Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto Oceanográfico
 
Oceanografia Biológica
 
Disciplina: IOB0147 - Ictioplâncton Marinho
Marine Ichthyoplankton

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 75 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2014 Desativação:

Objetivos
Propiciar o aprendizado sobre o campo de estudo do ictioplâncton, no que concerne a: a) estudos biológicos e taxonômico de peixes nas fases iniciais do ciclo de vida; b) distribuição e abundância relacionadas aos fatores bióticos e abióticos; e c) estudos de dinâmica populacional de peixes.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
888032 - June Ferraz Dias
50500 - Mario Katsuragawa
 
Programa Resumido
Introdução; noções sobre a biologia da reprodução em peixes; ontogênese; ecologia do ictioplâncton; técnicas de coleta de ictioplâncton; processamento das amostras; metodologias de análise.
 
 
 
Programa
1- Introdução: histórico; importância do estudo do ictioplâncton. 2- Noções sobre a biologia da reprodução em peixes: tipos de reprodução; estratégias reprodutivas, gametogênese; ciclo reprodutivo e estilos reprodutivos. 3- Ontogênese: fases do desenvolvimento embrionário e larval; desenvolvimento osteológico; caracteres larvais de importância taxonômica. 4- Ecologia do ictioplâncton: adaptações à vida planctônica, migrações verticais, ecologia alimentar; 5- Técnicas de coleta: tipos de equipamento de coleta ; Amostragem qualitativa e quantitativa de ovos e larvas; planejamento de coleta; preservação e acondicionamento. 6- Processamento do material coletado: medição do volume de planctôn; triagem de ovos e larvas; identificação e classificação; técnicas de diafanização e ilustração de larvas. 7- Metodologias de análise: estimativa de abundância; distribuição de abundância; estimativa do crescimento e mortalidade larval; estudo dam inanição.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas teóricas, práticas de laboratório, práticas de campo, seminários, exercícios.
Critério
Provas, trabalhos individuais ou em grupo, relatório de campo, seminários.
Norma de Recuperação
Prova escrita.
 
Bibliografia
     
AHLSTROM, E.H & MOSER, H.G. 1976. Eggs and larvae of fishes and their role in systematic investigations and in fisheries. Revue Trav. Inst. Pêches marit., v40, n 3,4, p 379-398. DINGERKUS, G. & UHLER, L.D. 1977. enzyme clearing of alcian blue stained small vertebrates for demonstration of cartilage. Stain technology, 52(4): 229-232. DUNN, J.R. 1984. The utility of developmental osteology in taxonomic and systematic studies of teleost larvae: a review. NOAA tech. Resp. NMFS Circ. 450:1-19. FAHAY, M.P., 1983. Guide to the early stages of marine fishes occurring in the Western North Atlantic Ocean, Cape Hateras to Southern Scotian Shelf. J. NE Atlantic Fish. Sci., v.4, p.1-426. HEMPEL, G. 1979. Early life history of marine fish. The egg stage. Seatle: University of Washington Press, 70p. KRAMER, D.; KALIN, M.J.; STEVENS, E.G. TREIKILL, J.R. & ZWEIFEL, j.r. 1972. Collecting and processing data on fish eggs and larvae in the California Current region. U.S. Dept. Commerce NOAA Tech. Resp., NMFS Circ. N. 370, p. 1-38. LASKER, R. (ed) 1984. Marine Fish Larvae - Morphology , Ecology and Relation to Fisheries. Univ. of Washington press, Seattle. 131p. LEIS, J. M. & RENNIS, D. S. 1983. The larvae of Indo-Pacif coral reefs. Honolulu, Univ. Hawaii Press, p. 80-97. LEIS, J.M. & TRNSKI, T. 1989. The larvae of Indo-Pacific shore fishes. Honolulu, Univ. Hawaii Press, 371p. MATSUURA, Y. 1977. O ciclo de vida da sardinha verdadeira (Introdução à Oceanografia Pesqueira).Publicação esp. Inst. Oceanogr., S.Paulo, v. 4,p. 1-146. MATSUURA, Y. & OLIVAR, M.P. 1999. Fish larvae In: Boltovskoy, D., (ed.) South Atlantic ZooplanKton Backhuys, Leiden, p. 1446-1496. MOSER, H.G. (ed) 1996. The early stages of fishes in the California Current region. CalCOFI. Atlas, v. 33,p. 1-1505. MOSER, H.G.; RICHARDS, W.J; COHEN, D.M.; FAHAY, M.P.;KENDAll JR, A. W. 7 RICHARDSON, S.L. (eds) 1984. Ontogeny and systematic of fishes, 760 p (special publication American Society of Icxhthyology and Herpetology, 1) RÉ, P.M.A.B. 1999. Ictioplâncton estuarino da península Ibérica (guia de identificação dos ovos e estados larvares planctónicos). Gráfica Europam, Ltda. Mem Martins, 163 p. RICHARDS, W.J. (ed) 2006a. Early Stages of Atlantic Fishes- An identification guide for Westem Central North Atlantic. Boca Raton: Taylor & Francis, 2640p. SMITH, P.E. & RICHADSON, S.L. 1977. Standard Techniques for pelagic fish egg and larvae surveys. FAO Fish. Tech. Pap., n 175, p. 1-100. tanaka, S. 1973. Stock assessment by means of ichthyoplankton surveys. FAO Fishery Tech. Pap., v. 122, p 33-51. TRANTER, D.J. (ed) 1979. Zooplankton sampling. Unesco Monogr. Oceanogr. Methodol., (2):174p.
 

Clique para consultar os requisitos para IOB0147

Clique para consultar o oferecimento para IOB0147

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP