Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Pró-Reitoria de Graduação - Cursos Interunidades
 
Pró-Reitoria de Graduação
 
Disciplina: PRG0019 - Educação Interprofissional em Saúde: Abordagem da Dor
Interprofessional Health Education: approach to pain management

Créditos Aula: 1
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 45 h
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2021 Desativação:

Objetivos
Traduzir as melhores práticas para o controle da dor em um formato educacional no qual alunos de graduação da área da saúde possam aprender sobre o manejo da dor de forma colaborativa na perspectiva do trabalho interprofissional. Objetivos específicos: ● Compreender a natureza multidimensional da dor e seus componentes, bem como suas implicações para o paciente e suas famílias e sua relação com as intervenções da equipe de saúde. ● Reconhecer ações específicas e comuns entre os profissionais de saúde envolvidos no manejo da dor para o cuidado centrado nos pacientes/famílias no contexto da Atenção Primária à Saúde (APS) – (simulação). ● Elaborar em equipe um plano de cuidado para o manejo da dor centrado no paciente/família considerando a realidade do sistema de saúde brasileiro.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
5298878 - Ana Carolina Basso Schmitt
4856875 - Ana Claudia Camargo Gonçalves Germani
5571466 - Lilia de Souza Nogueira
2219592 - Marina de Góes Salvetti
 
Programa Resumido
Cuidado interprofissional, Epidemiologia da dor, Fisiologia da dor, Avaliação da dor; Estratégias de manejo da dor.
 
 
 
Programa
• Cuidado Interprofissional, Colaborativo e Centrado na Pessoa; • Epidemiologia e Fisiologia da dor; • Prevalência e Manejo da dor na APS; • Avaliação da dor; • Dor Aguda: características principais e manejo (trauma e dor no pós-operatório); • Dor crônica: características principais e manejo (dor musculoesquelética, cefaleia, fibromialgia, dor orofacial nas disfunções temporomandibulares...); • Manejo farmacológico da dor; • Manejo funcional da dor; • Manejo psicossocial da dor; • Dinâmica de trabalho em equipe interprofissional.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Exposição dialogada; videoaulas gravadas (conteúdo teórico); dinâmicas síncronas em grupo (formato on-line) para reconhecimento das ações específicas e comuns entre os profissionais de saúde e estudos de casos presenciais; simulação clínica.
Critério
O estudante será avaliado continuamente pela participação nas atividades teóricas e práticas da disciplina e pelo desempenho na elaboração e apresentação de um plano de cuidado elaborado em equipe. Serão usadas diversas estratégias de avaliação: Quizz para avaliar a compreensão do conteúdo teórico, avaliação do plano de cuidados em grupo e avaliação por pares sobre trabalho em equipe.
Norma de Recuperação
Estarão aptos a realizar recuperação os alunos que apresentem nota entre 3,0 e 4,9 e frequência igual ou superior a 70%.
 
Bibliografia
     
Barr H. Competent to collaborate: towards a competency-based model for interprofissional education. J Interprofessional Care. 1998;12:181-7. Peduzzi M. O SUS é interprofissional. Interface (Botucatu. Online), v. 20, p. 199-201, 2016. Agreli HF, Peduzzi M, Silva MC. Atenção centrada no paciente na prática interprofissional colaborativa. Interface-Comunicação, Saúde, Educação 2016;20:905-916. World Health Organization (WHO). Framework for Action on Interprofessional Education & Collaborative Practice. 2010. https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/70185/WHO_HRH_HPN_10.3_eng. Judy Watt-Watson, RN MSc PhD, Chair (Nursing, Canada), Abrahão Fontes Baptista, BPhysio MSc PhD (Physical Therapy, Brazil), Eloise C. Carr, RN PhD MSc BSc (Hons) (Nursing, Canada), John H. Hughes, MBBS FRCA FFPMRCA (Medicine-Anesthesiology, United Kingdom), Robert N. Jamison, PhD (Psychology, USA), Hellen N. Kariuki, BDS MSc (Dentistry-Oral Medicine, Kenya), Jordi Miro, PhD (Psychology Spain), Gouri Shankar Bhattacharyya MD PhD (Medicine-Pediatric Oncology, India), Sigridur Zoëga, RN CNS PhD (Nursing, Iceland). IASP Interprofessional Pain Curriculum Outline Available at: https://www.iasp-pain.org/Education/CurriculumDetail.aspx?ItemNumber=205 Ministério da Saúde, 2017. PORTARIA Nº 2.436, DE 21 DE SETEMBRO DE 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html Campos, Gastão Wagner de Sousa. Saúde pública e saúde coletiva: campo e núcleo de saberes e práticas. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2000, vol.5, n.2, pp.219-230. ISSN 1413-8123. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-232000000200002 _________. Ministério da Saúde. Cria os Núcleos de Apoio à Saúde da Família – NASF, Portaria nº 154, de 24 de Janeiro de 2008. Referências Complementares Helder NC, Hargraves D, Boone J. Interprofessional Collaborative Care for Chronic Pain: A Qualitative Assessment of Collaboration for Primary Care Patients With Chronic Pain. JCEHP 2016; 36: Supplement 1. DOI: 10.1097/CEH.0000000000000091 Agreli HLF, Peduzzi M; Bailey C. The relationship between team climate and interprofessional collaboration: Preliminary results of a mixed methods study. Journal of Interprofessional Care 2017;31:184-186. Silva JAM, Peduzzi M, Orchard C, Leonello VM. Educação interprofissional e prática colaborativa na Atenção Primária à Saúde*. Revista da Escola de Enfermagem da USP 2015;49:16-24. Peduzzi M, Norman IJ, Germani ACGG, Silva MJA, Souza GC. Educação interprofissional: formação de profissionais de saúde para o trabalho em equipe com foco nos usuários. Revista da Escola de Enfermagem da USP 2013;47:977-983. Ghurye S, McMillan R. Pain-related temporomandibular disorder: current perspectives and evidence-based management. Oral medicine. Dental Update 2015; 42:533-546.
 

Clique para consultar os requisitos para PRG0019

Clique para consultar o oferecimento para PRG0019

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP