Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Estudos Brasileiros
 
Instituto de Estudos Brasileiros
 
Disciplina: IEB0242 - A Formação Sócio-espacial Urbana e a Apropriação das Águas no Brasil
Urban socio-spatial formation and appropriation of waters in Brazil

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2004 Desativação:

Objetivos
Objetiva-se discutir criticamente, de modo introditório, a formação sócio-espacial urbana do Brasil a partir da relação cidade-água, com vistas à compreensão da contemporaneidade dos discursose das práticas que envolvem essa relação. Especificamente objetiva-se: - introduzir uma discussão sobre a formação sócio-espacial urbana no Brasil; - compreender a relação existente entre o precesso social de urbanização, a criação da forma cidade e a apropriação das água no Brasil; - averiguar como essa relação contribuiu para a formação sócio-espacial do Brasil; - apresentar distintas formas de abordagem da referida relação; - identificar, seja nas escalas local e regional, seja pela formação acadêmica e teórica dos propositores, as diferenças e as semelhanças entre abordagens apresentadas; - possibilitar que os (as) discentes construam conceitos e desenvolvam instrumentais teórico-metodológicos que subsidiem a intervenção na realidade, a pesquisa e o ensino de assuntos que dizem respeito ao tema.
 
The objective is the introductory critical discussion of the urban socio-spatial formation of Brazil in the context of the city-water relation, aiming the comprehension of the contemporaneity of the rhetoric and practices around this relation. The specific intensions are: - to introduce the student to the discussion on the Brazilian urban socio-spatial formation; - to understand the association between the social process of urbanization, the creation of the city-form and the appropriation of the water in Brazil; - ascertain how this relation contributed to Brazilian socio-spatial formation; - to introduce different approaches to the aforementioned relation; - to identify, be it locally or regionally, be it through the academic and theoretical formation of the proponent, the divergences and similarities among the presented approximations; - to allow the students to develop their own concepts and to develop theoretical and methodological instruments to subsidize the intervention on reality, the research and the instruction of related issues.
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2012150 - Vanderli Custódio
 
Programa Resumido
 
 
 
Programa
1 - Fundamentação teórico-conceitual - A Geografia e a categoria de formação sócio-espacial urbana. - Os conceitos de urbano, cidade, processo de urbanização. - O conceito de apropriação. - A dimensão natural da Geografia: a natureza, o sítio, as águas. - Outros conceitos e categorias. 2 - O Brasil sócio-espacial urbano contemporâneo: a metropolização e a apropriação das águas (Séc. XXI) - A urbanização do Brasil no período do capital atual. - Uso e ocupação do solo: políticas públicas das águas urbanas. - Legislação urbana e das águas no Brasil. - Leituras da relação cidade-água: técnica, artística, histórica e outras. - 3 - Estado, colonização, natureza e formação sócio-espacial urbana no Brasil (Séc. XIV-XX) - A urbanização do Brasil no período dos capitais comercial e industrial. - A política colonialista urbana portuguesa. - Capitanias, sesmarias e a criação de cidades ao longo dos rios que se navega. - A negação do urbano, as cidades e as formas de apropriação das águas. - A metropolização e a fase áurea do planejamento urbano. - Leituras da relação cidade-água: técnica, artística, histórica e outras. - 4 - Um estudo de caso sobre a relação cidade-água - A cidade de São Paulo e a apropriação das águas. - Leituras dessa relação: técnica, artística, histórica e outras.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, análise temática, interpretação e discussão de textos, aulas de campo, trabalhos e atividades individiais e em grupo, projeção de filmes.
Critério
Avaliação individual escrita.
Norma de Recuperação
Trabalho individual e escrito para ser entregue no ínicio do próximo semestre.
 
Bibliografia
     
Básica e Complementar - ARAÚJO, Regina C. C de. A formação da memória territorial brasileira (1838-1860). 2001. - Tese (Doutorado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. - Batista, Marta R.; GRAF, Maria Elisa de C. (Orgs.) Cidades brasileiras: políticas urbanas e dimensão cultural de cidades brasileiras e francesas (1840-1945). São Paulo: IEB - USP, v. I e II, 1999. - BESSA, Vagner de C. Território e desenvolvimento: as ideologias na obra de Graciliano Ramos. 1994. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo. - CARLOS, Ana F. A.; LEMOS, Amália I. G. (Orgs.). Dilemas Urbanos: novas abordagenssobre a cidade. São Paulo: contexto, 2003. - CUSTÓDIO, Vanderli. A apropriação dos recursos hídricos e o abastecimento de água na Região Metropolitana de São Paulo. 1994. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo._____. A persistência das inundações na Grande São Paulo. 2002. Tese (Doutorado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo. - GEIGER, Pedro. P. A rede urbana brasileira. Rio de Janeiro: IBGE. 1962. _____. As formas do espaço brasileiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2003. (Coleção Descobrindo o Brasil). - HARVEY, David. A justiça social e a cidade. São Paulo: Hucitec, 1980. - KOSIC, Karel. Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976. - LANGEBUCH, Juergen R. A estruturação da Grande São Paulo: estudo de geografia urbana. Rio de Janeito: IBGE, 1971. - LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. São Paulo: Centauro, 2001. - LOPEZ ANCONA, Telê P. O turista aprendiz: Mário de Andrade. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1983. - MORAES, Antônio C. R. Bases da formação territorial colonial brasileiro no "longo" Século XVI. São Paulo: Hucitec, 2000. - MOREIRA, João C. Espaço e cultura: São Paulo e a Semana de 22. 1997. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo. - PRADO JÚNIOR, Caio. História econômica do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1976. - _____. A cidade de São Paulo. São Paulo: Brasiliense, 1983. - RATZEL, Friedrich. O solo, a sociedade e o Estado. Revista do Departamento de Geografoa. São Paulo: USP, n.2, 1983 - REIS FILHO, Nestor G. Evolução urbana do Brasil (1500-1729). São Paulo: Edusp - Livraria Pioneira Editora, 1968. - REVISTA DO INSTITUTO DE ESTUDOS BRASILEIROS. São Paulo: IEB-USP. Vários números. - SALGUEIRO, Heliana A. Pierre Monbeig, pioneiro da geografia cultural no Brasil: cidade, território e paisagem. Projeto IEB-USP, 1999\2003. - SANTOS, Milton. Sociedade e espaço: a formação econômico-social como teoria e como método. In: Espaço e Sociedade (ensaios). Petrópolis: Vozes, 1979. _____. A urbanização brasileira. São Paulo: Hucitec, 1993. - SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria Laura (Orgs.). Brail: territótio e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2002. - SOUZA, Marcelo L. de. Mudar a cidade: uma introdução ao planejamento e à gestão urbanos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002. - SOUZA, Maria A. A. de; et al (Orgs.) Natureza e sociedade de hoje: uma leitura geográfica. São Paulo: Hucitec-Anpur, 1997. (O novo mapa do Mundo). - SPÓSITO, Maria E. B. (Org.) Urabanização e cidades: perspectivas geográficas. Presidente Prudente: UNESP, 2001. Acervos do IEB (material a ser selecionado em função do tema cidade-água) Alberto Lamego - historiador e bibliófilo (Projeto Resgate). - Alfredo Ellis Júnior - historiador, sociólogo, ensaísta e professor. - Caio Prado Júnior - historiador, geógrafo e editor. - Ernami da Silva Bruno - jornalista e escritor. - José Guimarães Rosa - médico, diplomata e escritor. - Mário de Andrade - poeta, ficcionista, crítico literário, musical e de artes plásticas. - Pierre Monbeig - geógrafo. - Raul de Andrade e Silva - historiador e professor. - Yan de Almeida Prado - historiador e bibliófilo.
 

Clique para consultar os requisitos para IEB0242

Clique para consultar o oferecimento para IEB0242

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP