Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto Oceanográfico
 
Oceanografia Biológica
 
Disciplina: IOB0139 - Ecologia do Fitoplâncton Marinho
Ecology of Marine Phytoplankton

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2017 Desativação:

Objetivos
Apresentar ao aluno uma visão integrada e atualizada da importância do fitoplâncton marinho no sistema terrestre e para o homem.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
900539 - Frederico Pereira Brandini
72172 - Sonia Maria Flores Gianesella
 
Programa Resumido
Características gerais do fitoplâncton marinho. Principais adaptações à vida pelágica, características das células fisiológicas eficientes.
 
 
 
Programa
Características gerais do fitoplâncton marinho. Principais adaptações à vida pelágica, características das células fisiológicas eficientes. Métodos de estudo do fitoplâncton marinho. Principais grupos e principais taxonômicos do fitoplâncton: cianobactérias, diatomáceas, dinoflagelados, outros grupos. Algas tóxicas e marés vermelhas. Processos de produção no ambiente marinho; quimiossíntese e fotossíntese. O papel dos pigmentos na fotossíntese. Importância ecológica e quimiotaxônomica do estudo dos pigmentos. O sistema fotossintético. Respiração. Métodos de qualificação e análise da biomassa fitoplanctônica e da produção primária. Fatores que afetam a fotossíntese. O clima luminoso subaquático. Medidas de luz. A fotossíntese como função de irradiânica. O ciclo do carbono. Nutrientes, salinidade e temperatura como fatores limitantes. Variações espaciais e temporais da biomassa e produção primária. Produção nova e regenerada . Exportação para o fundo oceânico. Sucessão e Associações. Interações fito-zooplâncton. Alça microbiana. Modelagem e estimativa via satélite da produção primária: fluxo radioativo, espectros de excitação da fluorescência, relações fotossíntese/luz, rencimento quântico. O papel do fitoplâncton na regulação climática da Terra. O impacto do homem sobre o fitoplâncton: eutrofização e poluição, aumento da concentração do CO2 atmosférico, aumento da radiação UV, introdução de espécies exóticas.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aula teóricas e práticas, leitura e discussão de textos relacionados à disciplina
Critério
Provas escritas, participação nas aulas práticas. preenchimento dos protocolos e apresentação de seminários.
Norma de Recuperação
Prova escrita.
 
Bibliografia
     
1- Brandini, F.P., Lopes, R.M. Gutseit, K.S., Spach, H.L. & Sassi, R. 1997. Planctonologia na plataforma continental do Brasil - Diagnose e revisão Bibliográfica. Fundação de Estudos do MAR-FEMAR, 195p. 2- Falkowski, P.G. and Woodhead A. (Eds.)1992. Primary producticity and biogeochemical cycles in the sea. Plenum Press, New York, 550p. 3- Harris, G.P. 1986. Phytoplakton Ecology: structure, function and fuctuation and fuctation. Chapman and Hall, London 384p. 4- Kirk, J.T.O., 1994. Light & Photosynthesis in Aquatic Ecosystems 2nd. Ed. Cambridge University Press. 509p. 5- Lee, R.E. 1999. Phycology. 3rd. Ed. Cambridge University Press 614p. 6- Parsons, T. Takahashi, M. Hargrave, B. 1984. Biological Oceanographic Processes. 3rd. Ed. Oxford, Pergamon press, 330p. 7- Round, F.E., Crawford, R. M. & Mann, D.G.1990. The diatoms. Cambridge University Press. 747p. 8- Raymont, J.E.G. 1984. Plankton and Productivity in the oceans. Oxford, Pergamon Press, 660p. 9- Tomas C.R. (ed.) 1997. Identifying Marine Phytoplankton. Academic Press, San Diego.858p. 10- Valiela, I. 1995. Marine Ecological Processes. Springer-Verlag, 686p. 11- Vollenweider, R.A. 1969 A Manual on Methods for Measuring Primary Productivity in Aquatic Environments. IBP Hand book N. 12. 213p.
 

Clique para consultar os requisitos para IOB0139

Clique para consultar o oferecimento para IOB0139

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP