Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
 
Economia Administração e Sociologia
 
Disciplina: LES0129 - Sociologia e Extensão
Sociology and Extension

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2020 Desativação:

Objetivos
Fornecer aos alunos elementos para a compreensão da evolução da agricultura brasileira, em suas dimensões histórica, econômica, social e política; e da estrutura fundiária brasileira. Pretende-se também oferecer aos alunos elementos para a reflexão sobre o lugar da agricultura nas sociedades contemporâneas a partir dos processos de modernização, industrialização e urbanização e a questão da sustentabilidade. Entender o estágio atual da ciência, tecnologia e inovação da agricultura no Brasil e discutir a perspectiva de iniciativas agrícolas alternativas, políticas públicas e os possíveis caminhos de seu futuro. Apresentar os fundamentos da extensão rural e do processo de difusão de inovações.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
5594340 - Adalmir Leonidio
325635 - Antonio Ribeiro de Almeida Junior
1261309 - Paulo Eduardo Moruzzi Marques
 
Programa Resumido
1. Sociologia e sociologia rural. 2. História da Agricultura Brasileira. 3. A experiência histórica da extensão rural no Brasil. 4. Relações sociais no campo. 5. Inovação tecnológica, desenvolvimento e sustentabilidade. 6. A extensão rural e as novas formas de produção agrícola. 7. O futuro da agricultura brasileira.
 
1. Sociology and rural sociology. 2. History of Brazilian Agriculture. 3. The historical experience of the rural extension in Brazil. 4. Social relations in countryside. 5. Technological innovation, developing and sustainability. 6. Rural extension and the new types of agricultural production. 7. The future of Brazilian agriculture.
 
 
Programa
1. História da agricultura. Lei de terras. Reforma agrária. 2.Estrutura fundiária no Brasil contemporâneo 3. Êxodo rural e questão urbana. 4.Atores sociais no campo. A luta pela terra. 5.Populações tradicionais, quilombolas e indígenas. 6. Progresso técnico–modernização. Desenvolvimento e Sustentabilidade. 7.Agricultura familiar, políticas públicas e desenvolvimento rural sustentável. 8. Ciência, Tecnologia e inovação na agricultura. 9. A extensão rural no Brasil, origens e trajetória. Conceitos de ATER (Assistência Técnica e Extensão Rural) 10. Agroecologia. Extensão e Conservação Florestal. 11. Teoria de ensino aprendizagem. 12. Comunicação rural. Teoria da adoção e difusão de tecnologia. 13. Métodos de extensão rural e assistência técnica e de organização rural.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Duas provas; uma intermediária e outra final.
Critério
A nota final consiste na média das provas e trabalho(s), com pesos a critério do professor
Norma de Recuperação
Uma prova escrita sobre toda matéria lecionada.
 
Bibliografia
     
Literatura Básica - Sociologia CHAUÍ, M. A universidade operacional. Dsiponível em: http://www2.unifap.br/borges/files/2011/02/A-Universidade-Operacional-Marilena-Chau%C3%AD.pdf COSTA, Emilia Viotti. Da monarquia a República: momentos decisivos. LECH, SP, 1979. Cap. IV Política de Terras no Brasil e nos Estados Unidos. FERNANDES, Bernardo Mançano. Brasil: 500 anos de luta pela terra. Revista Vozes Maio de 1999. LUTZENBERGER, J. A. O absurdo da agricultura. Estudos avançados, 15(43) p.61-74 Set-Dez. 2001. SANTOS, B.S. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. São Paulo: Cortez, 1996. Literatura – Complementar - Sociologia ABRAMOVAY, R. Uma nova extensão rural para a agricultura familiar. 1998 (mimeo). ALTIERI, M. Agroecologia. Ed. UFRGS. Porto Alegre, 1998. BAZOTTI, A., CINTRA, A.P.U.e NAZARENO, L.R. A influência de ser colono na percepção dos assentados: um estudo exploratório. Reforma agrária em processo. Quatro estudos empíricos. Especial Concurso Josué de Souza.p.69-92. BRANDÃO, C.R. Tempos e espaços nos mundos rurais do Brasil. Ruris: Revista do Centro de Estudos Rurais CERES-IFCH, UNICAMP. vol.1, nº 1, março de 2007, p.36-44. BRYM, Robert J. [et al.] Sociologia; sua bússola para um novo mundo. São Paulo Thomson Learning, 2006 (Cap 10-Política). CANDIDO, A. Os parceiros do Rio Bonito: Estudo sobre o caipira paulista e a transformação dos seus meios de vida. 3ª Parte. Rio de Janeiro. 1990. Cap. 12. p. 127-141. CASTRO, Antonio Barros de Sete Ensaios Sobre a Economia Brasileira. Cap 2: Agricultura e Desenvolvimento no Brasil. Forense, Rio, 1988. DAVIS, Mike. Planeta favela. São Paulo: Boitempo, 2011. FERREIRA, Ângela Duarte Damasceno “Processos e sentidos sociais do rural na contemporaneidade”, Estudos-Sociedade e Agricultura, n. 18, abr. 2002. GALJART, B. Difusão cultural, modernização esubdesenvolvimento. In: SZMRECSANYI, T. e QUEDA, O. Vida rural e mudança social. São Paulo, Cia Ed. Nacional, 1979 (3ª ed.) pp. 57-65. LACERDA, T.F.N. e MARQUES, P. E. M. Agricultura Orgânica, representação territorial e reprodução social da Agricultura Familiar. RURIS-Revista do Centro de Estudos Rurais da UNICAMP/IFCH v.2 n.2 (2008). pp 137-158. LAMARCHE, Hugues (coord.), A agricultura familiar. Comparação internacional, Campinas: Editora da UNICAMP, 1993. MARTINS, J.S. O Futuro da Sociologia Rural e sua contribuição para a qualidade de vida rural. Estudos avançados, 15 (43) 2001). MORUZZI MARQUES, Paulo Eduardo; MOAL, Marcos Le; ANDRADE, Ana Gianfrancesco. Freire. “Programa de aquisição de alimentos (PAA) no estado de São Paulo: agricultura de proximidade em questão”. Ruris v. 8, Campinas: UNICAMP, 2014, p. 63-89. MORUZZI MARQUES, P. E. “Críticas e justificações em torno da soberania alimentar: fundamentações com vistas a um sistema agroalimentar justo”. Reforma Agrária, v. 1, Brasília: ABRA, 2014. NOZOE, Nelson. Sesmarias e Apossamento de Terras no Brasil Colônia. Revista Economia Set/Dez - 2006 (FEA-USP). PERROT, D. Quem impede o desenvolvimento circular? (desenvolvimento e povos autóctones: paradoxos e alternativas), P.218-232. PORTO-GONÇALVES, Carlos Walter. “A nova questão agrária e a reinvenção do campesinato: o caso do MST”, OSAL, n. 16, jan./abr. 2005. QUEIROZ, R. S. Caipiras Negros no Vale do Ribeira: Um Estudo de Antropologia Econômica. 2. ed. – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006. p. 21-27; 101-112. SAUER, S.; LEITE, S.P. Expansão agrícola, preços e apropriação da terra por estrangeiros no Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, vol 50, n3, 2012. SILVA, Lígia Osório “Terras devolutas e latifúndio: efeitos da Lei de 1850”. Editora da UNICAMP, Campinas S.P., 1996. 373 pp. ISBN 85-268-0368-9. SORJ, B. Estado e classes sociais na agricultura brasileira. Rio de Janeiro, Zahar, 1980. SORJ, B. & WILKISON, J. Processos sociais e formas de produção na agricultura brasileira. In: ALMEIDA, M.H.T. & SORJ, B. Sociedade e política no Brasil pós-64. São Paulo, Brasiliense, 1983. pp. 85-92. SZMRECSANYI, T. Pequena história da agricultura no Brasil. São Paulo, Contexto, 1990. VEIGA, José Eli da ttp://www.ecoterrabrasil.com.br/home/index.php?pg=ecoentrevistas&tipo =temas&cd=1346. Literatura Básica - Extensão Rural ASBRAER. Assistência técnica e Extensão Rural no Brasil: Um debate nacional sobre as realidades e novos rumos para o desenvolvimento do país. Brasilia, DF. ASBRAER, 2014. 88p. CAPORAL, F.R. & RAMOS, L. DE F. Da Extensão Rural Convencional à Extensão Rural para o Desenvolvimento Sustentável: Enfrentar Desafios para Romper a Inércia. Brasília, Setembro 2006, 23 p. FREIRE, P. Extensão ou comunicação? 6 ed. Petrópolis: Vozes, 1982, 93 p. LUCAS, A. Porque os agricultores não adotam as novas idéias? Piracicaba, Deas, 2008, 4 p. (Texto preparado para uso na disciplina de Sociologia e Extensão). TAVARES, M.A.; BRANDÃO, I.M. DE M.; SOARES, M.H. P.; SILVA, M.H.A.Da. Metodologia Participativa de Extensão Rural para o Desenvolvimento Sustentável –MEXPAR. Internet, acesso em 15/06 2011. www.paulofreire.org/pubFPF2008TrabalhomariaAuxiladora Carvalho.doc ZARNOTT, A.V.; DALBIANCO, V.P.; NEUMANN, P.S.; FIALHO, M.A.V. Avanços e retrocessos na política de extensão rural brasileira: análise critica sobre a ANATER. Rev.Fac. Agron. La Plata, Arg.: 116(número especial) Extension Rural, 107-109, 2017. Brasil. Ministério do Desenvolvimento Agrário. Fundamentos teóricos, orientações e procedimentos metodológicos para a construção de uma pedagogia de ATER. Brasilia:MDA/SAF, 2010.45p. Literatura Complementar - Extensão Rural BURKE, T. J. Por uma revolução de qualidade no ensino. Invertendo o Paradigma. Petrópolis, Vozes, 2009, 190. CAPORAL, F.R. & COSTABEBER, J. A. Agroecologia: Princípios e Conceitos, Brasília. 2004. 24p. DIAZ BORDENAVE, J.E. O que é Comunicação Rural. 15a. ed. São Paulo, Brasiliense, 1992. 105p. (Coleção primeiros passos). GIACOMINI FILHO, G. ET AL. Difusão de inovações: apreciação crítica dos estudos de Rogers, Porto Alegre, Rev. FAMECOS (33):41-7, 2007. MAZOYER, M. & ROUDART, L. História das agriculturas no mundo do neolítico à crise contemporânea, 2010. MUSSOI, E. M. Extensão Rural: Uma contribuição ao seu repensar. Rev. Centro Ciências. Rurais, Santa Maria, RS, 15(1): 37-50, 1985. OLINGER, G. Ascensão e decadência da extensão rural no Brasil. Florianópolis: EPAGRI, 1966. 523 P. ROGERS, E. M. Diffusion of innovations. 5ed.Nova York: Free Press, 2003.
 

Clique para consultar os requisitos para LES0129

Clique para consultar o oferecimento para LES0129

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP