Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Medicina
 
Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
 
Disciplina: MFT0210 - Iniciação à Pesquisa I - Campo: as Atividades, Os Recursos Terapêuticos e Os Processos Criativos em Terapia Ocupacional
Introduction to Scientific Research I - Activities, Therapeutic Resources and Creative Processes in Occupational Therapy

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 75 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2005 Desativação:

Objetivos
Os estudos e as atividades programadas da disciplina visam possibilitar a iniciação à pesquisa, considerando, a natureza do trabalho científico (utilização de instrumentos de coleta e análise de dados) e visando permitir ao aluno aprofundar temáticas mais próximas ao seu interesse. Trata-se de processo de orientação e o aluno deverá optar entre os seguintes campos temáticos para desenvolver seus estudos:
- As atividades e os recursos terapêuticos utilizados em Terapia Ocupacional;
- Processos criativos e Terapia Ocupacional;
- Atividades Humanas e Produção de subjetividade;
- Terapia Ocupacional, a construção de linguagens e as atividades culturais;
- O corpo, o desenvolvimento da corporeidade, as abordagens corporais, as artes do corpo e as articulações com o campo da Terapia Ocupacional;
- A arte, as atividades expressivas e artísticas, a produção artística e o campo da Terapia Ocupacional;
- Terapia Ocupacional e ações na interface arte e saúde: história, tendências, fundamentação e práticas;
- Acompanhamento terapêutico, prática clínica e ações territoriais em Terapia Ocupacional: estudo teórico ou estudo de casos;
- Intervenção junto a pessoas em situação de desvantagem social no âmbito da Terapia Ocupacional: a construção e o acompanhamento em redes de sustentação.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
93832 - Elizabeth Maria Freire de Araujo Lima
325889 - Erika Alvarez Inforsato
3112891 - Fernanda Stella Risseto Mieto
 
Programa Resumido
Resumo do conteúdo programático:
1. Elaboração de projeto de monografia
2. Estudo da bibliografia específica
 
 
 
Programa
I. Elaboração de projeto de monografia
- Delimitação do tema
- Definição de objetivos
- Definição de procedimentos de coleta e análise de dados
- Redação e apresentação de projeto de monografia

II. Estudo da bibliografia específica

METODOLOGIA:
- orientação individual e/ou grupal;
- leitura e análise de textos;
- seminários temáticos;
- estudos e atividades programadas.
 
 
 
Avaliação
     
Método
- frequência e participação nas orientações;
- estudo da bibliografia recomendada;
- leitura e resumo de textos;
- trabalho escrito: projeto de monografia/plano de estudo.
Critério
- participação e desenvolvimento das atividades programadas
- trabalho escrito: projeto de monografia
Norma de Recuperação
- trabalho escrito: projeto de monografia
- no semestre posterior ao da realização da disciplina
 
Bibliografia
     
GIL, A . C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. S. P., Atlas, 1991.
________ . Como elaborar Projetos de Pesquisa. S. P. Atlas, 1993.
HAGUETTE, T.M.F. Metodologia qualitativa na sociologia. Petrópolis, Ed. Vozes, 1990.
MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento. Pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo- Rio de Janeiro, Hucitec-ABRASCO, 1993.
THIOLLENT, M. Metodologia da Pesquisa-Ação. SP: Cortez – Autores Associados, 1988.
VASCONCELOS, E.M. Complexidade e pesquisa interdisciplinar. Epistemologia e metodologia operativa. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

BIBLIOGRAFIA TEMÁTICA:
BARRETO, K.D. Ética e Técnica no Acompanhamento Terapêutico. São Paulo, Unimarco., 1998.
BARROS, D.D.; GHIRARDI, M.I.G.; LOPES, R.E. (1999) Terapia Ocupacional e sociedade. Rev. de Terapia Ocupacional da USP, v.10, n 2-3, p.69-74.
BRUNELLO,M.I.B.; CASTRO,E.D.; LIMA, E.M.F.A. Atividades Humanas e Terapia Ocupacional in BARTALOTTI, C.C.; DE CARLO, M.M.R.P. (orgs). Terapia Ocupacional no Brasil – fundamentos e perspectivas. São Paulo, Plexus, 2001
CASTRO, E. D. Atividades Artísticas e Terapia Ocupacional – construção de linguagens e inclusão social. (tese) Comunicações e Artes da ECA-USP, São Paulo, 2001.
_________ Habitando campos da Arte e da Terapia Ocupacional: percursos teóricos e reflexões. Rev. de T.O. da USP, V.13, N.1, P.1-8, jan/abr, 2002.
_________. Arte, Corpo e Terapia Ocupacional: aproximações, intersecções e desdobramentos. Rev. de Terapia Ocupacional da USP, v.11, n.1, pp.7-12, 2000.
FERRARI, S.M.L.Terapia Ocupacional espaço da narrativa entre forma e imagem. São Paulo, Rev. CETO, ano 4, n. 4 pp. 06-10, 1999.
FRAYZE-PEREIRA, J.A. O olho d’água: Arte e Loucura em Exposição. São Paulo, Escuta, 1995. GUATTARI, Félix. Caosmose: um novo paradigma estético. Rio de Janeiro, Ed. 34, 1992. (Cap.: “Práticas analíticas e práticas sociais”).
LIMA, E.M.F.A. A utilização de atividades na clínica da psicose: contribuições da Terapia Ocupacional. Rev. Perfil, Assis, v. 12, 1999, pp. 9-27.
______. Clínica e criação: a utilização de atividades em Instituições de Saúde Mental. São Paulo: PUC-SP, 1997. Dissertação de mestrado.
OLIVER, F.C.; TISSI, M.C.; AOKI, M; GHIRARDI, M.I.G.. reabilitação no território: construindo a participação na vida social. Rev. Ter. Ocup. Univ. São Paulo, V. 12, n. 1/3, p. 15-22, jan./dez., 2001
PELBART, P. P. Vida capital: ensaios de biopolítica. São Paulo: Iluminuras, 2003.
RIGHETTI, D. O Limiar da Arte. Rasegna Médica e Cultural, 1970, VIII(4), 44-53.
ROLNIK, Suely. À sombra da cidadania: alteridade, homem da ética e reinvenção da democracia. In: MAGALHÃES, M. C. R. Na sombra da cidade. São Paulo: Escuta, 1995.
SAFRA, G. Face Estética do Self – teoria e clínica. São Paulo, Unimarco, 1999
________. Momentos mutativos em Psicanálise – uma visão winnicottiana. Casa do Psicólogo, 1995. SANT’ANNA, D.B. Corpos de Passagem. São Paulo: Estação Liberdade, 2001.
WINNICOTT, D.W. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro, Imago, 1975.
 

Clique para consultar os requisitos para MFT0210

Clique para consultar o oferecimento para MFT0210

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP