTC Editora. 4º Edição. Rio de Janeiro, 1981, pp. 5-37
GOFFMAN, Erving. “A apresentação de si mesmo na vida quotidiana”. In In: BIRNBAUM, Pierre e CHAZEL, François (orgs.), Teoria Sociológica. São Paulo: Ed. HUCITEC e EDUSP, 1977, pp. 40-8.
LAHIRE, Bernard. Homem plural. Os determinantes da ação, Petropolis : Vozes, Coleção « Ciências Sociais da Educação », 2002, pp. 46 a 48 ( "Presença do passado, presente da ação")
LEVY JR, Marion J. “Socialização”. In: CARDOSO, Fernando Henrique e IANNI, Octavio. (orgs.) Homem e sociedade. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1984, pp. 59-62. entende como sistema social e seus componentes)
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich 1984. “A ideologia em geral”. In: CARDOSO, Fernando Henrique e IANNI, Octavio. (orgs.) Homem e sociedade. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1984, pp. 304-317.
MARX, Karl. “A gênese da mudança social - Forças produtivas e relações de produção”. In: BIRNBAUM, Pierre e CHAZEL, François (orgs.), Teoria Sociológica. São Paulo: Ed. HUCITEC e EDUSP, 1977, pp. 404-5.
PARSONS, Talcott e SHILS, Edward. “A interação social”. In: CARDOSO, Fernando Henrique e IANNI, Octavio. (orgs.) Homem e sociedade. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1984, pp. 125-7.
PARSONS, Talcott; SHILS, Edward; TOLMAN, Edward C.; ALLPORT, Gordon Williard; KLUCKHOHN, Clyde; SEARS, Robert R; SHELDON, R. C; STOUFPER, Samuel A. “Papel e sistema social”. In: CARDOSO, Fernando Henrique e IANNI, Octavio. (orgs.) Homem e sociedade. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1984, pp. 63-8.
WACQUANT, Loïc. « Notas para esclarecer a noção de habitus ». Revista Brasileira de Sociologia das Emoções. 6(16) : 5-11
WEBER, Max. “Filiação religiosa e estratificação social” In: WEBER, M. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Ed. Pioneira, 1967, pp. 19-27.
WEBER, Max. “Introdução” In: WEBER, M. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Ed. Pioneira, 1967, pp. 1-15.
 

Clique para consultar os requisitos para FSL0114

Clique para consultar o oferecimento para FSL0114

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP