Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Saúde Pública
 
Política, Gestão e Saúde
 
Disciplina: HSP0291 - Redes de Atenção e Gestão do Cuidado
Healthcare Network and Care-Giving Management

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2016 Desativação:

Objetivos
Construir a base conceitual e ferramentas para a construção e gestão de redes de atenção à saúde orientadas à integralidade.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
961715 - Laura Camargo Macruz Feuerwerker
5057761 - Marilia Cristina Prado Louvison
 
Programa Resumido
Discute os principais elementos para a compreensão dos impasses e desafios para a construção e gestão de redes de atenção à saúde e os dispositivos propostos para seu enfrentamento, favorecendo a produção compartilhada do cuidado orientado à integralidade.
 
 
 
Programa
1.As diferentes lógicas para pensar a atenção à saúde: necessidades, cuidado, integralidade X risco, ação programática, focalização.
2.Dos sistemas às redes de atenção.
3.Redes: da pirâmide ao círculo.
4.O dilema da porta de entrada.
5.O mito da referência-contrarreferência.
6.Responsabilidade fragmentada ou responsabilização compartilhada?
7.A gestão que dificulta ou facilita a produção do cuidado.
8.Educação Permanente em Saúde e a construção de novos pactos.
9.Dispositivos para produzir outros encontros entre diferentes equipamentos que compõem as redes: Regulação, Matriciamento, Apoio e outros.
10.Ferramentas analíticas do processo de trabalho em saúde.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Método: Seminários e prova.
Critério
OK
Norma de Recuperação
Norma de Recuperação: Disciplina com segunda avaliação.
 
Bibliografia
     
AYRES, J. R. C. M. Sujeito, intersubjetividade e práticas de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v.6, n. 1, p. 63-72, 2001.
AYRES, J.R.C.M. Educational practices and the prevention of HIV/Aids: lessons learned and current challenges, Interface _ Comunic, Saúde, Educ, v.6, n.11, p.11-24, 2002.
Baduy, R. S. A gestão municipal e a produção do cuidado: encontros e singularidades em permanente movimento. Tese apresentada na Pós-Graduação de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFRJ para obtenção do título de doutor, junho de 2010.
Bertussi, D. C. O apoio matricial rizomático e a produção de coletivos na gestão municipal em saúde. Tese apresentada na Pós-Graduação de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFRJ para obtenção do título de doutor, setembro de 2010.
CAMPOS, GWS. Efeito Paidéia e o campo da saúde: reflexões sobre a relação entre o sujeito e o mundo da vida. In: Passos, Eduardo (org.) Formação de apoiadores para a política nacional de humanização da gestão e da atenção à saúde. / Organizado por Eduardo Passos e Regina Benevides. — Rio de Janeiro : FIOCRUZ, 2006. 2 v.
CAPONI, Sandra. A saúde como abertura ao risco. In: CZERESNIA, Dina; FREITAS, Carlos Machado de (orgs.). Promoção da Saúde: conceitos, reflexões, tendências. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2003, 176 p. (55-77).
CANGUILHEM, G. O Normal e o Patológico. Rio de Janeiro: Editora Forense Universitária, 1990.
CECCIM, Ricardo Burg. Diversidade e adversidade na prática da atenção à saúde. Saúde: revista do Nipesc, Porto Alegre, v. 03/v. 04, n. 3 e 4, 1998/1999.
CECCIM, Ricardo Burg e CAPOZZOLO, Ângela Aparecida. Educação dos profissionais de saúde e afirmação da vida: a prática clínica como resistência e criação. In: MARIN, João José Neves e outros (Orgs.). Educação médica em transformação: instrumentos para a construção de novas realidades. São Paulo: Hucitec, 2004, p. 346-390.
CECÍLIO, Luiz Carlos Oliveira. Modelos tecnoassistenciais em saúde: da pirâmide ao círculo, uma possibilidade a ser explorada. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 13, n. 03, p. 469-478, jul./set., 1997.
Feuerwerker, L.C.M. & Merhy, E.E. “Atenção domiciliar na configuração de redes substitutivas: a desinstitucionalização das práticas e a invenção da mudança na saúde". Aceito, em fevereiro de 2008, para publicação na Revista Panamericana de Salud Pública (Rev Panam Salud Publica), ISSN 1020-4989.
FEUERWERKER, L.C.M; MERHY, E.E. Educação Permanente em Saúde: educação, saúde, gestão e produção do cuidado. In: MANDARINO, A.C.S; GALLO, E., GOMBERG, E.(org). Informar e Educar em Saúde: análises e experiências. Editora UFBA, no prelo.
FOULCAULT, M. História da Sexualidade – A vontade de Saber. Edições Graal, 1988. 17ª edição.
FRANCO, Túlio Batista & MAGALHÃES Jr., Helvécio Miranda. Integralidade na assistência à saúde: a organização das linhas de cuidado. In: MERHY, Emerson Elias e outros. O trabalho em saúde: olhando e experienciando o SUS no cotidiano. São Paulo: Hucitec, 2003, p.125-134.
MERHY, Emerson Elias e outros (Orgs). Sistema Único de Saúde em Belo Horizonte: reescrevendo o público. São Paulo: Xamã, 1998, p. 103-120.
MERHY, E E. Saúde: a cartografia do trabalho vivo. São Paulo: Hucitec, 2002.
Merhy, Emerson Elias e Franco, Tulio Batista . Mapas analíticos: um olhar sobre a organização e seus processos de trabalho. Disponível no endereço http://www.medicina.ufrj.br/micropolitica/pesquisas/atencaodomiciliar/textos/mapas analíticos.pdf (consultado no dia 30/8/2010)
MERHY, E.E.; FEUERWERKER, L.C.M. Novo olhar sobre as tecnologias de saúde: uma necessidade contemporânea. In: MANDARINO, A.C.S.; GOMBERG, E. (org.) Leituras de novas tecnologias e saúde. São Cristóvão: Editora UFS, 2009. 285 p.
MERHY, E.E.; FEUERWERKER, L.C.M.; CERQUEIRA, M.P. Da repetição a diferença: construindo sentidos com o outro no mundo do cuidado. In: RAMOS ,V.; FRANCO, T.B. (org) Semiótica, Afecção e Cuidado em Saúde. São Paulo: Editora Hucitec. No prelo.
NOGUEIRA-MARTINS, Maria Cezira Fantini e BÓGUS, Cláudia Maria. Considerações sobre a metodologia qualitativa como recurso para o estudo das ações de humanização em saúde. Saúde e sociedade, São Paulo, v. 13, n. 03, p. 44-57, set./dez, 2004.
PINHEIRO, Roseni e MATTOS, Ruben Araújo de (Org). Construção social da demanda: direito à saúde, trabalho em equipe, participação e espaços públicos. Rio de Janeiro: Cepsc/Uerj: Abrasco, 2005.
PINHEIRO, Roseni e MATTOS, Ruben Araújo de (Org). Construção da Integralidade: cotidiano, saberes e práticas em saúde. IMS-UERJ/ABRASCO. Rio de Janeiro, 2003.
 

Clique para consultar os requisitos para HSP0291

Clique para consultar o oferecimento para HSP0291

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP