Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Medicina
 
Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
 
Disciplina: MFT0721 - Terapia Ocupacional Social - Conceitos e Implicações Metodológicas
Social Occupational Therapy – Concepts and Methods

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2005 Desativação:

Objetivos
1.Possibilitar uma reflexão crítica sobre o lugar social do terapeuta ocupacional através da caraterização da população assistida por esse profissional no contexto das respostas oferecidas pelo sistema de saúde atual e no processo histórico de incorporação da terapia ocupacional na assistência pública e nos projetos sociais desenvolvidos por organizações não-governamentais.
2. Discutir o papel dos técnicos de saúde na hegemonização de valores sociais,
3. Introduzir o aluno na discussão sobre movimentos sociais no Brasil, permitindo uma compreensão do papel da organização da sociedade civil na gestão da saúde.
4. Delimitar metodologicamente um campo a ação do terapeuta ocupacional que se desenvolve a partir do trabalho territorial onde o conceito de atividade é recoberto de sentidos que escapam aos limites da relação saúde-doença, inserindo-se no contexto histórico, social e cultural da população com que se atua.

 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
7674700 - Janaina Maria Ralo
 
Programa Resumido
I Terapia ocupacional e sociedade
1. O terapeuta ocupacional como operador de saúde e operador social
2. Populações em processo de desfiliação e a luta pelos direitos da cidadania .
3. As organizações não-governamentais (ONGs) e as políticas públicas de saúde: o lugar o técnico.

II. Problemática da criança no Brasil
1. A história social da criança e da família: lugar assumido pela criança nas sociedades industriais em geral e no Brasil em particular
2. A década de 80 e 90 e a situação de crianças e adolescentes brasileiros.
 
 
 
Programa
1.. Terapia Ocupacional: ação social ou no social ?
2. Técnicos como intelectuais: lugar e possibilidades de ação no campo institucional.
3. O terapeuta ocupacional como operador social.
4. Construção da sociedade civil: movimentos sociais e organização não governamentais no Brasil
5. As organizações não-governamentais (ONGs) e as políticas públicas de saúde: o lugar o técnico
6. Terapia ocupacional e sociedade: trabalho técnico em práticas junto a populações desfiliadas em São Paulo.
 
 
 
Avaliação
     
Método
- Participação e interesse nas atividades práticas e nas discussões
- Entrega de trabalho escrito no final da disciplina
- Avaliações escritas, nota mínima 6 (seis)
Critério
- O aluno deverá obter nota mínima (5, 0) em cada uma das 4 avaliações.
A nota final será obtida a partir de média simples das notas nos diferentes trabalhos solicitados.
Norma de Recuperação
- presença 80% das aulas dadas;
- nota mínima 6 (seis) na avaliação
Será proposto uma revisão da literatura com avaliação escrita até meados do semestre seguinte.
 
Bibliografia
     

BARROS, D.D. Operadores de saúde na área social, Rev. de Terap. Ocupacional da USP, São Paulo, vol. 1(1):11-16, 1990.
BARROS, D.D. Terapia ocupacional: caminhos ou descaminhos ao delimitar uma "área social"?, texto extraído de projeto de pesquisa apresentada à comissão de Regime de Trabalho da USP, 1986, mimeo (arquivo do Centro de Docência e Pesquisa em Terapia Ocupacional da USP).
BASAGLIA, F. & BASAGLIA F.O. O homem no pelourinho, mimeografado.(Trad. IPSO - Instituto de Psiquiatria Social), 1979.
BASAGLIA.F. & BASAGLIA, F. Los crímenes de la paz: Investigación sobre los intelectuales y los técnicos como servidores de la opresión. México, Siglo XXI, 1977.
__________ La mayoria marginada. Barcelona, ed. Laia, 1973.
CASTEL,R. Da indigência à exclusão, a desfiliação. Precariedade do trabalho e vulnerabilidade relacional. IN LANCETTI (org.) SaúdeLoucura, 4 . São Paulo, Hucitec, 1994.
COVRE,M.L.M. A Cidadania que não temos. S.Paulo, Brasiliense, 1986.
FERNANDES, R.C. Privado porem público: o terceiro setor na América Latina. Rio de Janeiro, Relume-Dumará, 1994.
LEITE, L.C. O extermínio do Outro. Seminário Saúde Mental e Cultura, 24/11/97. [mimeo]
NOSELLA, P. Formação profissional X prática profissional. Texto divulgado pelo Departamento de Ciências da Saúde - Curso de Terapia ocupacional da UFSCAR, 1984.
SCHERER-WARREN, I. Rede de movimentos sociais. São Paulo, Loyola, 1993.
 

Clique para consultar os requisitos para MFT0721

Clique para consultar o oferecimento para MFT0721

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP