Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Saúde Pública
 
Epidemiologia
 
Disciplina: HEP0180 - Modelos de Equações Estruturais
Structural Equation Models

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2015 Desativação:

Objetivos
Ensinar princípios de medida como validade e precisão; análise fatorial exploratória e confirmatória com dados binários/ordinais e intervalares; estimar e interpretar análise de caminhos, modelos estruturais e modelos de classe latente.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
826363 - Gizelton Pereira Alencar
 
Programa Resumido
Modelos causais em epidemiologia; variáveis latentes; análise fatorial exploratória (AFE) e análise fatorial confirmatória (AFC); medidas de ajuste do modelo; modelos de equações estruturais
 
 
 
Programa
Quadros conceituais e diagramas em epidemiologia; mediação e confusão; análise de seleção hierarquizada; análise de caminhos: variáveis observadas; variáveis latentes; modelos de mensuração: análise fatorial exploratória
(AFE) e análise fatorial confirmatória (AFC); Notação para os modelos; especificação; identificabilidade do modelo; estimação; especificação de variáveis de mediação e diversos desfechos (variáveis respostas); medidas de ajuste do modelo; testes: índices de ajuste, de modificação e reespecificação do modelo; modelos de classe latente.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Método: Prova (7 pontos), seminários (2 pontos)
Critério
Ter sido aprovado na disciplina HEP0149 - Bioestatística II (4º semestre ideal do curso), para os alunos do curso de Saúde Pública ou na disciplina MAE0382 - Análise de regressão (5º semestre ideal dos cursos do IME), para os alunos do curso de Estatística ou de Matemática Aplicada e Computacional.
Norma de Recuperação
1 prova para alunos com nota final entre 3,0 e 5,0.
 
Bibliografia
     
1. Byrne B. Structural equation modelling with AMOS: Basic concepts, applications
and programming. Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum; 2001.
2. Raykov T, Marcoulides GA. A first course in Structural Equation Modeling. 2nd ed.
New York: Psychology Press; 2006.
3. Loehlin JC. Latent variable models: an introduction to factor, path, and structural
analysis. 4th ed. New Jersey: Lawrence Erlbaum; 2004.
4. Skrondal A, Rabe-Hesketh S. Generalized Latent Variable Modeling: Multilevel,
Longitudinal, and Structural Equation Models. New York: Chapman and Hall/CRC;
2004.
5. Marcoulides GA, Moustaki I. Latent Variable and Latent Structure Models
(Quantitative Methodology Series). Psychology Press. 2002.
6. van Montfort K (Editor), Oud J (Editor), Satorra A (Editor). Recent Developments on
Structural Equation Models: Theory and Applications (Mathematical Modelling: Theory
and Applications). 2004.
7. Kline RB. Principles and Practice of Structural Equation Modeling. 2nd ed. New
York: Guilford Press; 2004.
8. Hoyle RH. Structural Equation Modeling: Concepts, Issues, and Applications.
Thousand Oaks: Sage; 1995.
9. Browne MW, Cudeck R. Alternative ways of assessing model fit. In: Bollen KA, Long
LS (Orgs.), Testing structural equation models (pp. 136-162). Newbury Park: Sage.
1993.
 

Clique para consultar os requisitos para HEP0180

Clique para consultar o oferecimento para HEP0180

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2019 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP