Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Medicina
 
Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
 
Disciplina: MFT0882 - Vivência em Fisioterapia em Atenção Primária
Professional Experience in Physiotherapy in Primary Health Care

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2013 Desativação:

Objetivos
- Vivenciar e discutir as atribuições , competências e rotina dos profissionais de saúde e do fisioterapeuta na atenção primária à saúde
- Acompanhar as ações e serviços de saúde dos profissionais na atenção primária à saúde
- Estabelecer relações entre a atuação do fisioterapeuta e dos demais profissionais de saúde
- Estabelecer relações entre a atuação do fisioterapeuta e o usuário
- Oportunizar condições para ser um multiplicador das opiniões adquiridas nas vivências na atenção primária à saúde
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
5298878 - Ana Carolina Basso Schmitt
 
Programa Resumido
Vivência de ações e serviços de atenção primária em saúde. Papel do fisioterapeuta na equipe de saúde da atenção primária a saúde.
 
 
 
Programa
• Vivência das atribuições, competências e rotinas do fisioterapeuta nas ações e serviços de saúde da atenção em atenção primária
o Ações e serviços de promoção, proteção e recuperação de saúde
• Vivência da organização modelo tecnoassistencial: referência e contra-referência
• Perfil epidemiológico e clínico da saúde dos usuários da atenção primária à saúde
• Ferramentas de trabalho da equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família
• Políticas Públicas de Saúde da atenção básica
o Princípios da atenção básica
o Território
o Controle social
o Educação permanente
 
 
 
Avaliação
     
Método
O conteúdo da disciplina será avaliado por meio da participação nas atividades desenvolvidas nas visitas e vivências, relatórios, discussões coletivas, e discussão de resolução de casos identificados.
Critério
- Será calculada a média aritmética das notas referentes ao desempenho do estudante nas visitas, vivências e discussões coletivas e problematizações; e à apresentação de relatórios escritos.
Norma de Recuperação
(critérios de aprovação e épocas de realização das provas ou trabalhos):

Não será oferecida recuperação (Res. COG 3583/89)
 
Bibliografia
     
16. Bibliografia:
BARROS, Fábio (Org.). Fisioterapeuta na saúde da população: atuação transformadora. 1. ed. São Paulo, SP: Fisiobrasil Atualizações Científicas Ltda., 2002. 241 p.
BARROS, Fábio. História e legislação do SUS e Saúde da Família: Problematizando a realidade da saúde pública. Rio de Janeiro: Editora Agbook, 2011.
BRASIL. Política Nacional de Atenção Básica. Portaria GM nº399 de fev de 2006.
BRASIL. Ministério da Saúde. Sistema de Planejamento do SUS (PlanejaSUS): uma construção coletiva – trajetória e orientações de operacionalização. Brasília: Ministério da Saúde, 2009.
BRASIL. Diretrizes do Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.
CAMPOS, Gastão Wagner de Sousa. Tratado de saúde coletiva. 2. ed. São Paulo: Hucitec; Rio de Janeiro: Fiocruz, 2008. 874 p.
FLETCHER, Robert H; FLETCHER, Suzanne W. Epidemiologia clínica: elementos essenciais. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2008. 288 p.
HULLEY, Stephen B et al. Delineando a pesquisa clínica: uma abordagem epidemiológica. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2008. 384 p.
LEFEVRE, Fernando; LEFEVRE, Ana Maria Cavalcanti. Promoção de Saúde: a negação da negação. Rio de Janeiro: Vieira & Lent, 2004.
MEDRONHO, Roberto A (Ed). Epidemiologia. 2. ed. São Paulo, SP: Atheneu, 2009.
Moya, J et al. Sala de Situação em Saúde: compartilhando as experiências do Brasil. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, Ministério da Saúde, 2010.
OPAS / OMS. Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. São Paulo: Edusp, 2003.
PEREIRA, Maurício Gomes. Epidemiologia: teoria e prática. 1. ed. Rio de Janeiro, RJ: Guanabara Koogan, 2001. 596 p.
Rede Interagencial de Informação para a Saúde. Indicadores Básicos para a Saúde no Brasil: conceitos e aplicações. Brasilia: Organização Pan-Americana da Saúde, 2008.
Rede Interagencial de Informações para Saúde. Informe de situação e tendências : demografia e saúde. Brasília : Organização Pan-Americana da Saúde, 2009.
ROUQUAYROL, Maria Zélia. Epidemiologia & Saúde. 6. ed. Rio de Janeiro: MEDSI, 2003. 708 p.
 

Clique para consultar os requisitos para MFT0882

Clique para consultar o oferecimento para MFT0882

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP