Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Energia e Ambiente
 
Disciplinas do Instituto de Energia e Ambiente
 
Disciplina: IEE0001 - Economia da Energia
Energy Economics

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2005 Desativação:

Objetivos
Esta proposta de ementa para uma disciplina de Economia da Energia visa introduzir o aluno no emaranhado mundo da energia, apresentando, intuitivamente, as principais variáveis não econômicas a serem consideradas, bem como uma visão econômica ampla da questão energética. A disciplina combina conhecimentos técnicos, sócio-culturais, políticos e institucionais, mas volta-se, principalmente, ao aprendizado do uso da análise econômica como forma de descrever e entender as problemáticas energéticas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
364052 - Edmilson Moutinho dos Santos
2069741 - Virginia Parente de Barros
 
Programa Resumido
A disciplina visa introduzir o aluno no emaranhado mundo da energia, apresentando, intuitivamente, as principais variáveis não econômicas a serem consideradas, bem como uma visão econômica ampla da questão energética. O curso combina conhecimentos técnicos, sócio-culturais, políticos e institucionais, mas volta-se, principalmente, ao aprendizado do uso da análise econômica como forma de descrever e entender as problemáticas energéticas. Os principais tópicos a serem desenvolvidos são: Introdução à energia; Dimensões não econômicas da energia; Energia, desenvolvimento e crescimento econômico; Energia e variáveis macroeconômicas; Mercados de energia; Curvas de oferta e demanda de energia; Estruturas e falhas de mercado; Decisões de investimento no setor energético; Riscos associados à energia; Externalidades da energia; Tributos e energia.
 
 
 
Programa
A disciplina apresenta-se distribuída em quatro módulos, compondo um total de doze tópicos, que são:

Módulo 1 - Introdução

Tópico 1 – Introdução à energia
- O que é energia?
- A dimensão tecnológica da energia
- Principais formas e fontes de energia
- Compreensão intuitiva das Leis da Termodinâmica

Tópico 2 – Outras dimensões não econômicas da energia
- Aspectos sócio-culturais da energia
- Elementos de política e geopolítica
- Dimensões institucionais

Módulo 2 – Energia e Macroeconomia

Tópico 3 – Energia, desenvolvimento e crescimento econômico
- Energia como insumo essencial da atividade econômica
- Qual o papel da energia no desenvolvimento e crescimento econômico?
- A aparente contradição entre a importância e o valor econômico da energia

Tópico 4 – Energia e variáveis macroeconômicas
- Relações entre energia e variáveis macroeconômicas
- Energia no equilíbrio macroeconômico das nações
- Fatores macroeconômicos a interferirem na questão energética

Módulo 3 – Energia e Microeconomia

Tópico 5 – Mercados de energia
- Que tipo de bem econômico é a energia?
- Oferta e demanda da energia – Substituição e complementação entre diferentes formas e fontes de energia
- Aspectos culturais, tecnológicos e políticos da oferta e da demanda.

Tópico 6 – Curvas de oferta e demanda de energia
- Revisão sobre curvas de oferta e demanda
- Elasticidades
- Mercados competitivos – Caso do Setor de Carvão

Tópico 7 – Estruturas e falhas de mercado 1
- Energia e monopólios naturais – Caso do Setor Elétrico
- Regulação econômica de monopólios naturais
- Reestruturações institucionais

Tópico 8 – Estruturas e falhas de mercado 2
- Oligopólios
- Oligopólios no setor energético – Caso do Setor de Petróleo
- Monopsônios
- Monopsônios no setor energético – Caso do Setor de Gás Natural

Módulo 4 – Tópicos Finais

Tópico 9 – Decisões de investimento no setor energético
- Revisão de técnicas de análise de investimento
- Aplicações para investimentos energéticos de consumidores
- Aplicações para investimentos energéticos de supridores

Tópico 10 – Riscos associados à energia
- Riscos não econômicos
- Riscos econômicos
- Técnicas de gestão do risco econômico

Tópico 11 – Externalidades da energia
- Revisão do conceito de externalidade
- Externalidades positivas e negativas da produção e uso da energia
- Instrumentos econômicos para a internalização de externalidades

Tópico 12 – Tributos e energia
- A tributação energética
- Tipos de tributos e seus princípios
- Aspectos macro e microeconômicos da tributação energética
- Análises comparativas entre diferentes formas e fontes de energia
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, desenvolvimento de exercícios em sala e fora de sala de aula, discussão de casos práticos.
Critério
Provas em classe, entrega mínima de exercícios e casos práticos elaborados fora de sala de aula.
Norma de Recuperação
Freqüência mínima de 70% e nota igual ou superior a 3,00 e inferior a 5,00 possibilita prova de recuperação.
 
Bibliografia
     
BEN (2003). Balanço Energético Nacional / 2003. Ministério de Minas e Energia, Brasília, 2003. Disponível em: http://www.mme.gov.br.
CARRENO, A.S. (2003). Manual de Energia – Electricidad y Gas Natural. Salesiano S.A., GasAtacama, Chile.
COLUMBIA UNIVERSITY. BIOSPHERE 2 CENTER. Sustainability – An introduction for environmental studies students. Environmental Education Exchange for the Undergraduate Education Program. Disponível em: http://www.eeexchange.org/sustainability/content/a1.html. Acesso em 14 de abril de 2004.
DAVIS, P. (2002). 2020: The Impossible Forecast. In: Presentation given at the IEA Energy Experts' Meeting. Abu Dhabi. 28 January, 2002.
ELLIS JONES, P.; Oil: a practical guide to the economics of world petroleum. Woodhead-Faulkner Ltd., 1st Edition, Cambridge, England, 1988.
EXXONMOBIL (2003). ExxonMobil's 2003 Economic and Energy Outlook. Disponível em: http://www.exxon.mobil.com. Acessado em: 15 de janeiro de 2004.
GOLDSMITH, Edward, R. Allen, M. Allaby, J. Davoll, and S. Lawrence. (1972). Blueprint for Survival. Houghton Mifflin Co., Boston.
IEA – International Energy Agency (2002). World Energy Outlook 2002, Paris: OECD.
IEA – International Energy Agency (2003). World Energy Investment Outlook 2003, Paris: OECD.
LACHAL, B.; ROMERIO, F. (edit.) (2003). L’énergie, controversies et perspectives. Centre universitaire d’édute des problèmes de l’énergie, Genève, Suisse (ISBN: 2-940220-03-4).
MARTIN, J.M. (1966). Processus D’Industrialisation et Développement Énergétique du Brésil. Travaux Memoires de L’Institut des Hautes Études de L’Amérique Latine, Université de Paris, Paris.
MOUTINHO DOS SANTOS, E. (2001); The Brazil and Gas Sector - Outlook and Opportunities. CWC Publishing Ltd. And Imedia Printed. Londres, 2001, v.1. p. 250.
MOUTINHO DOS SANTOS, E.; ZAMALLOA, G.C..; FAGÁ, M. T. W.; VILLANUEVA, L. D. (2002); Gás Natural: Estratégias para uma energia nova no Brasil. Editora Annablume, São Paulo, 2002, v.1. p. 367 (com apoio de Petrobras e FAPESP).
PERCEBOIS, J. (1989). Economie de l’Energie. Ed. Economica, Paris.
SHELL (2001). Exploring the Future: Energy Needs, Choices and Possibilities – Scenarios to 2050. Shell International, London, 2001.
Shell Brasil Ltda. (2003). Energia para Gerações (coord. ALQUÉRES, J.L.). Rio de Janeiro, 92p (ISNB: 8589683-01-X)
UNDP – United Nations Development Program; WEC – World Energy Council (2000). World Energy Assessment: energy and the challenge of sustainability [edited by José Goldemberg]. (ISBN: 92-1-126126-0).

Periódicos:

Energy Policy
Energy Economics
Journal of Energy Economics
Oil and Gas Journal
Petroleum Economist
Revista Brasil Energia

 

Clique para consultar os requisitos para IEE0001

Clique para consultar o oferecimento para IEE0001

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP