Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Sociologia
 
Disciplina: FSL0539 - Sociologia Política II
Political Sociology II

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2016 Desativação:

Objetivos
O curso visa apresentar aos alunos as principais linhas de interpretação e as principais tópicas do debate sociológico sobre os fenômenos políticos, com foco na relação entre estado e sociedade e no caso brasileiro
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
268830 - Angela Maria Alonso
 
Programa Resumido
O curso visa apresentar aos alunos as principais linhas de interpretação e as principais tópicas do debate sociológico sobre os fenômenos políticos, com foco na relação entre estado e sociedade e no caso brasileiro
 
 
 
Programa
1. Poder: definições 2. Desigualdade e conflito 3. Dominação e legitimação social 4. Formação dos estados nacionais, concentração de poder social e violência 5. Estados nacionais e cidadania 6. Formação do estados nacionais e cultura 7. Estado, elites sociais e modernização social 8. Mobilização social e contestação política 9. Crises do estado-nação 10. Do estado-nação à política transnacional
 
 
 
Avaliação
     
Método
aulas expositivas e seminários
Critério
02 Provas individuais, obrigatórias, escritas, presenciais e sem consulta 01 Seminário, como apresentador (nota de 0 a 1 cada) 01 Seminário, como debatedor (nota de 0 a 1 cada) 8 Mini-relatórios de leitura (nota de 0 a 1 cada)
Norma de Recuperação
A recuperação é destinada aos alunos que alcançaram a frequência (70%) e a nota (3,0) mínimas obrigatórias. Uma prova escrita sobre o conjunto do conteúdo da disciplina
 
Bibliografia
     
19. Bibliografia básica: Anderson, Benedict. Comunidades Imaginadas, Companhia das Letras, 1991. Anderson, Benedict. Under three Flags: anarchism and the anti-colonial imagination. london, verso, 2005 Barrington Moore, Social Origins of Dictatorship and Democracy (Beacon Press 1966). Elias, Norbert. O Processo Civilizador. Vol II , RJ., Zahar, 1996 Freire, Gilberto. Casa Grande & Senzala. Formação da Família brasileira sob o regime da economia patriarcal. J.Olympio. 1987. Freire, Gilberto. Sobrados & Mucambos. Decadência do Patriarcado Rural e Desenvolvimento do Urbano. J.Olympio, 1968. Gorski, Phillip The Disciplinary Revolution: Calvinism and the Rise of the State in Modern Europe (University of Chicago Press, 2003). Holanda, S.Buarque. Raízes do Brasil, J.Olympio., 1990. Lamont, Michèle 1989. “The Power/Culture Link in a Comparative Perspective.”Comparative Social Research 11: 131-150. Lukes, Steven. Power: A Radical View, 2nd ed. (New York: Palgrave Macmillan, 2005). Mann, Michael The Autonomous Power of the State: Its Origins, Mechanisms, and Results, in John A. Hall, ed., States in History (Oxford: Blackwell, 1986). 109-36 Mische, Ann. 2011. Relational sociology, culture and agency. In Scott, John and Carrington, Peter (eds). Sage Handbook of social network analysis, Sage. Moore, Barrington Social Origins of Dictatorship and Democracy (Beacon Press 1966). Scott, James C. Domination and the Arts of Resistance: Hidden Transcripts (New Haven: Yale University Press, 1990). Scott, James C. Seeing Like a State (New Haven, CT: Yale University Press, 1998), Kurzman, Charles The Unthinkable Revolution in Iran (Cambridge, MA: Harvard University Press, 2004. Skocpol, Theda States and Social Revolutions (Cambridge University Press, 1979). Marshall, T.H. "Citizenship and Social Class," in Citizenship and Social Class, and Other Essays (Cambridge University Press, 1950), 1-85. Tarrow, Sidney. Poder em movimento. Movimentos sociais e confronto político. Ed. Vozes. 2009. Tilly, C., Tarrow, S., McAdam, D. Mapeando a política conflitiva. Lua Nova, 2009, no. 75 Tilly, Charles "War Making and State Making as Organized Crime," in Peter R. Evans, Dietrich Ruesdchemeyer, and Theda Skocpol, eds., Bringing the State Back In (Cambridge University Press, 1985), 169-191. Poggi, Gianfranco The Development of the Modern State (Stanford University Press, 1978), 1-15, 86-116 Tilly, Charles (2009). Os movimentos sociais como política In Revista Brasileira de Ciência Política In Revista Brasileira de Ciência Política, no.3, Brasília, janeiro-julho, 2010, pp.133-160. Tilly, Charles Coercion, Capital, and European States, AD 990-1990 (Basil Blackwell, 1990). Weber, Max. “Os três tipos de dominação legítima” in Gabriel Cohn (org.), Weber, Editora Ática, Coleção Grandes Cientistas Sociais, São Paulo, 1979 Weber, Max. Economia e Sociedade, Ed. UNB, Brasília-DF, vols. 1 e 2 ("Dominação e Legitimidade), ("Burocracia"), ("Patriarcalismo e Patrimonialismo"), Werneck Vianna, L. Weber e a Interpretação do Brasil. Novos Estudos, Cebrap, no.53, 1999.
 

Clique para consultar os requisitos para FSL0539

Clique para consultar o oferecimento para FSL0539

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP