Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
 
Ciências Biológicas
 
Disciplina: LCB0140 - Anatomia Vegetal
Plant Anatomy

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2007 Desativação:

Objetivos
- Propiciar aos alunos o estudo teórico e prático dos caracteres morfológicos vegetativos e reprodutivos das plantas superiores analisando o crescimento e o desenvolvimento à partir do embrião até a planta adulta.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
87939 - Beatriz Appezzato da Gloria
81119 - Marcilio de Almeida
 
Programa Resumido
Organização interna do corpo vegetal: sumário dos tecidos e células; Embriologia: do embrião à planta adulta; Raiz (morfologia interna); Caule (morfologia interna); Folha (morfologia interna); Flor (morfologia interna); Fruto (morfologia interna); Semente (morfologia interna).
 
Internal organization of the plant body. Plant cell and tissues; Embryology: from the embryo to the adult plant; Root (anatomy); Stem (anatomy); Leaf (anatomy); Flower (anatomy); Fruit (anatomy); Seed (anatomy).
 
 
Programa
Anatomia Vegetal - 1. Introdução. 1.1 Considerações gerais e importância. 1.2 O corpo da planta. 1.2.1 Organização interna da planta. 2. Embrião. 2.1 Considerações gerais e importância da embriogênese. 2.2 Embrião das Dicotiledôneas . 2.2.1 Partes do embrião (Sementes com e sem endosperma). 2.2.2 Origem e desenvolvimento das partes (embriogênese). 2.2.3 Início e organização dos tecidos no embrião. 2.2.4 Meristemas apicais no embrião. 2.3 Embrião das Monocotiledôneas. 2.3.1 Embrião das Gramíneas e da cebola. 3. Do embrião à planta adulta. 3.1 Meristema, tecidos meristemáticos e origem dos tecidos. 3.2 Classificação dos meristemas: 3.2.1 Meristemas apicais: caule (Teoria Túnica-corpo), da raiz (Teoria histogênica). 3.2.2 Meristemas laterais (Câmbio e felogênio). 3.3 Diferenciação e especialização. 3.4 Crescimento primário e secundário. 3.5 Origem da folha e da gema. 4. Parênquima. 4.1 Considerações gerais. 4.2 Forma das células. 4.3 Parede celular. 4.4 Pontoações da parede. 4.5. Conteúdo celular. 5. Colênquima. 5.1 Considerações gerais. 5.2 Parede celular. 5.3 Distribuição do espessamento e classificação. 5.4 Distribuição na planta. 5.5 Estrutura em relação à função. 6. Esclerênquima. 6.1 Caracteres gerais e diferenças entre esclerênquima e colênquima. 6.2 Parede celular. 6.3. Esclereídes. 6.4 Fibras. 7. Epiderme. 7.1 Considerações gerais. 7.2 Composição geral da epiderme. 7.3 Parede das células epidérmicas. 7.4 Apêndices epidérmicos: Estômatos, tricomas, escamas, células buliformes. 8. Xilema: Estrutura geral e tipos de células. 8.1 Considerações gerais. 8.2 Xilema primário e secundário. 9. Câmbio. 9.1 Considerações gerais. 9.2 Organização do câmbio: Iniciais fusiformes e Iniciais do raio. 10. Floema. 10.1 Considerações gerais. 10.2 Tipos de células do floema: Floema primário; Floema secundário. 11. Periderme. 11.1 Estrutura da periderme e tecidos relacionados: felogênio, felema e feloderme. 11.2 Poliderme. 11.3 Ritidoma. 12. Raiz: Estágio primário de crescimento. 12.1 Considerações gerais. 12.2 Estrutura primária: epiderme, córtex e cilindro vascular. 12.3 Diferenciação vascular. 12.4 Origem das raízes laterais. 12.5 Raiz: Estágio secundário de crescimento. 12.6 Tipos comuns de crescimento secundário. 12.7 Raízes adventícias. 12.8 Anatomia das Raízes de reserva. 13. Caule: Estágio primário de crescimento. 13.1 Considerações gerais. 13.2 Estrutura primária: Epiderme, córtex e sistema vascular. 13.3 Conceito e tipos de estelo. 13.4 Caule: Estágio secundário de crescimento (Dicotiledôneas herbáceas e lenhosas). 13.5 Considerações gerais e tipos de estruturas. 14. Folha: Estrutura básica e desenvolvimento. 14.1 Considerações gerais. 14.2 Histologia geral da folha das Angiospermas. 14.3 Desenvolvimento da folha. 14.4 Abscisão foliar. 14.5 Estrutura da folha e o ambiente. 14.6 Folhas das Dicotiledôneas. 14.7 Folhas das Gimnospermas. 15. Flor, Fruto e Semente.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aplicação de duas provas teóricas e duas provas práticas. Trabalho prático.
Critério
Notas de 1 a 10 para provas e trabalho.
Norma de Recuperação
Não haverá recuperação, pois ao longo do semestre é dada a possibilidade do aluno realizar quatro avaliações do conteúdo ministrado e um trabalho prático.

OBS1. A revisão de provas será feita apenas em data agendada junto à Secretaria do Departamento.

OBS2. A solicitação de retificação de freqüência e nota pelos alunos deverá ser feita até 30 dias após a divulgação da nota e freqüência finais.
 
Bibliografia
     
Livros:
ANDRADE, V.M.M. & DAMIÃO FILHO, C.F. 1989. Morfologia Vegetal. Jaboticabal/SP, FUNEP, 259p.
APPEZZATO-DA-GLÓRIA, B. 2003. Morfologia de Sistemas Subterrâneos: Histórico e Evolução do Conhecimento no Brasil. Ed. A. S. Pinto. 80 p.
APPEZZATO-DA-GLÓRIA, B. & CARMELLO-GUERREIRO, S.M. 2003. Anatomia Vegetal. Ed. da Universidade Federal de Viçosa. 438 p.
CARVALHO. H.F. & RECCO-PIMENTEL, S.M. 2001. A Célula 2001. São Paulo, Editora Manole Ltda, 287p.
CUTTER, E.G. 1986. Anatomia Vegetal. Parte I. Células e Tecidos. Trad. Gabriela V.M.C. Catena. 2a. edição, SP., Editora Roca, 304p.
CUTTER, E.G. 1987. Anatomia Vegetal. Parte II. Órgãos, Experimentos e Interpretação. Trad. Gabriela V.M.C. Catena. 1a. edição. São Paulo, Editora Roca, 336p.
ESAU, K. 1974. Anatomia das plantas com sementes. Trad. Berta L. Morretes. Ed. Edgard Blucher, SP, 293p.
RAVEN, P.H.; EVERT, R.F. & EICHHORN, S.E. 1996. Biologia Vegetal. 5a. edição, Rio de Janeiro, Ed. Guanabara, Koogan S.A. 728p.
SOUZA, L.A. DE. 2003. Morfologia e Anatomia Vegetal: célula, tecidos, órgãos e plântula. Editora UEPG, Ponta Grossa. 258p.

Apostila: Morfologia Vegetal Prática
 

Clique para consultar os requisitos para LCB0140

Clique para consultar o oferecimento para LCB0140

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP