Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto de Matemática e Estatística
 
Matemática
 
Disciplina: MAT1500 - Projetos de Estágio
Training Projects

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 4
Carga Horária Total: 150 h ( Estágio: 100 h , Práticas como Componentes Curriculares = 20 h )
Tipo: Anual
Ativação: 15/07/2024 Desativação:

Objetivos
Promover a elaboração de projetos ou sequências didáticas para serem aplicadas em salas de aula do Ensino Básico, juntamente com os professores regentes das classes envolvidas nos estágios. Realizar,  com base nos projetos elaborados, a supervisão de 100 horas de estágio para cada aluno, envolvendo os professores responsáveis pelas classes de EB na avaliação e discussão dos estágios. Divulgação dos resultados e discussões teóricas destinado a professores(as) de educação básica e estudantes de licenciatura, por meio de evento ou mostra dos trabalhos desenvolvidos na disciplina
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
565095 - Antonio Carlos Brolezzi
 
Programa Resumido
A idéia de projeto é a sala de aula como espaço de investigação; o uso de projetos no ensino de Matemática; questões de metodologia do ensino de Matemática: Resolução de Problemas, Modelagem Matemática, jogos, materiais de manipulação estruturados ou não; Reflexões sobre obstáculo didáticos, aprendizagem significativa, o papel do "erro", avaliação. Elaboração de projetos sobre temas de Matemática do Ensino Básico. Aplicação supervisionada dos mesmos em classes de professores participantes do curso de extensão. Discussão e avaliação coletiva dos resultados.
 
 
 
Programa
A idéia de projeto é a sala de aula como espaço de investigação; o uso de projetos no ensino de Matemática; questões de metodologia do ensino de Matemática: Resolução de Problemas, Modelagem Matemática, jogos, materiais de manipulação estruturados ou não; Reflexões sobre obstáculo didáticos, aprendizagem significativa, o papel do "erro", avaliação. Elaboração de projetos sobre temas de Matemática do Ensino Básico. Aplicação supervisionada dos mesmos em classes de professores participantes do curso de extensão. Discussão e avaliação coletiva dos resultados.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Seminários, discussões em grupos, desenvolvimento de projetos, trabalhos, atividades de estágio supervisionado em escolas. Divulgação dos resultados e discussão teórica em evento no IME destinado a professores(as) de educação básica e estudantes de licenciatura por meio de evento ou mostra dos trabalhos desenvolvidos na disciplina.
Critério
Média ponderada de provas e exercícios.
Norma de Recuperação
Não oferece.
 
Bibliografia
     
MACHADO, N.J. "Educação: Projetos e Valoes", coleção Ensaios Trnasversais, Ed. Escrituras, SP, 2004. 
PERRENOUD, P. "Construir as Competências desde a Escola", Artmed Editora, 1999. 
ABRANTES, P. "Matemática, realidade e trabalho de projeto na escola secundária", in Educação e Matemática, APM, Lisboa, 1989.
D'AMORE, B. "Epistemologia e didática de matemática, coleção ensaios transversais, Ed. Culturas, SP, 2005. 
BROSSEAU, G. "Los diferentes roles del maestro", in Parra, C. e Saiz I. (org) Didática de Matemática: Aportes y reflexiomas, Paides, 1994.
ZABALA A. (org) "Como trabalhar os conteúdos procedimentais em aula", Artmed, Porto ALegre, 1999. 
BICUDO, M.A.V. (org) "Pesquisa em educação matemática: concepções & perspectivas, Ed. UNESP, SP, 1999. 
ABRANTES, et alli (org) "Investigações matemáticas na aula e no currículo", APM, Lisbora, 1999. 
DUVAL, R. "Registros de representações semióticas e funcionamento cognitivo da compreensão em Mateática", in Machado, S.D.A. (org) Aprendizagem em Matemática: Registros de representação semiótica. Campinas: Papirus, 2003; MEC, Brasília 
PCN de 5a a 8a do Ensino Fundamental, 1997 
PCN + 2001 e PCN do ensino médio, 1999; 
SMESP, Orientações Curriculares e Matrizes de referência do Rendimento Escolar, São Paulo, 2007. 
FREIRE Madalena et alli: Avaliação e Planejamento. "A prática educativa em quetões", Instrumentos Metodos lógicos II; Série, Seminários, São Paulo, Espaço Pedagógico; 1997. 
BAUER, Adriana. Formação continuada de professores e resultados dos alunos no SARESP: propostas e realizações. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 4, p. 809-824, dez. 2011.
BARRETO, E. S. de Sá; SOUSA. S. Z. L. Estudos sobre ciclos e progressão escolar no Brasil: uma revisão. Educação e Pesquisa. São Paulo: FEUSP. v. 30, n.1. jan./abr. 2004, pp.31-50. 
MORAES, C.S.V.; ALAVARSE, O.M. Ensino Médio: Possibilidades de Avaliação. In: Educação & Sociedade. Revista do CEDES. Campinas, v.32, n.116, p. 807-838, jul/set, 2011. 
BLASIS, Eloisa de; FALSARELLA, Ana Maria; ALAVARSE, Ocimar Munhoz. Avaliação e aprendizagem: avaliações externas: perspectivas para a ação pedagógica e a gestão do ensino. São Paulo: Cenpec: Fundação Itaú Social, 2013. 
CASASSUS, Juan. Uma nota crítica sobre a avaliação estandardizada: a perda de qualidade e a segmentação social. Sísifo: Revista de Ciências da Educação, n. 9, p. 71-78, maio/ago. 2009. 
FERNANDES, Reynaldo. Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 2007. 26 p. (Série Documental. Textos para Discussão, 26).
BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Educação é a base. Brasília: Ministério da Educação, 2017. 
SÃO PAULO. Conselho Estadual de Educação – CEE/SP. Currículo do Estado de São Paulo. Deliberação CEE N° 169/2019. 
Parecer CNE/CEB nº 22/2009, aprovado em 9 de dezembro de 2009 - Diretrizes Operacionais para a implantação do Ensino Fundamental de 9 (nove) anos.
SÃO PAULO. Conselho Estadual de Educação – CEE/SP. Deliberação CEE 155/2017, de 28 de junho de 2017 e a Indicação 161/2017, de 05 de julho de 2017, que Dispõe sobre avaliação de alunos da Educação Básica, nos níveis fundamental e médio, no Sistema Estadual de Ensino de São Paulo e dá providências correlatas. 
SÃO PAULO. Conselho Estadual de Educação – CEE/SP. Deliberação CEE 186/2020 - Fixa normas relativas ao Currículo Paulista do Ensino Médio, de acordo com a Lei 13.415/2017, para a rede estadual, rede privada e redes municipais que possuem instituições vinculadas ao Sistema de Ensino do Estado de São Paulo, e dá outras providências. 
 

Clique para consultar os requisitos para MAT1500

Clique para consultar o oferecimento para MAT1500

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2024 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP