Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Medicina
 
Disciplinas Interdepartamentais da Faculdade de Medicina
 
Disciplina: MSP4222 - Prática Ambulatorial II
Outpatient Practice II

Créditos Aula: 5
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 75 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2017 Desativação:

Objetivos
Ao final da Disciplina, o aluno deverá: 

-	Entender e aplicar a prática dos princípios e recursos da Atenção Primária a Saúde e da atuação da Estratégia da Saúde da Família na abordagem dos problemas de saúde prevalentes.
-	Desenvolver o raciocínio clínico e integrar as informações referentes aos determinantes territoriais, sociais, do trabalho e dos hábitos de vida do processo saúde-doença-cuidado, considerando o indivíduo, sua família e a comunidade onde vive.
-	Compreender a influência dos aspectos psicológicos no processo saúde-doença-cuidado
-	Respeitar as diversidades (cultural, social, religiosa, étnica, de gênero, de orientação sexual e outras)
-	Adotar postura ética nas diferentes situações do cuidado a indivíduos e populações
-	Ser capaz de reconhecer as principais necessidades de saúde e oferecer tratamento e seguimento adequado com enfoque integral e longitudinal.
-	Saber solicitar e interpretar os exames complementares adequados à situações clínica e ao nível de atenção
-	Saber realizar procedimentos ambulatoriais que são do escopo do generalista
-	Desenvolver intervenções de promoção da saúde e prevenção de doenças, de caráter individual e coletivo.
-	Integrar na prática ambulatorial intervenções de promoção, prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação
-	Trabalhar de forma colaborativa, reconhecendo semelhanças e diferenças de atuação entre as especialidades médicas, outros profissionais da saúde e de outros setores (escola, justiça, suporte social, etc) .  
-	Ser capaz de realizar a comunicação efetiva nas diversas situações do processo saúde-doença-cuidado, com especial foco no cuidado desenvolvido nas Unidades Básicas de Saúde.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1929202 - Sandra Elisabete Vieira
 
Programa Resumido
O aluno terá contato com a prática ambulatorial junto às Equipes de Saúde da Família na Unidades Básicas de Saúde. O aprendizado será baseado na participação ativa dos alunos nas atividades assistenciais desses serviços de modo que desenvolvam o cuidado às situações prevalentes na atenção primária.  A abordagem abrange as ações de promoção à saúde do individuo e da família, coordenação do cuidado, acesso ao sistema de saúde, diagnóstico, tratamento, reabilitação, atenção multidisciplinar, intersetorialidade, integralidade e longitudinalidade.
 
 
 
Programa
Os alunos participarão do atendimento aos indivíduos e famílias cadastrados nas Unidades Básicas de Saúde. Os atendimentos serão realizados em períodos de 4 horas semanais, sendo 3 horas de atendimento propriamente dito e 1 hora final para discussão de casos e temas, preparo de atendimentos futuros e seminários.
Cada aluno será vinculado a uma ou mais famílias cadastradas na UBS e realizará o seguimento da atenção a saúde dessa família durante o semestre, participando de visitas domiciliares programadas, consultas médicas na UBS, consultas de enfermagem e procedimentos (ex imunização, coleta de Papanicolau, e outros). O seguimento deve englobar atividades de prevenção, diagnostico, tratamento e reabilitação desenvolvidos em abordagem multidisciplinar. O aluno participará das atividades rotineiras da UBS com objetivo de entender a prática rotineira da equipe de saúde da família e da UBS incluindo as peculiaridade do registro clínico na APS, a integralidade do cuidado e a participação social. Conteúdos teóricos e interativos serão oferecidos por meio de instrumentos de telemedicina e teleaprendizado, seguidos de discussões em grupos, de modo que não haverá aulas teóricas.

Atividades:

-	Atendimento individual, familiar e em grupos, na UBS, nas residências e em instrumentos sócio educacionais da região.  
-	Elaboração de estratégias de promoção da saúde, prevenção, diagnóstico, tratamento de doenças e reabilitação de pacientes em interação com a equipe da ESF
-	Praticar as principais formas de registro clínico da Atenção Primária a Saúde
-	Desenvolver o seguimento longitudinal da família, utilizando as formas de intervenção na APS. 
-	Participar e discutir a estrutura da  consulta de enfermagem frente às demanda da população
-	Participar e discutir a atuação do agente comunitário de saúde na equipe de estratégia da saúde da família
-	Participar da abordagem  de situações de violência, prevalentes na atenção à saúde, do ponto de vista do agredido e do agressor.
 
 
 
Avaliação
     
Método
- Nota da prova escrita que consta da discussão de caso clínico - Notas de conceitos baseadas em: -Observação do atendimento e das atividades práticas – debriefing diário -Participação nos seminários e discussões –debriefing diário
Critério
Frequência maior ou igual a 70% Nota na prova escrita (PT) maior ou igual a 5,0 Nota de conceito (C) maior ou igual a 5,0 Média final = (2xPE+C)/3 >=5,0 Caso o aluno tenha uma nota parcial menor que 5, a mesma prevalece como nota final
Norma de Recuperação
O aluno que obtiver frequência maior ou igual a 70% e nota da prova escrita maior 3,0 e menor 5,0 terá direito a prova substitutiva. Os estágios realizados nas UBS não dispõem de condições para reposição de aulas práticas fora do período da disciplina.
 
Bibliografia
     
Tratado de Medicina de Família e Comunidade, Gustavo Gusso e José Mauro Ceratti Lopes (editores), Editora Artmed, 2013.
Bibliografia essencial – acesso – google classroom
 

Clique para consultar os requisitos para MSP4222

Clique para consultar o oferecimento para MSP4222

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2024 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP