Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
 
Sociologia
 
Disciplina: FSL0657 - Tópicos Especiais em Sociologia e Gênero
Special Topics in Sociology and Gender

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2017 Desativação:

Objetivos
Proporcionar aos alunos/as de Ciências Sociais uma introdução a uma reflexão crítica sobre os conceitos de gênero, patriarcado, machismo, sexismo, misoginia, feminismos e masculinidades.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2339505 - Gustavo Venturi Junior
 
Programa Resumido
Proporcionar aos alunos/as de Ciências Sociais uma introdução a uma reflexão crítica sobre os conceitos de gênero, patriarcado, machismo, sexismo, misoginia, feminismos e masculinidades.
 
 
 
Programa
(a) trajetória histórica e distinção dos principais conceitos que se articulam à noção de gênero nas Ciências Sociais; (b) introdução a uma abordagem interseccional entre gênero, raça e classe social; (c) problematização da tensão entre a constituição de identidades de gênero, como de sujeitos de direitos, e teorias que advogam pela dissolução dessas identidades.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas e seminários apresentados pelos alunos
Critério
Fichamento de textos: 20% Prova em sala: 60% Apresentação de seminário: 20%
Norma de Recuperação
Trabalho sobre a temática da disciplina a ser entregue em até 10 dias depois da divulgação das médias. Estarão aptos/as os/as alunos/as que obtiverem média entre 3,0 e 4,9 ao final da disciplina, conforme critérios descritos acima, e pelo menos 70% de frequência.
 
Bibliografia
     
BOURDIEU, Pierre. A Dominação Masculina. Educação e Realidade, n.20, vol. 2, 1995. BRAH, Avtar: “Diferença, diversidade, diferenciação”, cadernos pagu, 26, 2006. BUTLER, J. “Sujeitos do sexo/gênero/desejo”. In: Problemas de gênero. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2003, cap. 1. CRENSHAW, Kimberlé Williams. Mapping the Margins: Intersectionality, Identity Politics, and Violence Against Women of Color. Stanford Law Review 43(6), 1991. GRUSKY, David. Social Stratification: class, race and gender in sociological perspective. Westview Press, 1994. HALL Stwart. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. 10ª ed. – Rio de Janeiro: DP&A, 2005 – pp 7 -22. HARAWAY, Donna. “Gênero para um dicionário marxista: a política sexual de uma palavra”. Cadernos Pagu, nº 22, 2004, p. 201-246. HEILBORN, Maria Luiza. “Ser ou estar homossexual: dilemas da construção da identidade social”. In: PARKER, Richard e BARBOSA, Regina Maria, org. Sexualidades brasileiras. Rio de Janeiro, Relume Dumará, 1996, p. 136-145. (edição esgotada). HENNING, Carlos Eduardo. “Interseccionalidade e pensamento feminista”. Mediações, v.20, N. 2, Londrina, 2015. HIRATA, Helena. “Gênero, classe e raça: interseccionalidade e consubstancialidade das relações sociais”. Tempo Social, v. 26, n.1, junho 2014, pp. 61-73. LAURETIS, Teresa de: "A Tecnologia do Gênero" in: Heloisa Buarque de Hollanda (org.), Tendências e Impasses - O Feminismo como Crítica da Cultura, Rio de J., Rocco, 1994. SOUZA-LOBO, Elisabeth. A classe operária tem dois sexos - trabalho, dominação e resistência. Editora Fundação Perseu Abramo, São Paulo, 2011. MISKOLCI, Richard. “A teoria queer e a sociologia: o desafio de uma analítica da normalização”. Sociologias, Porto Alegre, ano 11, nº 21, jan./jun. 2009, p. 150-182. MOUTINHO, Laura. “Negociando com a Adversidade: reflexões sobre raça, (homos)sexualidade e desigualdade social no Rio de Janeiro”. Estudos Feministas, abril 2006, vol.14, pp.103-116. SCOTT, Joan: “Gênero: uma categoria útil de análise histórica”, Educação e Realidade, Porto Alegre, 16 (2), jul-dez 1990, pp. 5-22 STOLCKE, Verena. O enigma das interseções: classe, "raça", sexo, sexualidade: a formação dos impérios transatlânticos do século XVI ao XIX. Revista Estudos Feministas, 2006, vol.14, no.1, pp.15-42. VANCE, Carole. “A antropologia redescobre a sexualidade: um comentário teórico”. Physis – Revista de Saúde Coletiva, v. 5 (1995), ° 1, p. 7-31. VENTURI, G. . Masculinidades e violências de gênero: machismo e monogamia em cena. In: BLAY, Eva Alterman. (Org.). Feminismos e masculinidades - novos caminhos para enfrentar a violência contra a mulher. 1ed.São Paulo: Cultura Acadêminca, 2014. VENTURI, G. (Org.) ; GODINHO, T. (Org.) . Mulheres Brasileiras e Gênero nos Espaços Público e Privado - uma década de mudanças na opinião pública. 1a.. ed. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo e Editora SESC SP, 2013.
 

Clique para consultar os requisitos para FSL0657

Clique para consultar o oferecimento para FSL0657

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP