Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
 
Produção Vegetal
 
Disciplina: LPV0584 - Produção de Cana e Soja
Sugarcane And Soybean Production

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2016 Desativação:

Objetivos
Proporcionar aos alunos conhecimentos de natureza básica e aplicada sobre as técnicas de produção vegetal das culturas de cana-de-açúcar, mandioca e soja, de maneira a capacitá-los no reconhecimento e diagnóstico de problemas relacionados à produção visando a adoção de medidas que resultem em maior eficiência técnico-econômica do sistema de produção vegetal. Visa também, educar os alunos na adoção e interpretação da nomenclatura técnica inerente aos agronegócios dessas culturas.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
60363 - Edgar Gomes Ferreira de Beauclair
2086021 - Marcos Silveira Bernardes
 
Programa Resumido
Apresentação do programa da disciplina, do sistema de avaliação, do calendário de provas e da bibliografia básica.
Cana-de-açúcar e Soja
Estudo sobre a produção vegetal das principais plantas de interesse nacional produtoras de açúcar (cana-de-açúcar) e de óleo vegetal e farelo rico em proteína (soja), além de agroenergia (etanol e biodiesel). Para cada cultura, abordam-se os seguintes temas: Origem, difusão geográfica e importância da cultura; classificação botânica e descrição agrobotânica; fenologia, melhoramento genético e cultivares; ecofisiologia; preparo da área agrícola; instalação da cultura; condução da cultura; colheita e sistemas de produção.
 
Sugar cane: economic importance, study of the plant, ecophysiology, crop planning and installation, cultural practices of plant cane and ratoon cane, mineral nutrition, liming and fertilization, harvest and cropping systems; Cassava: economic importance, study of the plant, ecophysiology, installation, conduction of the crop; Harvesting and production systems; Soybean: economic importance; Study of the plant (botanical classification, agrobotany description, phenology, breeding and cultivars); Physiological ecology (soil, climate and productivity); Planning and installation of the crop; Cultural practices of sugar and ratoon-cane; Mineral nutrition, liming and fertilizing; Harvest and cropping systems.
 
 
Programa
Cana-de-açúcar e Soja
Apresentação da disciplina e do sistema de avaliação. Visita a canteiros didáticos para primeiros contatos com cana-de-açúcar e soja. Cana-de-açúcar: a) importância econômica; b) estudo da planta (classificação botânica, descrição agrobotânica, fenologia, melhoramento genético e cultivares); c) ecofisiologia (solo, clima e produtividade); d) planejamento e instalação da cultura; e) tratos culturais de cana-planta e cana-soca; f) nutrição mineral, calagem e adubação; g) colheita e sistemas de produção. Soja: a) importância econômica; b) estudo da planta (classificação botânica, descrição agrobotânica, fenologia, melhoramento genético e cultivares); c) ecofisiologia (solo, clima e produtividade); d) planejamento e instalação da cultura; e) tratos culturais de cana-planta e cana-soca; f) nutrição mineral, calagem e adubação; g) colheita e sistemas de produção.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Por meio da aplicação de 2 (duas) Provas Abrangentes.
Primeira Prova Abrangente (P1): Será aplicada na sétima semana do 2º semestre letivo após o lecionamento das culturas de mandioca e soja. Abordará todo o assunto relativo às culturas de mandioca e soja, de acordo com o programa analítico descrito anteriormente.
Segunda Prova Abrangente (P2): Será aplicada na décima quinta semana do 2º semestre letivo após o lecionamento da cultura da cana-de-açúcar. Abordará todo o assunto relativo à cultura da cana-de-açúcar, de acordo com o programa analítico descrito anteriormente.
Critério
Cálculo da Nota Final (NF):NF = (P1 + P2) / 2 NF = nota final.
P1 = nota obtida na prova abrangente 1 (mandioca e soja).
P2 = nota obtida na prova abrangente 2 (cana-de-açúcar).
Limite MÁXIMO de faltas: 4 (quatro)
É aprovado na disciplina, o aluno que obtiver nota final igual ou superior a 5,0 (cinco) e apresentar freqüência regimental mínima de 70% (setenta por cento).
7. PROVA DE REPOSIÇÃO:Não haverá prova de reposição.
Norma de Recuperação
Através da realização de uma única prova abrangente, abordando a matéria integral da disciplina. A nota final será a média aritmética entre a nota obtida na disciplina e a nota obtida na prova de recuperação.
 
Bibliografia
     
Cana-de-açúcar
CAMARA, G.M.S.; OLIVEIRA E.A.M. Produção de cana-de-açúcar. Piracicaba: ESALQ/USP, Departamento de Agricultura, FEALQ, 1993.
CASAGRANDE, A. A. Tópicos de morfologia e fisiologia da cana-de-açúcar. Jaboticabal: FUNEP, 1991. 157 p.
CESNIK, R.; MIOCQUE, J. Melhoramento da cana-de-açúcar. Brasília-DF: Embrapa Informação Tecnológica. 307 p. 2004.
FERNANDES, A. C. Cálculos na agroindústria da cana-de-açúcar. Piracicaba: STAB. 2ª edição. 240 p. 2003.
LANDELL, M. G. A. et al. Variedades de cana-de-açúcar para o Centro-Sul do Brasil.: 14ª liberação do programa cana IAC (1959 – 2004). Marcos Guimarães de Andrade Landell et al. – Campinas: Instituto Agronômico. 33 p. 2004.
MENDONÇA, A. F. Cigarrinhas da cana-de-açúcar: controle biológico. Maceió: Insecta. 317 p. 2005.
MORAES, M. A. F. D.; SHIKIDA, P. F. A. Agroindústria canavieira no Brasil: evolução, desenvolvimento e desafios. Márcia Azanha Ferraz Dias de Moraes, Pery Francisco Assis Shikida (Organizadores). São Paulo: Atlas. 367 p. 2002.
PARANHOS S.B. (coord.) Cana-de-açúcar: cultivo e utilização. Campinas: Fundação Cargill, 1987. 856 p (volumes I e II).
PAYNE, J. H. Operações unitárias na produção de açúcar de cana. São Paulo: Nobel: STAB. 245 p. 1989.
PROCÓPIO, S. O.; SILVA, A. A.; VARGAS, L.; FERREIRA, F. A. Manejo de plantas daninhas na cultura da cana-de-açúcar. Viçosa: UFV. 150 p. 2003.

Mandioca
CÂMARA, G.M.S.; GODOY, O.P.; MARCOS FILHO, J.; LIMA, U.A. Mandioca: produção, pré-processamento e transformação agroindustrial. São Paulo, Secretaria da Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia, s/d. 192 p. (Série Extensão Agroindustrial, 4)
CEREDA, M. P. Resíduos da industrialização da mandioca no Brasil. São Paulo: Paulicéia. 174 p. 1994.
CONCEIÇÃO, A.J. A mandioca. São Paulo, Nobel, 1987. 382 p.
LORENZI, J. O. Mandioca. 1 a ed. Campinas: CATI. 116 p. 2003. (Boletim Técnico, 245)

Soja
ARANTES, N. E.; SOUZA, P. I. M. Cultura da soja nos cerrados. Piracicaba, Associação Brasileira para Pesquisa da Potassa e do Fosfato. 1993. 535 p.
CÂMARA, G.M.S. Ecofisiologia da cultura da soja. In: CÂMARA, G.M.S.; MARCOS FILHO, J.; OLIVEIRA, E.A.M. SIMPÓSIO SOBRE A CULTURA E PRODUTIVIDADE DA SOJA, 1. Anais. Piracicaba, 15-18 de julho de 1991. ESALQ/USP, Departamento de Agricultura. FEALQ, Piracicaba, 1992. p. 129-42.
CÂMARA, G.M.S. Soja: produção, pré-processamento e transformação agroindustrial. São Paulo, Secretaria da Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia, s/d. 82 p. (Série Extensão Agroindustrial, 7).
CÂMARA, G.M.S. Soja: tecnologia da produção. Gil Miguel de Sousa Câmara (editor). Piracicaba: G. M. S. Câmara, 1998. 293 p.
CÂMARA, G. M. S. Fenologia da soja. Informações Agronômicas, n. 82, jun./98. Piracicaba, Associação Brasileira para Pesquisa da Potassa e do Fosfato. p. 1-6. 1998.
CÂMARA, G.M.S. Soja: tecnologia da produção II. Gil Miguel de Sousa Câmara (editor). Piracicaba: G. M. S. Câmara, 2000. 450 p.
 

Clique para consultar os requisitos para LPV0584

Clique para consultar o oferecimento para LPV0584

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP