Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Estudos Brasileiros
 
Instituto de Estudos Brasileiros
 
Disciplina: IEB0249 - História Econômica do Trabalho no Brasil
Economic history of labor in Brazil

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2010 Desativação:

Objetivos
Esta disciplina optativa procura discutir a evolução do trabalho no Brasil por meio de uma perspectiva interdisciplinar. São analisados os regimes de trabalho escravo e assalariado, ressalvando as especificidades brasileiras e as peculiaridades observadas durante os períodos de transição. O aspecto econômico é discutido de maneira integrada aos aspectos políticos e sociais. A disciplina também pretende estimular a visão crítica dos alunos sobre o processo de configuração das relações de trabalho no Brasil contemporâneo.
 
This optional discipline seeks to discuss the evolution of labor in Brazil through an interdisciplinary perspective. The regimes of slave and salaried labor are analyzed, observing the specificities of Brazil and peculiarities seen throughout the transition periods. The economic aspect is discussed in integration with the political and social aspects. The discipline also aims at the stimulation of a critic view on the process of configuration of the labor relations in contemporary Brazil.
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
470882 - Alexandre de Freitas Barbosa
 
Programa Resumido
A disciplina discute a evolução do trabalho no Brasil desde a colônia até o século XX, descrevendo as características do trabalho escravo, da transição para o trabalho assalariado e da conformação de um mercado de trabalho nacional peculiar, por meio de uma abordagem que integra os enfoques da historiografia, da economia e da sociologia.
 
 
 
Programa
1. O Mundo do Trabalho e as suas Interpretações Teóricas
2. Trabalho e Sociedade no Brasil Colônia: as Várias Escravidões
3. A Construção do Mercado de Trabalho no Brasil e as Diferenças Regionais (1850-
1930)
4. A Nacionalização do Mercado de Trabalho no Brasil (1930-1980): Aspectos
Econômicos, Sociais e Políticos
5. O Trabalho nas Regiões Metropolitanas
6. O Setor Informal Urbano no Brasil
7. Industrialização, Mercado de Trabalho e Desigualdades Regionais
8. Os Anos 90 e a Desestruturação do Mercado de Trabalho Brasileiro
9. Mercado de Trabalho, Pobreza e Desigualdade no Brasil
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas e/ou explicativas, apresentação de seminários e discussão das fontes históricas – com ênfase particular no acervo do IEB - e das bases de dados recentes (RAIS, PNADs, PED e PME) e tradicionais (Censos Econômicos e Demográficos), contrapondo as diversas interpretações da historiografia, da economia e da sociologia. Procura-se estimular a pesquisa e despertar a consciência crítica.
Critério
Aproveitamento baseado nas atividades descritas acima, debates, redações e provas específicas.
Norma de Recuperação
Prova ou trabalho no início do semestre letivo seguinte.
 
Bibliografia
     

ALENCASTRO, Luiz Felipe de, O Trato dos Viventes: Formação do Brasil no Atlântico Sul, São Paulo: Companhia das Letras, 2000.
ANDRADE, Manuel Correia de, A Terra e o Homem no Nordeste, São Paulo: Brasiliense, 1964, 2ª edição.
CARDOSO DE MELLO, João Manuel & NOVAIS, Fernando, Capitalismo Tardio e Sociabilidade Moderna, in: História da Vida Privada no Brasil, volume 4, Lilian Moritz Schwarcz, org., São Paulo: Companhia das Letras,1998.
CASTEL, Robert, As Metamorfoses da Questão Social: Uma Crônica do Salário, Petrópolis: Vozes, 1998.
CONRAD, Robert Os Últimos Anos da Escravatura no Brasil: 1850-1888, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978, 2ª edição.
COSTA, Emília Viotti da , Da Monarquia à República: Momentos Decisivos, São Paulo: Editora Unesp, 1999, 6ª. edição.
EISENBERG, Peter, Homens Esquecidos: Escravos e Trabalhadores Livres no Brasil, Séculos XVIII e XIX, Campinas: Unicamp, 1989.
FARIA, Vilmar, “Mudanças na Composição do Emprego e na Estrutura das Ocupações”. In: A Transição Incompleta: Brasil desde 1945, vol. 2, E. Bacha e H. S. Klein, orgs. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1986.
FERNANDES, Florestan, A Integração do Negro na Sociedade de Classes, volume 1, São Paulo: Ática, 1978, 3ª edição.
FRANCO, Maria Sylvia de Carvalho, Homens Livres na Ordem Escravocrata, São Paulo: Unesp, 1997, 4ª edição.
FURTADO, Celso, Formação Econômica do Brasil, São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1989, 23ª edição.
GOMES, Flávio dos Santos, Carlos Eugênio Libânio Soares, Juliana Barreto Farias e Carlos Eduardo de Araújo Moreira, Cidades Negras: Africanos, Crioulos e Espaços Urbanos no Brasil Escravista do Século XIX, São Paulo: Alameda Editorial, 2006.
GRAHAM, Douglas, Migração Estrangeira e a Questão da Oferta de Mão-de-Obra no Crescimento Econômico Brasileiro, Estudos Econômicos, vol. 3, no. 1, São Paulo, abril de 1973.
HIRANO, Sedi, Formação do Brasil Colonial: Pré-Capitalismo e Capitalismo. São Paulo, EDUSP, 2008, 2ª. edição.
HOFFMAN, Helga, Desemprego e Subemprego no Brasil, São Paulo: Ática, Ensaios 24, 1977.
IANNI, Octavio, Escravidão e Racismo, São Paulo: Hucitec, 1988, 2ª. Edição.
KOWARICK, Lúcio, Trabalho e Vadiagem: a Origem do Trabalho Livre no Brasil, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994, 2ª edição.
LOPES, José Sérgio Leite, O Vapor do Diabo: O Trabalho dos Operários do Açúcar, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978, 2ª edição.
MARQUES-PEREIRA, Jaime, Trabalho, Cidadania e Eficiência da Regulação Econômica: uma Comparação Europa/América Latina, in: Regulação Econômica e Globalização, Campinas: Instituto de Economia da Unicamp, 1998.
MARX, Karl, Formações Econômicas Pré-Capitalistas, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991, 6a edição.
MATTOS, Ilmar Rohloff de, O Tempo Saquarema, São Paulo: Hucitec, 2004, 5ª. Edição.
MATTOSO, Kátia, Ser Escravo no Brasil, São Paulo: Brasiliense, 1988, 2ª edição.
MELLO, Evaldo Cabral de, O Norte Agrário e o Império: 1871-1889, Rio de Janeiro, Topbooks, 1999, 2ª. edição.
MELLO E SOUZA, Laura de, Desclassificados do Ouro: A Pobreza Mineira no Século XVIII, Rio de Janeiro: Graal, 1990, 3ª edição.
MERRICK, Thomas e Douglas Graham, População e Desenvolvimento Econômico no Brasil: de 1800 até a Atualidade, Rio de Janeiro: Zahar, 1981.
MONBEIG, Pierre. Pioneiros e Fazendeiros de São Paulo, São Paulo: Hucitec/Polis, 1984
OLIVEIRA, Francisco de, A Economia Brasileira: Crítica à Razão Dualista, Petrópolis: Vozes, 1987, 5a. edição
__________, Elegia para uma Re(li)gião: Sudene, Nordeste, Planejamento e Conflitos de Classes, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981, 3ª edição.
PEREIRA, Luiz, Trabalho e Desenvolvimento no Brasil, São Paulo: Difel, 1965.
POCHMANN, M. O Trabalho sob Fogo Cruzado, São Paulo, Contexto, 1998.
POLANYI, Karl, A Grande Transformação, Rio de Janeiro: Campus, 2000, 2ª edição.
PRADO JÚNIOR, Caio, Formação do Brasil Contemporâneo, São Paulo: Livraria Martins, 1942.
__________, A Questão Agrária no Brasil, São Paulo: Brasiliense, 1987.
RANGEL, Ignácio, Introdução ao Estudo do Desenvolvimento Econômico Brasileiro, Salvador: Livraria Progresso, 1957.
RIBEIRO, Darcy, O Povo Brasileiro: A Formação e o Sentido do Brasil, São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
SADER, Eder e Maria Célia Paoli, Sobre “Classes Populares” no Pensamento Sociológico Brasileiro (Notas de Leitura sobre Acontecimentos Recentes), in: A Aventura Antropológica: Teoria e Pesquisa, Ruth Cardoso, org., Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985, 2ª edição.
SANTOS, Wanderley Guilherme dos, Cidadania e Justiça: A Política Social na Ordem Brasileira, Rio de Janeiro: Campus, 1987.
SCHWARTZ, Stuart, Segredos Internos: Engenhos e Escravos na Sociedade Colonial, São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
SINGER, Paul, Economia Política do Trabalho: Elementos para uma Análise Histórico-Estrutural do Emprego e da Força de Trabalho no Desenvolvimento Capitalista, São Paulo: Hucitec, 1977.
__________, Dominação e Desigualdade: Estrutura de Classes e Repartição da Renda no Brasil. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1981.
SOARES, Luiz Carlos, O Povo de CAM na Capital do Brasil: a Escravidão Urbana no Rio de Janeiro do Século XIX. Rio de Janeiro, Faperj – 7Letras, 2007.
SOUZA, Jessé, A Construção Social da Subcidadania: para uma Sociologia Política da Modernidade Periférica, Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.
SOUZA, Salários e Emprego em Economias Atrasadas, Campinas: Instituto de Economia da Unicamp, 1999.
STOLCKE, Verena, Cafeicultura: Homens, Mulheres e Capital (1850-1980), São Paulo: Brasiliense, 1980.
VIANNA, Luiz Werneck, Liberalismo e Sindicato no Brasil, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989, 3a. edição.

Bibliografia Complementar:

BARBOSA, Alexandre de Freitas, A Formação do Mercado de Trabalho no Brasil, São Paulo, Alameda Editorial, 2008.
DIEESE, A Situação do Trabalho no Brasil, São Paulo, DIEESE, 2001.
Textos pra Discussão IPEA.
 

Clique para consultar os requisitos para IEB0249

Clique para consultar o oferecimento para IEB0249

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP