Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Sociologia
 
Disciplina: FSL0537 - Desenvolvimento Econômico e Mudança Social
Economic Development and Social Change

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2016 Desativação:

Objetivos
i) Familiarizar os estudantes com análises de escopo comparativo e internacional; ii) Estimular a aplicação das teorias próprias do campo da sociologia ao estudo de problemas em escala de tempo dilatada e em diálogo com a produção acadêmica em áreas como história, economia, ciência política e geografia; iii) Difundir o interesse de estudo e pesquisa sobre a América Latina, a África, o Oriente Médio e a Ásia.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
548616 - Alvaro Augusto Comin
 
Programa Resumido
i) Familiarizar os estudantes com análises de escopo comparativo e internacional; ii) Estimular a aplicação das teorias próprias do campo da sociologia ao estudo de problemas em escala de tempo dilatada e em diálogo com a produção acadêmica em áreas como história, economia, ciência política e geografia; iii) Difundir o interesse de estudo e pesquisa sobre a América Latina, a África, o Oriente Médio e a Ásia.
 
 
 
Programa
O curso aborda as conexões entre o desenvolvimento econômico capitalista e um conjunto de eixos gerais de fenômenos de interesse sociológico: a formação dos Estados-Nacionais, a dinâmica populacional, as transformações estrutura social, as relações de poder e os conflitos sociais; e de uma perspectiva histórica e transnacional, ou seja, que observa a dinâmica destes fenômenos em diferentes contextos nacionais, sincrônica e diacronicamente. A seleção dos tópicos a serem estudados tem por objetivo privilegiar a análise histórica das regiões e países que formam aquilo que desde o pós-guerras recebeu, sucessivamente, nomes como mundo subdesenvolvido, periferia, IIIº Mundo, mundo-pós-colonial, nações em desenvolvimento, economias emergentes, e, mais recentemente, Sul Global; grosso modo, América Latina, África, Oriente Médio e Ásia. As discussões propostas no curso serão ancoradas no estudo histórico-comparativo de processos sociais de natureza “mais geral” (definidos nos eixos e tópicos) através de experiências históricas de diferentes partes desta macrorregião. Do ponto de vista teórico o programa prevê o cotejamento de interpretações provenientes de diferentes paradigmas; liberal-institucionalismo, marxismo, teoria do sistema mundo e “desenvolvimentismo/keynesianismo”. Os eixos e tópicos de estudo estão organizados em quatro partes: Parte I – O Capitalismo como fenômeno histórico e mundial. • Mercado Mundial e Divisão Mundial do Trabalho • Capitalismo como sistema de despovoamento e repovoamento do mundo • O processo de integração ao mercado: acumulação estrutural e violência • Oriente e Ocidente: Revolução Industrial versus Revolução Industriosa • Imperialismos e IIIº Mundo Parte II – Desenvolvimento Econômico e Nação • O Mercado Mundial, o Estado-Nação e o Sistema de Nações; • Guerra-Fria e Nacional-Desenvolvimentismo • Interações entre nação, raça, etnia e classe • Por entre as fronteiras nacionais: fluxos de bens e fluxos humanos Parte III - Desenvolvimento econômico, divisão social do trabalho e classes sociais. • A colonização das Américas e a divisão racial do trabalho. • Divisão Internacional do trabalho e divisão sexual do trabalho. • Regimes de repartição da terra, desigualdades e desenvolvimento econômico • Industrialização e estrutura de classes na periferia do capitalismo • O trabalhador informal na sociedade salarial Parte IV – Desenvolvimento econômico e conflitos sociais; • Nacionalismo, Comunismo e Revoluções Camponesas • Nação, Etnia, Religião e Revolução • O capital imobiliário e a luta pela terra nas cidades • As classes perigosas: o jovem, o imigrante, o favelado, o negro, o latino, o árabe, o muçulmano...
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, seminários, discussões e apresentação de documentários.
Critério
A avaliação consistirá de duas apresentações orais em classe, uma resenha e um ensaio final, para o qual serão oferecidos 3 temas, dentre os quais os alunos deverão escolher um único de sua preferência. Os temas serão apresentados com pelo menos um mês de antecedência à data final de entrega.
Norma de Recuperação
Os alunos que obtiverem pelo menos 70% de presença às aulas e nota final entre 3 e 4,9 terão direito a um exame de recuperação. O exame de recuperação consistirá de um ensaio feito a partir de 3 temas propostos pelo professor. Os temas e a data para a realização da recuperação serão divulgados oportunamente.
 
Bibliografia
     
Abdi Ismail Samatar, Ahmed I. Samatar (2002) The African State: Reconsiderations. Heinemann. Abramovay, Ricardo (2012) Muito além da economia verde. SP, Ed. Abril. Amsden, A. (2001) A Ascensão do ''Resto''. Os desafios ao ocidente de economias com industrialização tardia, Unesp. Andreas Wimmer, (2013) Waves of War: Nationalism, State Formation, and Ethnic Exclusion in the Modern World (Cambridge Studies in Comparative Politics). Cambridge University Press. Annette Aurélie Desmarais, (2012) La via Campesina: Globalization and the Power of Peasants. Daanish Books. Anthony Bebbington, (2011) Social Conflict, Economic Development and the Extractive Industry: Evidence From South America (Routledge ISS Studies in Rural Livelihoods). Routledge. Arrighi, Giovanni (1994) O longo século XX: Dinheiro, poder e as origens do nosso tempo. São Paulo, Contraponto. Azar Gat, Alexander Yakobson, (2013) Nations: The Long History and Deep Roots of Political Ethnicity and Nationalism. Cambridge University Press. Ben Crow, (2001) Markets, Class and Social Change: Trading Networks and Poverty in Rural South Asia. Palgrave. Brian Smith, (2013) Understanding Third World Politics: Theories of Political Change and Development Palgrave Macmillan. Chang Liu (2007) Peasants and Revolution in Rural China: Rural Political Change in the North China Plain and the Yangzi Delta, 1850-1949. (Routledge Studies on the Chinese Economy), London, Routledge. Dana Markiewicz (1992) The Mexican Revolution and the Limits of Agrarian Reform, 1915-1946. Lynne Rienner Publishers, Boulder. David Harvey, (2012) Rebel Cities: From the Right to the City to the Urban Revolution. Verso. David W. Drakakis-Smith, (2002) Third World Cities. Routledge. Davis, Mike (2007) Planet of Slums. London, Verso. E. Bradford Burns, Thomas E. Skidmore (1979) Elites, Masses, and Modernization in Latin America, 1850-1930. Austin, Univ of Texas Pr. Elena Barabantseva, (2014) Overseas Chinese, Ethnic Minorities and Nationalism: De-Centering China (Asia's Transformations). Routledge. Evaleila Pesaran, (2011) Iran's Struggle for Economic Independence: Reform and Counter-Reform in the Post-Revolutionary Era. Routledge. Frank, André G. (1976) Acumulação dependente e subdesenvolvimento. São Paulo, Brasiliense. Furtado, Celso (1968) Subdesenvolvimento e estagnação na América Latina. Rio de Janeiro, Editora Civilização Brasileira. George Martine, Gordon McGranahan, Mark Montgomery, Rogelio Fernandez-Castilla, (2008) The New Global Frontier: Urbanization, Poverty and Environment in the 21st Century, Routledge. Henry Bernstein, (2010) Class Dynamics of Agrarian Change. Kumarian Press. Immanuel Wallerstein y Étienne Balibar (1988) Raza, nación y clase. Madrid, Iepalas. Irina Y. Morozova, (2012) Socialist Revolutions in Asia: The Social History of Mongolia in the 20th Century (Central Asian Studies). Routledge. J. Foweraker, (2002) The Struggle for Land: A Political Economy of the Pioneer Frontier in Brazil From 1930 to the Present Day (Cambridge Latin American Studies). Cambridge University Press. Jeffrey Broadbent, Vicky Brockman, (2010) East Asian Social Movements: Power, Protest, and Change in a Dynamic Region. (Nonprofit and Civil Society Studies), Springer. Joel Andreas, (2009) Rise of the Red Engineers: The Cultural Revolution and the Origins of China's New Class (Contemporary Issues in Asia and Pacific). Stanford University Press. John Foran, (2006) Taking Power on the Origins of Third World Revolutions. Cambridge UnivPr. John Harriss, Janet Hunter, Colin Lewis (1995) The New Institutional Economics and Third World Development. Routledge. John Stone, Polly Rizova, (2014) Racial Conflict in Global Society (PPSS - Polity Political Sociology Series). Polity Kees van Kersbergen, Philip Manow, (2009) Religion, Class Coalitions, and Welfare States. Cambridge University Press. Kennedy, Paul (1989) Ascensão e queda das grandes potências. Transformação econômica e conflito militar de 1500 a 2000. Ed. Campus, R.J. Lance Taylor, (2006) External Liberalization in Asia, Post-Socialist Europe, and Brazil. Oxford University Press. Long, Norman & Roberts, Bryan (1994) “As estruturas agrárias na América Latina, 1930-1990.” In Historia da América Latina, Leslie Bethell (ed.), São Paulo, Edusp. (pp. 325–90). Lorenzo Cotula (2013) The Great African Land Grab? Agricultural Investments and the Global Food System. NY, Zed Books. Marcus Kurtz, (2013) Latin America State Building in comparative perspective. Social Foundations of Institutional Order. Cambridge University Press. Martin Thomas, (2012) Violence and Colonial Order: Police, Workers and Protest in the European Colonial Empires, 1918-1940. Cambridge University Press. Marx, Karl (1867) O Capital. “Cap. XXIV – A chamada acumulação original”. Maxine P. Fisher (1989) Women in the Third World. Franklin Watts. Michael Goebel, (2014) Immigration and National Identities in Latin America. University Press of Florida. Michael Mann, (2012) The Sources of Social Power: Volume 2, the Rise of Classes and Nation-States, 1760-1914. Cambridge University Press. Michael Mann, (2012) The Sources of Social Power: Volume 3, Global Empires and Revolution, 1890-1945. Cambridge University Press. Mike Parnwell, (2006) Population Movements and the Third World. Routledge. Najibullah Lafraie, (2009) Revolutionary Ideology and Islamic Militancy: The Iranian Revolution and Interpretations of the Quran. I. B. Tauris. Nayyar, Deepak, (2014) A corrida pelo crescimento. Países em desenvolvimento na economia mundial. Contraponto. Peter Ratcliffe, (2005) Race, Ethnicity and Nation: International Perspectives on Social Conflict. Routledge. Quijano, Anibal (2000) “Colonialidad del poder, eurocentrismo y América Latina.”. In: Edgardo Lander (comp.) La colonialidad del saber: eurocentrismo y ciencias sociales. Perspectivas Latinoamericanas.CLACSO, Buenos Aires, Argentina. Julio de 2000. p. 246. Rahul Rao, (2010) Third World Protest: Between Home and the World. Oxford, Oxford University Press. Rehman Sobhan, (1993) Agrarian Reform and Social Transformation: Preconditions for Development. London, Zed Books. Richard Boyd, Benno Galjart, Tak-Wing Ngo, (2005) Political conflict and development in East Asia and Latin America. New York/London, Routledge. Robert Lee, (2013) Religion and Politics in the Middle East: Identity, Ideology, Institutions, and Attitudes , Westview Press Samir Amin (1997) Capitalism in the Age of Globalization: The Management of Contemporary Society. NY, Zed Books. Samuel P. Huntington (1997) The Clash of Civilizations and the Remaking of World Order. Simon & Schuster. Samuel P. Huntington, (2006) Political Order in Changing Societies. Yale University Press. Saskia Sassen, (2014) Expulsions. Brutality and Complexity in the Global Economy. Belknap Press Simon Stander, (2014) Why War: Capitalism and the Nation-State. Bloomsbury Academic. Stanley L. Engerman, Kenneth L. Sokoloff (2011) Economic Development in the Americas Since 1500: Endowments and Institutions. Cambridge University Press. Steven Levitsky, Kenneth M. Roberts, (2011) The Resurgence of the Latin American Left. Baltimore, Johns Hopkins University Press. Vandana Shiva (1993) The Violence of the Green Revolution Third World Agriculture, Ecology and Politics. Zed Books. Vijay Prashad, (2007) The Darker Nations: A People's History of the Third World (New Press People's History). New Press, The. Wallerstein, Immanuel. “The Concept of National Development, 1917-1989: ‘Elegy and Requiem’ The?; Mar 1, 1992; 35, 4; Periodicals Archive Online Pg. 517.” American Behavioral Scientist 35, no. 4 (March 2002): 517–29. Ward Anseeuw, Chris Alden (2010) Struggle Over Land in Africa: Conflicts, Politics & Change. Human Sciences Research Council. Wil Hout, (2010) Capitalism and the Third World Development, Dependence and the World System. Edward Elgar.
 

Clique para consultar os requisitos para FSL0537

Clique para consultar o oferecimento para FSL0537

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP