Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
 
Ciências Florestais
 
Disciplina: LCF0522 - Física da Madeira
Physics of Madeira

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 75 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2020 Desativação:

Objetivos
Fornecer aos alunos o conhecimento das principais propriedades físicas da madeira e a aplicação desses conceitos nos diversos processos de transformação e industrialização da madeira. Destaque para a aplicação da física da madeira aos processos de secagem e tratamento químico.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
75175 - Ivaldo Pontes Jankowsky
 
Programa Resumido
Conceito genérico de propriedade física. Principais propriedades físicas da madeira. Massa específica e densidade básica.Relações água-madeira. Movimentação dimensional. Movimentação de fluídos na madeira. Condutividade e resistividade.Processos para secagem da madeira . Deterioração de madeira. Processos de tratamento da madeira.
 
Physical property general concepts; Wood main physical properties; Specific mass and basic density; Water and wood relations; Dimensional movement; Wood fluid movement; Conductivity and resistance; Wood drying processes; Wood deterioration; Wood treatment processes.
 
 
Programa
Conceito genérico de propriedade física. Principais propriedades físicas da madeira.Massa específica, densidade e densidade básica. Variações na densidade. Relações entre densidade e umidade. Métodos de determinação da densidade. Relações água-madeira. Formas de água presentes na madeira. Umidade, definição e determinação Higroscopicidade, umidade de equilíbrio e ponto de saturação das fibras. Movimentação dimensional.Propriedades elétricas da madeira. Condutividade e resistividade. Aplicações. Movimentação de fluídos na madeira. Porosidade, permeabilidade, capilaridade, difusão.Secagem de madeiras. Secagem natural. Secagem convencional. Defeitos de secagem, causa e controle. Controle de processo, de defeitos e de qualidade. Deterioração física, química e biológica da madeira. Principais agentes da degradação biológica.Tratamentos preservativos de madeiras. Principais produtos e processos.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aplicação de 02 (duas) provas com ampla liberdade de consulta e tempo determinado (2 semanas) para execução. Exercícios visando orientar a busca e seleção de informações técnicas na literatura. Atividades práticas, com a elaboração de relatório em grupo.
Critério
O critério básico de avaliação visa aferir o raciocínio e a capacidade do aluno em aplicar os conceitos transmitidos na disciplina; através de provas com consulta, exercícios e atividades práticas.
Norma de Recuperação
Trabalho dirigido, com liberdade de consulta, abrangendo toda a matéria lecionada na disciplina.
 
Bibliografia
     
ANDRADE, A.; JANKOWSKY, I. P. Pisos de madeira: características de espécies brasileiras. Piracicaba: Associação Nacional dos Produtores de Pisos de Madeira, 2015. 184 p. ANDRADE, A.; JANKOWSKY, I. P.; DUCATTI, M. A. Grupamento de madeiras para secagem convencional. Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 59, p. 89-99, 2001. ANDRADE, A.; JANKOWSKY, I. P.; GALINA, I. C. M. Guia básico para instalação de pisos de madeira. 2ª ed. Piracicaba: Associação Nacional dos Produtores de Pisos de Madeira, 2015. 104 p. (Capítulo 1. O Material Madeira) KOLLMANN, F.F.P. & W.A. CÔTÉ JR. - Principles of Wood Science and Technology. I: Solid Wood. New York, Springer-Verlag, 1968. 592 p. GALVÃO, A.P.M. & I.P. JANKOWSKY. - Secagem Racional da Madeira. São Paulo, Mobel, 1985. 112 p. IBDF. Madeiras da Amazônia, características e utilização: Floresta Nacional do Tapajós. Brasília, 1981, v. 1. 113 p IBDF. Madeiras da Amazônia, características e utilização: Estação Experimental de Curuá-Una. Brasília, 1988, v. 2. 236 p JANKOWSKY, I. P. Equipamentos e processos para a secagem de madeiras. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE UTILIZAÇÃO DA MADEIRA DE EUCALIPTO PARA SERRARIA, 1995, São Paulo. Anais... Piraciaba: IPEF, 1995. p. 109-118. JANKOWSKY, I. P. Metodologia simplificada para a indicação de programas de secagem. 2009. 119 p. Tese (Livre Docência) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2009. JANKOWSKY, I. P.; GALINA, I. C. M. Secagem de madeiras (Curso Técnico). 2ª ed. ANPM, Piracicaba, 37 p. 2014. JANKOWSKY, I. P.; CHIMELO, J. P.; CAVALCANTE, A. A.; GALINA, I. C. M.; NAGAMURA, J. C. S. Madeiras brasileiras. Caxias do Sul: Spectrum, 1990. 172 p. LEPAGE, E.S. (Coord.) - Manual de Preservação de Madeiras. São Paulo, IPT/SICCT, 1986. 2 v. LEPAGE, E.; DE SALIS, A. G. & GUEDES, E. C. R. Tecnologia de proteção da madeira. São Paulo, Montana Química, 2017. 225 p. SANTOS, G. R. V. Otimização da secagem da madeira de Eucalyptus grandis. 2002. 70 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002.
 

Clique para consultar os requisitos para LCF0522

Clique para consultar o oferecimento para LCF0522

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP