Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
 
Zootecnia
 
Disciplina: LZT0546 - Relações Planta-animal-meio em Ecossistemas de Pastagens
Plant-Animal-Environment Relations in Pastoral Ecosystems

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2007 Desativação:

Objetivos
A disciplina tem por objetivo fornecer embasamento teórico para a compreensão e entendimento dos processos biológicos concorrentes que se sucedem em ecossistemas de pastagens e que determinam e condicionam a dinâmica das respostas observadas em termos de produção de forragem e produto animal. Ao longo do curso serão discutidos conceitos de ecologia de pastagens e do pastejo, de forma a permitir ao aluno vislumbrar o conjunto de fatores que interagem e compõem o ecossistema de pastagens, de forma a tornar claras as oportunidades para manipulação e interferência no sistema através de práticas agronômicas e de manejo.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2085506 - Sila Carneiro da Silva
 
Programa Resumido
3. PROGRAMA RESUMIDO

Durante o curso será apresentado e caracterizado o ecossistema de pastagens de forma geral, seus componentes, a inter-relação e os processos de interação entre eles, a forma e a função das plantas forrageiras, os processos determinantes da produção e do acúmulo de forragem, o processo de pastejo e as relações planta:animal em pastagens, a dinâmica da resposta de plantas forrageiras e animais a manipulações e/ou alterações de meio e manejo, o impacto do uso de fontes externas de alimentos volumosos e concentrados e o uso estratégico de práticas de conservação de forragem no equilíbrio geral e produtividade dos sistemas de produção.
 
The main topics covered by this course are: characterization of pastoral ecosystems in general, its components, the interrelationships and the processes of interaction among them; form and function of forage plants; the determining process of herbage production and accumulation; the grazing process and the plant/animal interface; the dynamics of forage plant and animal responses to management; the impact of external forage and concentrate feedstuffs; and the strategic use of forage conservation practices on the general balance and productivity of pastoral systems.
 
 
Programa
1. O ecossistema de pastagens:
Apresentação e caracterização;
Componentes integrantes (meio, planta e animal);
Visão geral dos processos biológicos relacionados com a produção vegetal e animal;
Inter-relação e interações entre componentes;
Relação entre componentes e seu arranjo na determinação e caracterização de sistemas de produção animal a pasto;
Conceito de produtividade animal em pastagens (produção por animal x taxa de lotação);
Visão global e panorama do programa da disciplina ao longo do semestre.
2. A planta forrageira:
Forma e função;
Aspectos de morfologia e fisiologia relevantes ao desenvolvimento e biologia das plantas;
Transformação da energia luminosa em energia química (tecidos vegetais);
Conceitos de índice de área foliar (IAF), área foliar remanescente, reservas orgânicas e sua relação com rebrota, produção e longevidade da pastagem;
Formas de perenização (vegetativa e reprodutiva);
Perfilhamento/brotação;
Conceitos de resistência ao pastejo como caracterizados pelos componentes tolerância e preterimento ao pastejo;
Conceitos relativos à plasticidade fenotípica de plantas forrageiras em pastagens;
Ciclos dinâmicos de produção por indivíduo e pela comunidade de plantas no pasto;
Fluxo de tecidos e dinâmica populacional de perfilhos;
Mecanismo de compensação tamanho/densidade populacional de perfilhos;
Conceitos relativos a estrutura do pasto e sua interação com a produtividade das plantas forrageiras sob diferentes regimes de desfolha;
Caráter tampão dos processos biológicos determinantes e condicionadores da produção de forragem em pastagens.
3. O processo de pastejo:
Definição e caracterização;


Importância do consumo voluntário na determinação do potencial de produção animal de uma pastagem;
Conceituação de qualidade ou valor alimentar de uma forragem;
Aspectos reguladores e determinantes do controle do consumo em animais e sua relação com situações em pastagens;
Fatores componentes do consumo de forragem em pastejo e sua relação com a anatomia do aparato bucal e espécie animal;
Descrição mecanística da atividade de pastejo;
Relação entre características estruturais do pasto e o consumo voluntário de forragem por animais em pastejo (relação planta:animal);
Relação desempenho individual vs produção de produto animal por unidade de área (eficiência de colheita da forragem produzida e acumulada);
Importância do controle das características estruturais do pasto para assegurar eficácia e eficiência de práticas agronômicas e de manejo implementadas;
Formas de monitoramento do pasto para fins de tomada de decisões relacionadas com o manejo da desfolha;
métodos de pastejo (conceituação filosófica em termos de estrutura do pasto e controle do processo de colheita de forragem pelo animal)
relação entre os métodos de pastejo e o perfil da desfolha efetuada em perfilhos ou plantas individuais no pasto
necessidade de níveis diferenciados de controle e monitoramento para diferentes métodos de pastejo;
4. Uso estratégico de práticas de conservação de forragem:
Justificativa filosófica para a necessidade potencial do uso de técnicas de conservação de forragem (estrutura do pasto vs relação suprimento x demanda do sistema);
Impacto sobre a estrutura e produção do pasto e sobre a produtividade biológica do sistema de produção;
Potencial para associação entre as práticas de pastejo e conservação;
5. Uso de alimentos suplementares volumosos e concentrados:
Efeito de substituição - definição e conceituação;
Relação com o valor nutritivo da forragem produzida no pasto e com o potencial produtivo e estado fisiológico dos animais;
Parâmetros para o uso racional de alimentos concentrados em situações de pastagens;
Impactos de curto, médio e longo prazos sobre a produtividade animal em pastagens e sobre o desempenho individual dos animais.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Durante o curso será apresentado e caracterizado o ecossistema de pastagens de forma geral, seus componentes, a inter-relação e os processos de interação entre eles, a forma e a função das plantas forrageiras, os processos determinantes da produção e do acúmulo de forragem , o processo de pastejo e as relações planta:animal em pastagens, a dinâmica da resposta de plantas forrageiras e animais a manipulações e/ou alterações de meio e manejo, o impacto do uso de fontes de alimentos volumosos e concentrados e o uso estratégico de práticas de conservação de forragem no equilíbrio geral e produtividade dos sistemas de produção.
Critério
As avaliações terão um total máximo de 10 pontos possíveis e apresentarão pesos diferenciados, a saber 20%, 20% e 60% para a primeira, segunda e terceira provas, respectivamente. A média geral final será a média ponderada calculada a partir dos pesos mencionados.
Norma de Recuperação
A disciplina não oferecerá recuperação
 
Bibliografia
     
CARVALHO, P.C.F.; RODRIGUES, L.R.A. Potencial de exploração integrada de bovinos e outras espécies para utilização intensiva de pastagens. In: SIMPÓSIO SOBRE MANEJO DA PASTAGEM, 13, Piracicaba, 1996. Anais. Piracicaba: FEALQ, 1996. p.275-302.
Da SILVA, S.C.; PEDREIRA, C.G.S. Fatores condicionantes e predisponentes da produção animal a pasto. In: SIMPÓSIO SOBRE MANEJO DA PASTAGEM, 13, Piracicaba, 1996. Anais. Piracicaba: FEALQ, 1996. p.97-122.
Da SILVA, S.C.; PEDREIRA, C.G.S. Princípios de ecologia aplicados ao manejo da pastagem. In: SIMPÓSIO SOBRE ECOSSISTEMA DE PASTAGENS, 3, Jaboticabal, 1997. Anais. Jaboticabal: FUNEP, 1997. p.1-62.
Da SILVA, S.C.; PEDREIRA, C.G.S. Suplementação volumosa no pastejo rotacionado. In: SIMPÓSIO SOBRE MANEJO DA PASTAGEM, 14, Piracicaba, 1997. Anais. Piracicaba: FEALQ, 1997. p.317-327.
Da SILVA, S.C.; PASSANEZI, M.M.; CARNEVALLI, R.A.; PEDREIRA, C.G.S.; FAGUNDES, J.L. Bases para o estabelecimento do manejo de Cynodon spp. para pastejo e conservação. In: SIMPÓSIO SOBRE MANEJO DA PASTAGEM, 15, Piracicaba, 1998. Anais. Piracicaba: FEALQ, 1998. p.129-150.
HODGSON, J. Grazing management – science into practice. Essex: Longman Scientific & Technical, 1990.
Da SILVA, S.C. & SBRISSIA, A.F. A planta forrageira no sistema de produção. In: SIMPÓSIO SOBRE MANEJO DA PASTAGEM, 17, Piracicaba, 2000. Anais. Piracicaba: FEALQ, 2000. p. 71-88.
MATTOS, W.R.S. et al. A Produção Animal na Visão dos Brasileiros. Anais do Simpósio sobre Manejo da Pastagem durante a 38a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, Julho 2001. Piracicaba, SP, p. 731-879, 927p.

DA SILVA, S.C. & CORSI, M. 2003. Manejo do pastejo. In: A.M. Peixoto; J.C. de Moura; S.C. da Silva & V.P. de Faria. Eds. Anais do 20o Simpósio sobre o Manejo da Pastagem, FEALQ, Piracicaba-SP, 155-186, 354 p.

DA SILVA, S.C. & SARMENTO, D.O.S. 2003. Consumo de forragem sob condições de pastejo. In: Anais do Simpósio sobre Volumosos na Produção de Ruminantes, 1 ed. FUNEP, Jaboticabal-SP, 101-122.
Da Silva, S.C. 2004. Fundamentos para o manejo do pastejo de plantas forrageiras dos gêneros Brachiaria e Panicum. Anais do 2o Simpósio sobre Manejo Estratégico da Pastagem, Viçosa, MG, 347-385.
Da Silva, S.C. 2006. Comportamento animal em pastejo. Anais do 23o Simpósio sobre o Manejo da Pastagem, Piracicaba, FEALQ, Piracicaba, SP, 221-248, 520p.
Da Silva, S.C. & Nascimento Jr., D. 2006. Ecofisologia de plantas forrageiras. Anais do 3o Simpósio sobre Manejo Estratégico da Pastagem, Viçosa, MG, 01-42.


 

Clique para consultar os requisitos para LZT0546

Clique para consultar o oferecimento para LZT0546

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP