Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
 
Ciências Florestais
 
Disciplina: LCF0600 - Empreendedorismo e Inovação Circular em Bioeconomia
Entrepreneurship and circular innovation in bioeconomy

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 75 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2019 Desativação:

Objetivos
a) Proporcionar aos alunos de graduação conceitos fundamentais, metodologias, ferramentas e exemplos de empreendedorismo, transformando idéias em valor e negócios sustentáveis. b) Criar condições para que os alunos utilizem conceitos e exemplos de outras disciplinas, a partir de uma visão transdisciplinar para lhes dar suporte e criar condições para que os mesmos desenvolvam uma visão empreendedora.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2801928 - Weber Antonio Neves do Amaral
 
Programa Resumido
Conceito de empreendedorismo, fundamentos da inovação, metodologias e ferramentas associadas a elaboração de planos de negócios, conceito da economia circular e oportunidades em bioeconomia, estratégias de tradução de ideias em negócios circulares e novos modelos de negócios.
 
 
 
Programa
Aula 1. Empreeendedorismo: conceitos fundamentais, liderança, competências, ambientes para empreender e mudanças de comportamento; Aula 2. Empreendedorismo e inovações: sociais, tecnologias, de impacto e de valor; Aula 3. Processos de transformação de ideias em projetos e novos negócios: conceitos e práticas; Aula 4. Metodologias e elaboração de modelos e planos de negócios: BMG, VPC, Design Thinking, gamificaçāo e outras metodologias; Aula 5. Financiamento e investimentos: anjos, crowdfunding, venture capital, private equity; Aula 6. Ecossistemas de inovação, start-ups, aceleradoras e corporate vendure; Aula 7. Atores-chave, organizações, e instituições associadas ao empreendedorismo e inovação; Aula 8. Empreendedorismo: casos e exemplos em bioeconomia: da agricultura, florestas, biodiversidade e outras áreas afins; Aula 9. Identificando e capturando o valor empreendedor: estratégias, metodologias e ferramentas; Aula 10 e Aula 11. Conceitos e oportunidades para empreender em economia circular; Aula 12 a 15. Elaboração, estruturação e apresentação de planos de negócios e modelos de negócios circulares.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Apresentação de seminário individual; relatórios de progresso da elaboração do plano de negocio, elaboração; apresentação de um vídeo em grupo e redação final do projeto de empreendedorismo.
Critério
Pesos iguais para todas as entregas, sendo a média final obtida pela somatória das notas de cada atividade dividida pelo numero de atividades avaliadas, ou seja media aritmética.
Norma de Recuperação
Uma prova teórica abrangendo toda a matéria lecionada. A nota desta prova é somada à média final da avaliação normal. A média simples dos dois valores, se superior a 5,0 implicará na aprovação do aluno. Caso contrário, o aluno será considerado reprovado.
 
Bibliografia
     
Literatura Básica: ANTONELLO, C. S. A metamorfose da aprendizagem organizacional: Uma revisão crítica. In: RUAS, R. L.; ANTONELLO, C. S.; BOFF, L. H. (Org.). Os novos horizontes da gestão: aprendizagem organizacional e competências. Porto Alegre: Bookman, 2005, p. 12-33. ASHOKA EMPREENDEDORES SOCIAIS; MACKISEY E CIA. INC. Empreendimentos sociais sustentáveis. São Paulo: Peirópolis, 2001. BARON, R. A.; SHANE, S. A. Empreendedorismo: Uma visão do processo. São Paulo: Thomson Learning, 2007. BITTENCOURT, Ibsen Mateus et al. Empreendedorismo Social, seus pressupostos e sua aplicação no desenvolvimento de competências.CIAIQ2015, v. 3, 2015. Denzin, N.; Linconly, Y (eds). Handbook of Quatutatuve Research. Thousand Oaks, DEES, J. Gregory. Enterprising nonprofits. Harvard Business Review, v. 76, n. 1, p. 55, 1998a January-February 1998. Disponível em: . Acesso em 22 Mar. 2014. FLEURY, A.; FLEURY, M. Estratégias empresariais e formação de competências: um quebra-cabeça caleidoscópico da indústria brasileira. São Paulo: Atlas, 2000. GEM - Global Entrepreneurship Monitor. Empreendedorismo no Brasil 2004: sumário executivo. (2005). Disponível em: http://www.ibqp.org.br/img/projetos/downloads/arquivo_20110920163934.pdf Acesso em 25 abr. 2013. KITCHENHAM, B. Procedures for performing systematic reviews, TR/SE-0401, Department of Computer Science, Keele University, 2004, Keele, Staffs, UK. KURATKO, D. 2005. The emergence of entrepreneurship education: Development, trends, and challenges. Entrepreneurship: Theory and Practice, 29: 577-597. LE BOTERF, Guy. Desenvolvendo a competência dos profissionais. Porto Alegre: Artmed, 2003. MAN, T. W., LAU, T., & CHAN, K. F. 2002. The competitiveness of small and medium enterprises: A conceptualization with focus on entrepreneurial competencies. Journal of Business Venturing, 17: 123-142. McCLELLAND, D. C. Testing for Competence rather than intelligence. American Psychologist, v. 28, n. 1, 1973. http://dx.doi.org/ 10.1037/h0034092 MELO NETO, Francisco Paulo de; FRÓES, César. Empreendedorismo social: a transição para a sociedade sustentável. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2002. MILLER, Toyah L.; WESLEY, Curtis L.; WILLIAMS, Denise E. Educating the minds of caring hearts: Comparing the views of practitioners and educators on the importance of social entrepreneurship competencies. Academy of Management Learning & Education, v. 11, n. 3, p. 349-370, 2012. OLIVEIRA, Edson. Empreendedorismo social no Brasil: atual configuração, perspectivas e desafios – notas introdutórias. Revista FAE Curitiba. (2004) Disponível em: http://www.fae.edu/publicacoes/pdf/revista_da_fae/fae_v7_n2/rev_fae_v7_n2_02.pdf Acesso em 16 mar. 2013. SILVA, Amalin Vieira da. Como empreendedores sociais constroem e mantêm a sustentabilidade de seus empreendimentos. (2009). Dissertação de Mestrado da Fundação Getúlio Vargas. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/8788/1418703.pdf?sequen ce=1 Acesso em 10 abr. 2013. VASCONCELOS, Alexandre; LEZANA, Álvaro. Modelo de ciclo de vida de empreendimentos sociais. Revista de Administração Pública. (2012). Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034- 76122012000400007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Acesso em 16 mar. 2013. ZAHRA, Shaker A.; et. al. A typology of social entrepreneurs: motives, search processes and ethical challenges. Journal of Business Venturing, v. 24, n. 5, p. 519- 532, Sept. 2009. ZAMPIER, Marcia. Desenvolvimento de competências empreendedoras e processos de aprendizagem empreendedora: estudo de casos de MPE´s do setor educacional. (2010). Dissertação da Universidade Federal do Paraná do Programa de Pós-Graduação em Administração. Disponível em: Acesso em 01 Jul 2014. Literatura Complementar: • O Livro Negro do Empreendedor, de Fernando Trias de Bes • De Zero a Um: O que aprender sobre empreendedorismo com o Vale do Silício, de Peter Thiel • A Hora da Verdade, de Jan Carlzon • Rework, 'Jason Fried e David Heinemeier Hansson
 

Clique para consultar os requisitos para LCF0600

Clique para consultar o oferecimento para LCF0600

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP