Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Museu Paulista
 
Museu Paulista
 
Disciplina: MUP0107 - Espaço Doméstico e Sociedade na Perspectiva da Cultura Material I
Domestic environment and society based on the perspective of material culture

Créditos Aula: 5
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 105 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2017

Objetivos
Fornecer aos alunos subsídios teórico-metodológicos para o trabalho com a cultura material em variados contextos históricos. Compreender o espaço doméstico com lugar privilegiado para a análise de dinâmicas sociais, a partir das relações interpessoais mediadas pelos artefatos. Apresentar as temáticas, abordagens e discussões historiográficas relativas ao espaço doméstico e à cultura material no Antigo Regime europeu – França, Inglaterra e Portugal – e na América Portuguesa, em especial na capitania de São Paulo. Mapear a recente produção brasileira sobre espaço doméstico e sociedade colonial. O curso conta ainda com as visitas a instituições museológicas para estimular o trabalho de análise histórica a partir de fontes tridimensionais, pouco utilizadas em sala de aula.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1543384 - Maria Aparecida de Menezes Borrego
 
Programa Resumido
1. Cultura material: conceitos, abordagens e fontes 2. Espaço doméstico e sociedade no Antigo Regime europeu 3. Espaço doméstico e sociedade no Império Português 4. O atual estado da arte: mapeamento da produção historiográfica brasileira recente sobre espaço doméstico e sociedade colonial
 
 
 
Programa
1. Cultura material: conceitos, abordagens e fontes 1.1. Os múltiplos significados da posse e uso de artefatos 1.2. O diálogo crítico entre fontes tridimensionais, textuais e iconográficas 2. Espaço doméstico e sociedade no Antigo Regime europeu 2.1. A capacidade performática e dialógica dos objetos na produção de identidades das elites francesas 2.2. Práticas de moradia e de consumo entre o povo de Paris e os camponeses 2.3. O consumo e o uso social dos artefatos domésticos entre as camadas privilegiadas inglesas 2.4. Experiências de privacidade e de configuração do gosto entre os trabalhadores londrinos 3. Espaço doméstico e sociedade no Império Português 3.1. Os lugares do privado nas habitações dos grupos populares e intermédios portugueses 3.2. A interiorização das sociabilidades e as transformações do mobiliário nas residências lisboetas nos finais do Antigo Regime 3.3. Os estudos pioneiros de Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Holanda e Alcântara Machado sobre a vida material na América Portuguesa 3.4. A conformação de práticas sociais nos interiores das moradas paulistas coloniais 4. O atual estado da arte: mapeamento da produção historiográfica brasileira recente sobre espaço doméstico e sociedade colonial
 
 
 
Avaliação
     
Método
Leituras programadas, discussão de textos em aula, visitas a museus e apresentação de relatório de visitas técnicas a instituições museológicas, prova.
Critério
Frequência às aulas; leituras e participação nas discussões em sala; capacidade de argumentação crítica e de problematização; articulação entre ideias e leituras; realização de visitas às instituições museológicas sugeridas.
Norma de Recuperação
O aluno em recuperação deverá submeter-se a realização de um trabalho escrito no período de férias, dentro do prazo determinado pelo Calendário Escolar.
 
Bibliografia
     
ALGRANTI, Leila Mezan. Famílias e vida doméstica na colônia. In SOUZA, Laura de Mello e (org.). História da vida privada no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1997, v. 1, pp. 83-154.
HELLMAN, Mimi. Furniture, sociability, and the work of leisure in eighteenth-century France. Eighteenth-century Studies. Vol. 32, n. 4, 1999, pp. 415-445.
MADUREIRA, Nuno Luís. Cidade: espaço e quotidiano (Lisboa, 1740-1830). Lisboa: Livros Horizonte, 1992.
MARINS, Paulo César Garcez. A vida cotidiana dos paulistas: moradias, alimentação, indumentária. In SETUBAL, Maria Alice (coord.). Terra Paulista: história, arte, costumes. In SETUBAL, Maria Alice (coord.) Terra Paulista: história, arte, costumes. 2ª ed., São Paulo: Imprensa Oficial; Cenpec, 2008, v. 1, pp. 89-190.
MENESES, Ulpiano Bezerra de. Do teatro da memória ao laboratório da História: a exposição museológica e o conhecimento histórico. Anais do Museu Paulista. São Paulo. N. sér., jan./dez. 1994, pp. 9-42.
MENESES, Ulpiano Toledo Bezerra de. Fontes textuais, cultura visual, história visual. Balanço provisório, propostas cautelares. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 23, n. 45, 2003, pp. 33-56.
MONTEIRO, Nuno Gonçalo. História da vida privada em Portugal: a Idade Moderna. Lisboa: Temas e debates; Círculo de Leitores, 2011, pp. 244-275.
ROCHE, Daniel. História das coisas banais: nascimento do consumo, séc. XVII-XIX. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.
STYLES, John; VICKERY, Amanda (orgs.). Gender, taste and material culture in Britain and North America, 1700-1830. New Haven; London: Yale Center of British Art: Paul Mellon Centre for Studies of British Art, 2006.
VICKERY, Amanda. Behind Closed Doors: At Home in Georgian England. New Haven; London: Yale University Press, 2009.
 

Clique para consultar os requisitos para MUP0107

Clique para consultar o oferecimento para MUP0107

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP