Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
 
Economia Administração e Sociologia
 
Disciplina: LES0270 - Economia Política
Political Economics

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 90 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2011 Desativação:

Objetivos
O objetivo da disciplina é apresentar as idéias dos principais pensadores econômicos da antiqüidade até o século XIX, destacando seus conceitos e contribuições mais relevantes, sua visão do contexto histórico em que viveu e como influenciou na evolução econômica posterior a sua obra. Assim, a disciplina irá introduzir o aluno na discussão da evolução teórica de economia e na análise histórica dos impactos da adoção destas idéias e teorias.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
643773 - Eliana Tadeu Terci
 
Programa Resumido
1 -Metodologia da Economia e as Escolas de Pensamento: 2 - Pensamento econômico na Antiquidade (Grécia e Roma) e na Idade Média. 3 -Pensamento Econômico no limiar do capitalismo. 4 -A análise clássica e a crítica ao mercantilismo e aos fisiocratas: 5 - Socialistas, Reformistas e Evolucionistas; 6 - Karl Marx, a crítica marxista e o paradigma da evolução contraditória. 7 - O surgimento da análise marginal e da teoria subjetiva do valor em resposta aos clássicos. 8 - Primeira Escola Austríaca. 9 - Início da Microeconomia: 10 -Escola Histórica Alemã. 11 - Economia Institucional. 12 -Teoria Monetarista Sueca, Inglesa e Austríaca. 13 - Um balanço do pensamento econômico do século XIX
 
Economics methodology and Schools of Thought; Economic thought in Antiquity; Economic Thought at the dawn of capitalism; The classic analysis and criticism to mercantilism and the Physiocrats; The Marxist criticism and the contradictory evolution paradigm; Marginal analysis and value subject theory emergence to the classics; German Historical School; Institutional Economics: Veblen and Galbraith; Hilferding, Lenin and other Marxists; Recent Marxist authors and their influence in Latin America.
 
 
Programa
Metodologia da Economia e as Escolas de Pensamento: a)Economia como ciência; b)economia e Ideologia. 2 - Pensamento econômico na Antiquidade (Grécia e Roma) e na Idade Média. 3 -Pensamento Econômico no limiar do capitalismo: a) mercantilistas b) fisiocratas. 4 -A análise clássica e a crítica ao mercantilismo e aos fisiocratas: a) Adam Smith e a teoria da riqueza das nações; b) David Ricardo a teoria do valor trabalho; c) Malthus e e distribuição de renda; d) Stuart Mill: produção e distribuição. 5 - Socialistas, Reformistas e Evolucionistas; 6 - Karl Marx, a crítica marxista e o paradigma da evolução contraditória: a) Teoria do Valor; b) contradições;c) dinâmica do capitalismo. 7 - O surgimento da análise marginal e da teoria subjetiva do valor em resposta aos clássicos. a) Jevons e utilidade; b)Walras e a teoria do equilíbrio geral; b) Marshall e a teoria neo-clássica; c)Wilfredo Pareto. 8 - Primeira Escola Austríaca: Menger, Von Wieser e Bohm – Bawerk. 9 - Início da Microeconomia: Cournot, Dupuit, Von Thünen. 10 -Escola Histórica Alemã. 11 - Economia Institucional: Veblen e Galbraith. 12 -Teoria Monetarista Sueca, Inglesa e Austríaca. 13 - Um balanço do pensamento econômico do século XIX
 
 
 
Avaliação
     
Método
Os alunos serão avaliados através de participação na aula, atividades de interpretação de textos, trabalhos em grupo feitos em sala de aula, apresentação de seminários e textos sobre os autores e um texto em forma de artigo científico em que deverá mostrar se as idéias de determinado autor estão sendo usadas hoje e como.
Critério
Média =(S+E+T)/3 (maior ou igual a 5).
onde: S = Seminário
E = Exercícios em aula
T = Texto final
Norma de Recuperação
Uma prova com toda a matéria lecionada
 
Bibliografia
     
ARAÚJO, CARLOS ROBERTO VIEIRA (1995). História do Pensamento Econômico - Uma abordagem introdutória. SP, Ed. Atlas. BUCHHOLZ, Tood. Novas Idéias de Economistas Mortos. São Paulo, Editora Record, 2000. BIANCHI, ANA MARIA. Muitos Métodos é o Método. Revista de Economia Política, Vol 12, no. 2, Abril-Junho de 1992. BIANCHI, ANA MARIA. Metodologia da Economia. IPE-USP, 1998. Brue, S. – História do pensamento Econômico. São Paulo. Thomson Pioneira. 2004. CARNEIRO, RICARDO (org.) (1997). Os Clássicos da Economia. Ed. Ática, SP. COLEÇÃO OS ECONOMISTAS. Abril Cultural, 1982 – 84. DOBB, MAURICE (1981). A Evolução do Capitalismo. ZAHAR Editores, RJ. FEIJÓ, Ricardo. História do Pensamento Econômico. São Paulo. Editora Atlas.2001. GALA, PAULO E REGO, JOSÉ MÁRCIO. A História do Pensamento Econômico como Teoria e Retórica. São Paulo, Editora 34, 2003. GALBRAITH, J.K. (1982). O Novo Estado Industrial. Abril Cultural (Os Economistas) - Apresentação e capítulos 1, 2 e 3. GALBRAITH, J.K. (1987). O Pensamento Econômico em Perspectiva - uma história crítica. EDUSP e
Pioneira, SP. HEILBRONER, R.L. (1996). A História do Pensamento Econômico (Os Economistas). HUBERMAN, LEO (1969). História da Riqueza do Homem. ZAHAR Editores, RJ, cap. XI, XII, XVII e XVIII. Hunt,E. K. História do Pensamento Econômico, Rio de Janeiro. Editora Campus, 1981. KALECKI, MICHAL (1980). Crescimento e Ciclo das Economias Capitalistas. ZAHAR Editores, RJ, cap. 8 e 9 (pg. 71 a 101). KEYNES, JOHN MAYNARD (1973). Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda. Editora Atlas, São Paulo. MARX, KARL (1982). Salário, Preço e Lucro. (Os Economistas), pg. 133 a 185. MAX, KARL (1997). O Capital, Livro Primeiro, cap. 1 (Os Clássicos da Economia), pg. 97 a 148. NAPOLEONI, CLAUDIO (1979). O Pensamento Econômico do Século XX. Paz e Terra, RJ. SCHUMPETER, JOSEPH A. (1982). A Teoria do Desenvolvimento Econômico. Ed. Abril Cultural, SP (Os Economistas). Introdução e capítulos 1 e 2. SCHUMPETER, JOSEPH A. (1997). A Instabilidade do Capitalismo (Os Clássicos da Economia), pg. 59 a 97. Screpanti, Ernesto e Zamagni, Stéfano. An outline of the history of Economic Thougt. New York, Oxford University Press, 1995.
 

Clique para consultar os requisitos para LES0270

Clique para consultar o oferecimento para LES0270

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP