Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Medicina
 
Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
 
Disciplina: MFT0707 - Atividades e Recursos Terapêuticos: Atividade Lúdica
Activities and Therapeutic Resources: Play

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 45 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2010 Desativação:

Objetivos
o curso visa promover a reflexão acerca do significado e importância da atividade lúdica no desenvolvimento infantil e no cotidiano do ser humano
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
3112891 - Fernanda Stella Risseto Mieto
 
Programa Resumido
estudar a importância do brincar para o ser humano, compreendendo-a como expressão da cultura e reflexo do processo histórico do homem; aprofundamento de conceitos teóricos sobre o tema e significados relacionados à prática da terapia ocupacional. O curso possibilita, também, experimentação e vivências com jogos, brincadeiras e confecção de brinquedos.

 
 
 
Programa
- Clarear os conceitos, significados e função da atividade lúdica, relacionando-os à Terapia Ocupacional.
- Estudar o brincar como expressão da cultura e como reflexo do processo histórico do homem.
- Aprofundar alguns conceitos teóricos sobre o brincar a partir dos estudos de Winnicott e de Vygotsky.
- Estudar a atividade lúdica relacionada às diferentes etapas do desenvolvimento.
- Vivenciar, a partir da experimentação prática em oficinas, de brincadeiras, jogos e confecção de brinquedos.

 
 
 
Avaliação
     
Método
Através da participação em classe nas discussões das leituras feitas e nas oficinas práticas, da elaboração dos relatórios e trabalhos apresentados.
Critério
Através da participação em classe nas discussões das leituras feitas e nas oficinas práticas, da elaboração dos relatórios e trabalhos apresentados.
Norma de Recuperação
- Avaliação: prova ou trabalho sobre temática da disciplina.
- Realização: antes do início do semestre posterior ao da realização da disciplina.

 
Bibliografia
     
-Benjamin, W. Reflexões: a criança, o brinquedo e a educação. SP: Summus, 1969
-Friedmann, A. Brincar: crescer e aprender. O resgate do jogo infantil. SP: Moderna, 1998
-Rosa, S. S. Sobre o brincar e conhecer. In: Brincar, conhecer e ensinar. SP: Cortez, 1998
-Santos, S. M. P. Brinquedo e infância. Um guia para pais e educadores em creche. Petrópolis: Vozes, 2004
-Oliveira, M. K. Vygotsky. Aprendizagem e desenvolvimento. Um processo sócio-histórico. SP: Scipione, 1997
-Heymeyer, U.; Ganem, L. O bebê, o pequerrucho e a criança maior. SP: Memnon, 2004
Parham, L. D.; Fazio, L. S. A recreação na Terapia Ocupacional. SP: Santos, 2002
-Meirelles, R. Giramundo e outros brinquedos e brincadeiras dos meninos do Brasil. SP: 3º Mundo, 2007
-Takatori, M. O brincar no cotidiano da criança com deficiência física. Reflexões sobre a clínica da Terapia Ocupacional. SP: Atheneu, 2003
-Kishimoto, T. M.(org.) O brincar e suas teorias. SP: Pioneira, 2002
-Brougère, G. Brinquedo e cultura. SP: Cortez, 1995
-Cave, S.; Fertleman, C. Brincadeiras criativas para bebês inteligentes. RJ: Ediouro Publicações, 2012
Cunha, N. Brinquedo, desafio e descoberta. RJ: IAE, 1988
Bonamigo, E. M. R.; Cristovão, V. M. R.; Kaefir, H.; Levy, B. W. Como ajudar a criança no seu desenvolvimento. Sugestões de atividades para a faixa de 0 a 5 anos. Porto Alegre: Universidade, 1999
Machado, M. M. O brinquedo-sucata e a criança. SP: Loyola, 1999
Jardim, C. S. Brincar. Um campo de subjetivação na infância. SP: ANNABLUME, 2003
Fortuna, T. R. Vida e morte do brincar. In: Ávila, I. S. Escola e sala de aula: mitos e ritos. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 2004
Brunello, M. I. B. Ser lúdico: promovendo a qualidade de vida na infância com deficiência. Tese (doutorado), IPUSP, 2001
Winnicott, D. W. O brinca e a realidade. RJ: Imago, 1975.
 

Clique para consultar os requisitos para MFT0707

Clique para consultar o oferecimento para MFT0707

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP