Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Geociências
 
Geologia Sedimentar e Ambiental
 
Disciplina: GSA0307 - Estratigrafia
Stratigraphy

Créditos Aula: 6
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2017 Desativação:

Objetivos
Capacitar os alunos para atividades profissionais e acadêmicas envolvendo a análise de sucessões de rochas estratificadas em superfície e subsuperfície, sua gênese, correlação e implicações para o mapeamento geológico, a prospecção mineral e a geologia de hidrocarbonetos. compreensão dos processos responsáveis pelo empilhamento e variação espacial dos tipos de rochas encontrados em bacias sedimentares (estratigrafia dinâmica). Familiarização com as particularidades das sucessões sedimentares características de diferentes sistemas deposicionais terrígenos e carbonáticos e suas implicações para correlações estratigráficas e variações laterais de fácies. Introdução aos modelos quantitativos de preenchimento de bacias e à Estratigrafia de Sequências. Prática na interpretação de padrões de empilhamento com base em dados de superfície e subsuperfície.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
44211 - Paulo Roberto dos Santos
2052941 - Renato Paes de Almeida
 
Programa Resumido
Conceitos estratigráficos básicos. Classificações estratigráficas - litoestratigrafia, bioestratigrafia e cronoestratigrafia. Correlações estratigráficas. Introdução à estratigrafia sísmica. Produção sedimentar e seus controles -modelos quantitativos. Origeme evolução de bacias sedimentares. Classificação de bacias por seu contexto tectônico. Mecanismos de subsidência - modelos quantitativos. Interação espaço-aporte e padrões de empilhamento. Modelos genéticos de preenchimento e Estratigrafia de Sequências em sucessões terrígenas e carbonáticas. Sistemas deposicionais-continentais, costeiros, marinhos e glaciogênicos. Sistemas deposicionais carbonáticos. Sistemas deposicionais evaporíticos e vulcano-sedimentares. Estratigrafia química, magnetoestratigrafia e cicloestratigrafia.
 
 
 
Programa
1. Conceitos estratigráficos básicos. História, objetivos e aplicações da Estratigrafia. Fatores envolvidos no preenchimento de bacias sedimentares em diferentes escalas. Estratigrafia e Geologia do Petróleo. 2. Classificações estratigráficas- litoestratigrafia, bioestratigrafia e cronoestratigrafia. Correlações estratigráficas: litologia e tempo. Aplicações da correlação estratigráfica a estudos em superfície e subsuperfície. 3. Produção sedimentar e geodinâmica. Produção elástica e produção de solutos. Denudação e fluxo sedimentar em escala continental. Modelos quantitativos de produção e fluxo sedimentar. Implicações para o preenchimento de bacias. 4. Acumulação sedimentar em escala continental: origem e evolução de bacias sedimentares. Geodinâmica e subsidência. Classificação de bacias por seu contexto tectônico. Introdução aos mecanismos de subsidência. 5. Subsidência mecânica e subsidência térmica. Tipos de margens rifteadas: vulcânicas, não vulcânicas estreitas e não vulcânicas hiperdistendidas. Sinéclises cratônicas e modelos de distribuição de sistemas deposicionais. Subsidência flexural. Bacias flexurais de antepaís em contexto de colisão continental e de subducção oceânica. Modelos de distribuição de sistemas deposicionais em bacias flexurais. 6. Introdução aos modelos de preenchimento de bacias: interação espaço-aporte e padrões de empilhamento. Retrogradação, progradação e agradação; transgressão e regressão. Variações no aporte sedimentar, nas taxas de subsidência e na eustasia - causas e aspectos quantitativos. Geometrias deposicionais, terminações de refletores, padrões de empilhamento e superfícies com significado cronológico em função de variações cíclicas na relação espaço-sedimentação. 7. Estratigrafia de Sequências. O modelo da Exxon e suas aplicações. Evolução dos conceitos da Estratigrafia de Sequências em quatro décadas de aplicação. Nomenclatura da Estratigrafia de Sequências: tratos de sistemas e superfícies. Diagramas crono-estratigráficos na interpretação de seções sísmicas. Curvas de variação de espaço e sedimentação, questões dimensionais e suas implicações. 8. Introdução à estratigrafia Sísmica. Origem dos refletores sísmicos. Resolução sísmica e resolução estratigráfica. Introdução aos perfis de poços. Integração sísmica-poço. Modelos estratigráficos tridimensionais: densidade de dados e potencial preditivo. Modelos de fácies conceituais e parametrização de modelos estatísticos. 9. Introdução à estratigrafia química. Razões elementares e aporte sedimentar. Geoquímica elementar e isotópica (carbono, oxigênio e estrôncio) em sucessões sedimentares. Outros isótopos em sucessões sedimentares. Magnetoestratigrafia e calibração cronoestratigráfica. Cicloestratigrafia e ciclos orbitais. 10. Modelos de fácies na escala de sistemas deposicionais - princípios e aplicações. Sistemas deposicionais continentais: processos sedimentares, subambientes e depósitos sedimentares de leques aluviais, sistemas fluviais e campos de dunas eólicas. Implicações estratigráficas dos modelos conceituais de fácies. 11. Sistemas deposicionais costeiros: processos sedimentares, subambientes e depósitos sedimentares de deltas, costas dominadas por marés e constas dominadas por ondas. Implicações estratigráficas dos modelos conceituais de fácies. 12. Sistemas deposicionais carbonáticos. Tipos de plataformas carbonáticas e seus controles. Estratigrafia de sequências e particularidades na correlação estratigrática em sucessões carbonáticas. Processos sedimentares, subambientes e depósitos sedimentares em sistemas deposicionais carbonáticos. 13. Sistemas deposicionais marinhos: processos sedimentares, subambientes e depósitos sedimentares em plataformas profundas e leques submarinos. Implicações estratigráficas dos modelos conceituais de fácies. 14. Processos sedimentares glaciogênicos e sua influência nos padrões de sedimentação continental, costeira e marinha. Sistemas deposicionais evaporíticos e vulcano-sedimentares. - Aulas práticas de campo: técnicas estratigráficas de superfície: análise e interpretação de facies sedimentares, estratigrafia de seqüências, levantamento e correlação de seções estratigráficas, reconstruções paleambientais e paleogeográficas. CARGA HORÁRIA TOTAL DAS AULAS DE CAMPO: 15 HORAS.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas teóricas expositivas com recursos audio-visuais; leitura de artigos sobre temas abordados em aula. Aulas práticas com modelos quantitativos simplificados de produção sedimentar, mecanismos de subsidência e padrões de preenchimento bacinal. Confecção e interpretação de seções e mapas estratigráficos; reconstruções ambientais.
Critério
Duas provas teóricas, duas práticas. Média aritmética.
Norma de Recuperação
Prova a ser realizada durante o semestre subsequente. A Nota final será calculada conforme a seguinte fórmula: Nf = (Ma + Nr)/2; Ma = média final da disciplina; Nr = nota da prova de recuperação.
 
Bibliografia
     
Brookfield, M. E. 2004. Principles of Stratigraphy. Blackwell Publishing, 340 pp. Catuneanu, O. 2006. Principles of Sequence Stratigraphy. Elsevier, 375 p. Dalrymple, R.W. & James, N.P. 2010. Facies models 4. Geological Association of Canada. St. John's. Leeder, M. R 1999. Sedimentology and sedimentary basins: from turbulence to tectonics. Blackwell, 531pp. Nichols, G. 2009. Sedimentology and Stratigraphy. Wiley-Bleckwell, 419 pp.
 

Clique para consultar os requisitos para GSA0307

Clique para consultar o oferecimento para GSA0307

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP