Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Medicina
 
Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
 
Disciplina: MFT0253 - Iniciação à Pesquisa II - Campo: Terapia Ocupacional em Saúde Mental
Introduction to Scientific Research II - Occupational Therapy in Mental Health

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 75 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2005 Desativação:

Objetivos
Os estudos e as atividades programadas da disciplina visam possibilitar a iniciação científica, considerando, por um lado, a natureza do trabalho científico (utilização de instrumentos de coleta e análise de dados) e, por outro, permitir ao aluno aprofundar temáticas mais próximas ao seu interesse. Trata-se de processo de orientação e o aluno deverá optar entre os seguintes campos temáticos para desenvolver seus estudos:
- a inserção da Terapia Ocupacional nas políticas públicas de atenção psiquiátrica e em saúde mental
- a atenção de Terapia Ocupacional em psiquiatria e em saúde mental
- modelos de atenção em saúde mental
- modalidades de atenção em saúde mental
- reabilitação psicossocial
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
88242 - Elisabete Ferreira Mângia
 
Programa Resumido
Resumo do conteúdo programático:
1. Estudo da bibliografia específica
2. Coleta de dados
3. Análise dos resultados
4. Redação final: artigo/monografia

 
 
 
Programa
I. Estudo da bibliografia específica
II. Coleta de dados
III. Análise dos resultados
IV. Redação final: artigo/monografia
 
 
 
Avaliação
     
Método
- frequência e participação nas orientações;
- estudo da bibliografia recomendada;
- leitura e resumo de textos;
- desenvolvimento de trabalho de campo;
- trabalho escrito: artigo/monografia.
Critério
- participação e desenvolvimento das atividades programadas
- trabalho escrito: artigo/monografia

Norma de Recuperação
- trabalho escrito: artigo/monografia
- no semestre posterior ao da realização da disciplina

 
Bibliografia
     
MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento. Pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo- Rio de Janeiro, Hucitec-ABRASCO, 1993.
BIBLIOGRAFIA TEMÁTICA:
BARROS, D. D. Monografias dos alunos de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo entre 1985 a 1992. In: Rev. Ter. Ocup. Univ. São Paulo, v.8, n2/3, p 67-74, maio/dez.,1997.
CENTRO DE DOCÊNCIA E PESQUISA EM TERAPIA OCUPACIONAL. Centro de Docência e Pesquisa em Terapia Ocupacional da FMUSP. 1999. [on line] www.usp.br/fm/to/index.html.
EMMEL, M. L. G.; LANCMAN, S. Quem são os nossos mestres e doutores? O avanço da capacitação docente em Terapia Ocupacional no Brasil. In: Cad. Ter. Ocup. UFSCar, v.7, n.1, p. 29-38, 1998.
LANCMAN, S. A influência da capacitação dos terapeutas ocupacionais no processo de constituição da profissão no Brasil. In: Cad. Ter. Ocup. UFSCar, v.7, n.2, p. 49-57, 1998.
LOPES, R. E. Cidadania, Políticas Públicas e Terapia Ocupacional, no contexto das ações de saúde mental e saúde da pessoa portadora de deficiência, no Município de São Paulo. Campinas: 1999. Tese de Doutorado - Faculdade de Educação da UNICAMP.
LOPES, R.E. A formação do Terapeuta Ocupacional - O currículo: histórico e propostas alternativas. São Carlos: 1991. 241 p. Dissertação (mestrado) - Centro de Educação e Ciências Humanas da Universidade de São Carlos.



 

Clique para consultar os requisitos para MFT0253

Clique para consultar o oferecimento para MFT0253

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP