Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Sociologia
 
Disciplina: FSL0643 - O Cinema Documental em Questão: a Constituição das Sociedades Enquanto Imagem
The Documental Movie at Issue: the Constitution of Society as Image

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2003 Desativação:

Objetivos
O objetivo dessa disciplina é o de fornecer subsídios teóricos para uma reflexão das imagens em geral, e das proporcionadas pelo cinema documental em particular, como dimensão do social, caracterizando-se suas peculiaridades e sua irredutibilidade a outras esferas de constituição das sociedades. Os vários subtemas do programa constituem os múltiplos recortes que permitirão as várias abordagens e ângulos de aproximação a essa questão.
Trata-se de abordar o social a partir de uma perspectiva que permita pensá-lo enquanto fundante de uma visualidade que inscreve diferentes temporalidades históricas e portanto diferentes patamares de significação.
Essa perspectiva deve construir, ao longo do curso, a noção de problematização como aquela que, ao temporalizar as várias imagens permitirá a compreensão das proposições de sentido, suas quebras e possibilidades interpretativas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2088520 - Paulo Roberto Arruda de Menezes
 
Programa Resumido
 
 
 
Programa
A primeira parte do curso discute a constituição do cinema documental, em suas várias acepções de origem: o cinema documentário, o filme etnográfico, o documentário social, passando pela discussão dos primeiros cineastas como Flaherty, Reis, Vertov, Grierson, Ivens. Na segunda parte, discute-se as modificações advindas nos anos 40-50, com a politização das imagens e sua posterior academização, em autores como Riefenstahl e Rouch. Na terceira parte, discute-se os caminhos do cinema documental contemporâneo com ênfase nas experiências brasileiras.

1- Cinema e Sociedade 6 - O documentário como problema
2 - Arte e Significado 7 - Espaço e Percepção
3 - Imagem e Realidade 8 - Tempo e "duração"
4 - Imagem e Representação 9 - Filme antropológico e sociológico: problematização
5 - A Constituição do Imaginário 10 - Interpretação e Significação

 
 
 
Avaliação
     
Método
Aproveitamento dos seminários, prova escrita e trabalho final.


Critério
recuperação; trabalho apresentado reelaborado e prova escrita.
Norma de Recuperação
 
Bibliografia
     
Barnouw, Erik. Documentary - a history of the non-fiction film. NY, Oxford, Oxford University Press, 1993, p. 1-139.
Bazin, André. Qu'est-ce que le cinéma? Paris, Les Éditions du Cerf, 1985, (existe edição em português)
Benjamin, Walter. A Imagem de Proust. In: _______, Obras Escolhidas - Magia e Técnica, Arte e Política. São Paulo, Brasiliense, 1985, p. 36-49.
Benjamin, Walter. A Obra de Arte na Era de sua Reprodutibilidade Técnica. In: _______, Obras Escolhidas - Magia e Técnica, Arte e Política. São Paulo, Brasiliense, 1985, p. 165-196.
Berger, John. Why Look At Animals e Uses of Photography. In: About Looking, London, Writers and Readers, 1984, p. 1-26 e 48-63.
Carrière, Jean-Claude. A linguagem secreta do cinema. Rio de Janeiro. Ed. Nova Fronteira, 1995.
MacDougall, David. Transcultural Cinema. Princeton, Princeton University Press, 1998.
Nichols, Bill. Representing Reality - issues and concepts in documentary. Indiana, Indiana University Press, 1991.
Piault, Marc Henri. Anthropologie et Cinéma. Nathan, Paris, 2000.
Prosser, John (Ed.). Image-based Research. London, Falmer Press, 1998.
Sorlin, Pierre. Les Fils de Nadar - Le "siècle" de l'image analogique. Paris, Nathan, 1997.

Bibliografia de apoio
Arnhein, Rudolf. A Arte do Cinema. São Paulo, Martins Fontes
Baudrillard, Jean. Le crime parfait. Galilée, Paris, 1995.
Benjamin, Walter. A obra de arte na época de sua reprodutibilidade técnica. In: ________. Magia, Arte e Técnica. Volume 1. São Paulo, Brasiliense, 1986.
Berger, John. Modos de Ver. Lisboa, Martins Fontes, 1980.
Burch, Noel. A Praxis do Cinema. São Paulo, Perspectiva, 1992.
Canevacci, Massimo. Antropologia do Cinema. São Paulo, Brasiliense, 1984.
Deleuze, Gilles. L'image-temps. Paris, Éditions de Minuit, 1985. (existe edição
Francastel, Pierre. Imagem, Visão e Imaginação. São Paulo, Martins Fontes,
Fronteira.
Goldmann, Annie. L'errance dans le cinéma contemporain. Paris, Henri Veyrier, 1985.
________. Cinéma et Société Moderne. Paris, Anthropos, 1971. Cap. I. Problemes Methodologiques. Cap. II - Sociéte de consomation et imaginaire. p. 33-78.
Hauser, Arnold. The Mass Media. In: _______. The Sociology of Art, Chicago, The University of Chicago Press, 1982, p. 618-641.

Jameson, F. As marcas do visível. Rio de Janeiro, Graal, 1996.
Jarvie, I.C. Sociologia del Cine. Madrid, Guadarrama.
Hauser, Arnold. História Social da literatura e da arte. Mestre Jou, 1980.
Kolker, R.P. The Altering Eye. Contemporary International Cinema. Oxford, Oxford University Press,1983.
Kracauer, Siegfried. Theory of Film. New York, Oxford University Press, 1960, 1-214, 285-311.
Morin, Edgar. Le cinéma ou l'homme imaginaire. Paris, Les Éditions du Minuit
Sorlin, Pierre. Sociologie du Cinéma. Paris, Aubier, 1-74, 115-297(existe edição em espanhol).
Tarkovski, Andrei. Esculpir o Tempo. São Paulo, Martins Fontes, 1990.
em português da Brasiliense), partes I a V, p. 1-202.
Vogel, A. Film as a subversive art. New York, Randon House, 1974.
 

Clique para consultar os requisitos para FSL0643

Clique para consultar o oferecimento para FSL0643

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP