Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Saúde Pública
 
Epidemiologia
 
Disciplina: HEP0154 - Entomologia Aplicada à Saúde Pública
Entomology and Public Health

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 45 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2015 Desativação:

Objetivos
Ministrar as noções fundamentais para o entendimento da problemática que os insetos representam para a saúde humana e de animais domésticos. Fornecer as noções essenciais da adaptação das espécies a ambientes antrópicos e as suas consequências para a saúde do homem e de controle dos insetos.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
21762 - Eunice Aparecida Bianchi Galati
8717470 - Tamara Nunes de Lima Camara
 
Programa Resumido
A importância dos insetos no âmbito dos Artrópodes; A diversidade das ordens
de insetos; Insetos como agentes, vetores mecânicos e vetores biológicos;
Aspectos da taxonomia, biologia e adaptação ao ambiente antrópico dos principais grupos de insetos da ordem; Diptera que atuam como vetores de agravos ao homem e animais domésticos: Culicidae, Phlebotominae
(Psychodidae), Ceratopogonidae, Simuliidae e da ordem Hemiptera: Triatominae (Reduviidae) e Cimicidae; Noções de Vigilância Entomológica.
 
 
 
Programa
Conteúdo teórico: Os insetos no âmbito dos artrópodes. Ordens de insetos oligo e megadiversas. Insetos como agentes, vetores mecânicos e vetores biológicos de agentes infecciosos. Taxonomia e bio-ecologia de Culicidae e sua
relação com o ambiente antrópico. Principais gêneros de importância em saúde Pública - Anophelinae e malária, Aedes, Haemagogus e Psorophora e arboviroses. Culex e Filariose. Taxonomia e bioecologia de Phlebotominae
(Psychodidae) e vetores de Leishmania. Ceratopogonidae - insetos importunos e vetores de arbovírus, Simuliidae - insetos importunos e vetores de filaria (Oncocercose). Fundamentos da Vigilância Entomológica. Conteúdo prático. Identificação dos principais grupos que atuam como vetores de agentes de endemias no Brasil ou são importunos à população e Técnicas de coletas de insetos.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, aulas práticas, discussões sobre temas específicos em
seminários dados pelos alunos (no máximo cinco alunos por tema).
Critério
O aluno será avaliado no decorrer do curso, por meio de prova teórica/prática
e seminários. Será aprovado o aluno que obtiver nota mínima 5,0 (cinco). Deverá apresentar
um seminário e realizar uma prova teórica/prática.
Norma de Recuperação
Para os alunos com frequência mínima de 70% e média da avaliação maior que 3,0 e abaixo de 5,0, será realizada uma prova teórica/prática em período definido pela Comissão de Graduação da FSP/USP.
 
Bibliografia
     
1. Carcavallo R.U e col. ( Ed.) Atlas of Chagas, Disease Vectors in America. Vol. 1. Rio de Janeiro, Ed. Fiocruz, 1997.
2. Forattini OP. 1996. Culicidologia médica. volume 1. São Paulo. Edusp. 548 pp.
3. Forattini OP. 2002. Culicidologia médica. volume 2. São Paulo. Edusp. 860 pp.
4. Forattini OP. 2000. Ecologia, epidemiologia e sociedade. São Paulo. Editora Artes Médicas. 710 pp.
5. Gomes AC. 2002. Vigilância Entomológica. Informe Epidemiológico do SUS 11(2): 79-90.
6. Marcondes C B 2011. Entomologia médica e veterinária. 2ª edição. São Paulo, Editora Atheneu, 2011. 526 p.
7. Rangel ER & Lainson R. 2003 (org.) Flebotomíneos do Brasil. Rio de Janeiro. Ed. Fiocruz, 367 pp.
8. Service MW. 2000. Medical entomology for students. 2nd. edition. Cambridge. Cambridge University Press 283 pp
9. SUCEN – Superintendência de Controle de Endemias, Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo 2007. Integrated manangement for the prevention of proliferation of dengue and leishmaniosis vectors and Scorpions. Rev Saúde Pública 41(2): 317-320.
 

Clique para consultar os requisitos para HEP0154

Clique para consultar o oferecimento para HEP0154

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP