Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Medicina
 
Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
 
Disciplina: MFT0786 - Terapia Ocupacional em Deficiência Intelectual e Distúrbios Globais do Desenvolvimento
Occupational Therapy in Intellectual and Developmental Disabilities

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2021 Desativação:

Objetivos
Discutir a construção histórico-social da deficiência e os modelos que representam a funcionalidade e incapacidade humana.
Compreender a multidimensionalidade do processo de inclusão e exclusão social.
Proporcionar ao aluno de graduação uma discussão crítico-reflexiva acerca da contribuição da Terapia Ocupacional junto a pessoas com deficiência intelectual e transtornos do espectro do autismo em diferentes contextos e ocupações tais como educação, trabalho, lazer e participação social.
Apresentar ao aluno de graduação os fundamentos para a prática profissional no campo da deficiência intelectual e transtorno do espectro do autismo.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
6926341 - Talita Naiara Rossi da Silva
 
Programa Resumido
Construção histórico-social do conceito de deficiência intelectual e dos transtornos do espectro do autismo; Definição, etiologia e classificações da deficiência intelectual e dos transtornos do espectro do autismo; Abordagens técnico-científicas da deficiência intelectual e dos transtornos do espectro do autismo; Direitos, políticas públicas e serviços de atenção à pessoa com deficiência intelectual e dos transtornos do espectro do autismo; Intervenção da Terapia Ocupacional no campo da deficiência intelectual e dos transtornos do espectro do autismo.
 
 
 
Programa
Construção histórico-social da deficiência; Representações e estigma da deficiência; Modelos de incapacidade e funcionalidade; Políticas e diretrizes de atenção e de afirmação dos direitos das pessoas com deficiência intelectual e transtornos do espectro do autismo; Aspectos etiológicos e classificações da deficiência intelectual e dos transtornos do espectro do autismo; Vida cotidiana, família e a pessoa com deficiência intelectual e transtornos do espectro do autismo; Serviços e estratégias de atenção especializada à pessoa com deficiência intelectual e transtornos do espectro do autismo; Inclusão escolar da criança e adolescente com deficiência intelectual e transtornos do espectro do autismo; Lazer, cultura e pessoas com deficiência intelectual e transtornos do espectro do autismo; Inclusão no trabalho do jovem e adulto com deficiência intelectual e transtornos do espectro do autismo.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Leituras de textos de referência, participação em discussões, estudos dirigidos e atividades realizadas em aula (até 3,0 pontos); Estudo de caso incluindo a construção do caso, a proposição de um plano de intervenção e apresentação (até 7,0 pontos).
Critério
Critério de avaliação: Nota final mínima de 5,0 (cinco) pontos.
Norma de Recuperação
Elaboração e apresentação de uma proposta de intervenção a partir do estudo de um caso clínico.
 
Bibliografia
     
BARTALOTTI, Celina Camargo. Deficiência mental. In: CAVALCANTI, Alessandra; GALVÃO, Claudia. Terapia Ocupacional: fundamentação e prática. Reimp. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011, p. 295-298.
BASTOS, Olga Maria; DESLANDES, Suely Ferreira. A experiência de ter um filho com deficiência mental: narrativas de mães. Cadernos de Saúde Pública, v. 24, n. 9, p. 2141-2150, 2008.
BASTOS, Olga Maria; DESLANDES, Suely Ferreira. Adolescer com deficiência mental: a ótica dos pais. Ciência & Saúde Coletiva, v. 14, n. 1, p. 79-87, 2009.
BETTI, A. P. Perspectivas do emprego apoiado. Revista DI, n. 6, p.12-18, 2014.
BRASIL. Lei n. 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Disponível em:  Acesso em: 20 jul. 2017.
______. Ministério da Saúde. Diretrizes de Atenção à reabilitação da pessoa com espectro do autismo (TEA). Brasília, 2014.
______. Ministério da Saúde. Diretrizes de Atenção à pessoa com Síndrome de Down. Brasília, 2013.
______. Presidência da República. Plano Viver sem Limite: Plano Nacional de Direitos da Pessoa com Deficiência. Decreto n. 7612 de 17 nov. 2011. (Residências Inclusivas e Centro Dia de referência para pessoas com deficiência).
______. Decreto n. 6.949, de 25 de agosto de 2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/decreto/d6949.htm>. Acesso em: 19 jul. 2017.
DHANDA, A. Construindo um novo léxico dos direitos humanos: Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. Revista Internacional de Direito Humanos, ano 5, n. 8, p. 42-59, 2008.
DIAS, Sueli de Souza; OLIVEIRA, Maria Cláudia S. Lopes. Deficiência intelectual na perspectiva histórico-cultural: contribuições ao estudo do desenvolvimento adulto. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 19, n.2, p. 169-182, 2013. 
DINIZ, D. O que é deficiência. São Paulo: Brasiliense, 2007, 89p.
DINIZ, D.; BARBOSA, L.; SANTOS, W. R. dos. Deficiência, direitos humanos e justiça. Revista Internacional de Direitos Humanos, v. 6, n.11, p. 65-77, 2009.  
GOFFMAN, Erving. Estigma – notas sobre a manipulação da identidade deteriorada. Tradução: Mathias Lambert. 4.ed. 1981.
GUILHOTO, Laura Maria de Figueiredo Ferreira. A sociedade e as pessoas com deficiência intelectual desde a Antiguidade. Revista Deficiência Intelectual, v. 5, n. 9, p. 40-45, 2015. 
KIELHOFNER, G. Rethinking disability and what to do about it: disability studies and its implications for Occupational Therapy. American Journal of Occupational Therapy, v. 59, n. 5, p. 569-576, 2005.
LIMA, Luciana Togni de; SURJUS, Silva. Terapia ocupacional, trabalho e deficiência intelectual: subsídios para a atuação no Sistema Único da Assistência Social. Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional, v. 25, n. 4, p. 899-907, 2017.
ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS). Centro Colaborador da Organização Mundial da Saúde para a Família de Classificações Internacionais em Português. CIF: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. Coordenação da tradução Cássia Maria Buchalla. 1. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008.
ROCHA, Eucenir Fredini; BRUNELLO, Maria inês Britto; DE SOUSA, Camila C. B. Ximenes. Escola para todos e as pessoas com deficiência: contribuições da Terapia Ocupacional. São Paulo: Hucitec Editora, 2018, 209p.
SALVADOR-CARULLA, Luis; BERTELLI, Marco; MARTINEZ-LEAL, Rafael. The road to 11th edition of the International Classification of Diseases: trajectories of scientific consensus and contested science in the classification of intellectual disability/intellectual developmental disorders. Wolters Kluwer Health, v.31, n. 2, p. 79-87, 2018.
SAMPAIO, R. F.; LUZ, M. T. Funcionalidade e incapacidade humana: explorando o escopo da classificação internacional da Organização Mundial de Saúde. Cadernos de Saúde Pública, v. 25, n. 3, p. 475-483, 2009.
SCHIPPER, Elles et al. Functioning and disability in autism spectrum disorder: A worldwide survey of experts. Autism Research, v. 9, n. 9, p. 959-969, 2016.
SIMONELLI, Ângela. P.; RODRIGUES, Daniela. da S.; CAMAROTTO, João A. Contratação de pessoas com deficiência: o desafio da inclusão profissional. In: SIMONELLI, A. P.; RODRIGUES, D. da S. (orgs). Saúde e trabalho em debate: velhas questões, novas perspectivas. Brasília: Paralelo 15, 2013, p. 107-122. 
TASSÉ, Marc J.; LUCKASSON, Ruth; SCHALOCK, Robert L. The relation between intellectual functioning and adaptive behavior in the diagnosis of intellectual disability.  Journal of Intellectual & Developmental Disability, v. 54, n. 6, p. 381–390, 2016. 
TOMAZ, Rodrigo Victor Viana; ROSA, David Bui Van; MELO, Débora Gusmão. Políticas públicas de saúde para deficientes intelectuais no Brasil: uma revisão integrativa. Ciência & Saúde Coletiva, v. 21, n.1, p. 155-172, 2016.
WANDERLEY, Mariangela Belfiore. Refletindo sobre a noção de exclusão. In: SAWAIA, Bader. As artimanhas da exclusão: análise psicossocial e ética da desigualdade social. Petrópolis: Editora Vozes; 2001, p.16-26.
 

Clique para consultar os requisitos para MFT0786

Clique para consultar o oferecimento para MFT0786

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP