Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Museu de Arte Contemporânea
 
Museu de Arte Contemporânea
 
Disciplina: MAK0144 - Interpretação Patrimonial: Museu, Cultura e Sociedade
Heritage interpretation: museum, culture and society

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 45 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2018 Desativação:

Objetivos
Analisar as relações entre o patrimônio histórico e artístico, a educação, a comunicação e os museus sob o ponto de vista da valorização da identidade e memória, do direito e das políticas públicas. Permitir a reflexão sobre o papel da interpretação patrimonial no processo de sensibilização para a preservação do patrimônio. Analisar a informação, a documentação e o registro do patrimônio material e imaterial possibilitando uma comunicação atrativa e eficiente, realizada na presença do objeto. Estimular a compreensão das questões relativas à tradição da interpretação do patrimônio cultural em sua busca pela sinalização do valor único de um determinado bem. Fornecer noções sobre estratégias de preservação do patrimônio cultural.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
122500 - Edson Roberto Leite
 
Programa Resumido
Análise dos processos sociais e sua aproximação com a interpretação do patrimônio histórico e artístico através de elementos da memória e da identidade cultural, especialmente em sua relação com os museus no cenário nacional e regional. Estudo dos contornos ideológicos das políticas públicas de preservação do patrimônio cultural material e imaterial e suas relações com a afirmação de identidades coletivas no Brasil. Análise da constituição de instrumentos no Brasil para a preservação do patrimônio e dos conceitos que nortearam as estratégias de sua proteção. Problematização das questões relativas à preservação e interpretação do patrimônio cultural, especialmente nos museus, como instrumento de formulação de memórias coletivas, expressão de indivíduos ou grupos políticos e sociais. Estudo da atribuição de valor a um determinado patrimônio e da seleção de técnicas de interpretação mais apropriadas para transformá-lo num recurso turístico, educativo e social.
 
 
 
Programa
1. Percurso histórico, princípios e diretrizes conceituais 2. Sociedade e representação: memória e identidade 3. Políticas públicas: o papel do patrimônio cultural 4. Interpretação, preservação e turismo 5. Documentos patrimoniais: cartas e convenções internacionais 6. Patrimônio cultural material 7. Memória cultural no Brasil e na Cidade de São Paulo 8. Patrimônio cultural imaterial 9. Bens registrados no Brasil 10. Museus, coleções e acervos 11. Museologia, patrimônio e identidade 12. Acervos tridimensionais e arte pública 13. Interpretação patrimonial: técnicas de aplicação 14. Processo de comunicação na interpretação e educação patrimonial 15. Tópicos para análise em museologia e interpretação do patrimônio
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas teóricas e práticas; exibição de vídeos; leituras (livros, revistas, periódicos); palestras; exercícios e trabalhos individuais e/ou em grupos.
Critério
Média das provas individuais e dos trabalhos.
Norma de Recuperação
Prova escrita.
 
Bibliografia
     
ABREU, Regina. A fabricação do imortal - memória, história e estratégias de consagração no Brasil. Rio de Janeiro: Rocco, 1996. ARANTES, Antonio Augusto. (Org.). Produzindo o passado: estratégias de construção do patrimônio cultural. São Paulo: Brasiliense, 1984. ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1979. ARGAN, Giulio Carlo. A história da arte como história da cidade. São Paulo: Martins Fontes, 1992. BARCINSKI, Fabiana Werneck (Org.). Sobre a arte brasileira: da pré-história aos anos 1960. São Paulo: Sesc; Martins Fontes, 2014. BARRETTO, Margarita. Turismo e Legado Cultural. São Paulo: Papirus, 2003. BENJAMIN, Walter. A obra de arte na época de sua reprodutibilidade técnica. In: LIMA, Luiz Costa (Org.). Teoria da cultura de massa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990, p. 205-240. BOURDIEU, Pierre; DARBEL, Alain. O amor pela arte: os museus de arte na Europa e seu público. São Paulo: Edusp; Zouk, 2003. BUENO, Eduardo. Brasil: uma história – a incrível saga de um país. 2 ed. São Paulo: Ática, 2003. CANCLINI, Nestor G. Culturas híbridas. São Paulo: EDUSP, 1989. CÂNDIDO, Manuelina Maria Duarte. Gestão de Museus, um Desafio Contemporâneo: diagnóstico museológico e planejamento. Porto Alegre: Mediatriz, 2013. CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. Vol. 1. São Paulo: Paz e Terra, 1999. CAVALCANTI, Maria Laura Viveiros de Castro; FONSECA, Maria Cecília Londres. Patrimônio Imaterial no Brasil: Legislação e Políticas Estaduais. Brasília: Unesco; Educarte, 2008. CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. São Paulo: UNESP; Estação Liberdade, 2001. CHUVA, Márcia; NOGUEIRA, Antônio Gilberto Ramos (Orgs.). Patrimônio Cultural: políticas e perspectivas de preservação no Brasil. Rio de Janeiro: Mauad; Faperj, 2012. CURY, Marília Xavier. Exposição, montagem e avaliação. São Paulo: Annablume, 2005. DANTO, Arthur. Após o fim da arte: a arte contemporânea e os limites da história. São Paulo: Odysseys, 2006. ELIADE, Mircea. O sagrado e o profano: a essência das religiões. São Paulo: Martins Fontes, 2010. ETZEL, Eduardo. O barroco no Brasil. São Paulo: Melhoramentos, 1974. FABRIS, Annateresa (Org.). Modernidade e modernismo no Brasil. Campinas: Mercado de Letras, 1994. FLORÊNCIO, Sônia Rampim; CLEROT, Pedro et al. Educação Patrimonial: histórico, conceitos e processos. Brasília: Iphan; DAF; Cogedip; Ceduc, 2014. FONSECA, Maria Cecília Londres. O patrimônio em processo. Trajetória da política federal de preservação no Brasil. Rio de Janeiro: UFRJ; MINC; Iphan, 2005. GONÇALVES, Lisbeth Rebollo. Entre cenografias: o museu e a exposição de arte no século XX. São Paulo: Edusp; Fapesp, 2004. GRINSPUM, Denise. Educação para o patrimônio: museus de arte e escola, responsabilidade compartilhada na formação de público. 2000. Tese (Doutorado) - Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo. GULLAR, Ferreira. Vanguarda e subdesenvolvimento. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978. HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 1999. HERNÁNDES, Francisca Hernándes. El museo como espacio de comunicación. Gijón: Ediciones Trea, 1998. HOBSBAWM, Eric; RANGER, Terence. A invenção das tradições. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997. JAMESON, Fredric. Pós-Modernismo: a lógica cultural do capitalismo tardio. São Paulo: Ática, 2007. JANCSÓ, István; KANTOR, Íris (Orgs.) Festa: cultura e sociabilidade na América Portuguesa. São Paulo: Imprensa Oficial; Hucitec; EDUSP; FAPESP, 2001. LE GOFF, Jacques. História e Memória. Campinas: Ed. Unicamp, 1996. LEITE, Edson. Turismo Cultural e Patrimônio Imaterial no Brasil. São Paulo: Intercom, 2011. LEITE, Edson; MARQUES, Jane. Patrimônio histórico: turismo cultural e a interface com a divulgação digital. INTERCOM, 2007. Disponível em: . LEMOS, Carlos Alberto Cerqueira. O que é patrimônio histórico. 5 ed. São Paulo: Brasiliense, 2004. LOURENÇO, Maria Cecília França. Os museus acolhem o Moderno. São Paulo: Edusp, 1999. MALHAUX, André. Le musée imaginaire. Lisboa: Edições 70, 2011. MURTA, Stella Maris; ALBANO, Celina (Orgs.). Interpretar o patrimônio: um exercício do olhar. Belo Horizonte: UFMG, 2002. PEDROSA, Mario. Mundo, homem, arte em crise. São Paulo: Perspectiva, 1986. POULOT, Dominique. Uma história do patrimônio no Ocidente. São Paulo: Estação Liberdade, 2009. SETÚBAL, Maria Alice (Coord.). Terra Paulista: trajetórias contemporâneas. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2008. SILVA, Fernando Fernandes da. As cidades brasileiras e o patrimônio cultural da humanidade. São Paulo: Peirópolis; Edusp, 2003. SISEM SP (Org.). Museus: o que são, para que servem? São Paulo: ACAM Portinari; Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, 2011. TOLEDO, Benedito Lima de. São Paulo: três cidades em um século. 3 ed., rev. ampl. São Paulo: Cosac Naify; Duas Cidades, 2004. ZANINI, Walter (Org.). História da arte no Brasil. São Paulo: Instituto Walter Moreira Salles, 1983, 2v.
 

Clique para consultar os requisitos para MAK0144

Clique para consultar o oferecimento para MAK0144

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP