Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto de Psicologia
 
Psicologia da Aprendizagem, do Desenv e da Personalidade
 
Disciplina: PSA3212 - Violência e Formação do Indivíduo na Perspectiva da Teoria Crítica
Critical Theory perspective about violence and individual formation

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 75 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2014 Desativação:

Objetivos
- Propiciar reflexões a respeito das mediações exercidas pela violência no processo de formação do indivíduo;
- Discutir a respeito de problemas psicossociais relacionados com a exposição à violência e com sua reprodução na constituição da personalidade; considerando, principalmente, as condições objetivas que os favorecem e os efeitos que produzem na dimensão subjetiva;
- Estimular a pesquisa sobre a relação entre psicologia e violência, sobretudo por meio de contribuições específicas da perspectiva teórica adotada na condução do curso: Teoria Crítica.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
4865573 - Pedro Fernando da Silva
 
Programa Resumido
 
 
 
Programa
Presente de forma difusa nos diversos níveis das relações humanas, a violência apresenta-se à percepção cotidiana como um fator espontâneo, integrado à cultura como elemento natural da vida em sociedade. O impacto que produz na esfera da vida privada desencadeia reações de desespero e formas de sofrimento que muitas vezes contribuem para a continuidade dos processos sociais responsáveis por sua produção. Tanto as reações de medo que diretamente suscita quanto a sedução que exerce sobre aqueles que com ela se identificam são efeitos nocivos ao desenvolvimento humano e ao convívio social pacífico, portanto, devem ser analisados a partir de uma perspectiva crítica que questione a sua naturalidade e denuncie as condições objetivas que a produzem. Por meio da referência à Teoria Crítica, a disciplina Violência e formação do indivíduo visa estimular os alunos de graduação em psicologia a refletirem e pesquisarem sobre a relação entre psicologia e violência numa perspectiva que articule as condições objetivas, o modo de organização política e econômica da sociedade, e os aspectos subjetivos da formação do indivíduo nos âmbitos da família, da educação e da cultura.

1 – Condições objetivas e formação do indivíduo;
2 – Família e formação: entre a autoridade e a violência;
3 – Condições de existência sob o totalitarismo;
4 – A barbárie nazifascista e as formas da regressão psíquica;
5 – Contradições da educação e seu papel na luta contra a barbárie.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, seminários e análise e discussão de textos.
Critério
Provas, trabalhos e seminários que verifiquem a apropriação dos conteúdos discutidos ao longo do curso.
Norma de Recuperação
Prova e/ou trabalhos escritos.
 
Bibliografia
     
ADORNO, Theodor W. (1968). Capitalismo tardio ou sociedade industrial? In: COHN, Gabriel (Org.). Theodor W. Adorno: sociologia. Tradução de Gabriel Cohn. São Paulo: Ática, 1986, p. 62-75.

HORKHEIMER, MAX; ADORNO, Theodor W. (1944). Notas e esboços [Fragmento de uma teoria do criminoso; Interesse pelo corpo; O homem e o animal; Sobre a gênese da burrice]. In: __________ Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Tradução de Guido Antônio de Almeida, 1985, p. 193-240.

ADORNO, Theodor W.; HORKHEIMER, Max. (1944). Elementos do anti-semitismo: limites do esclarecimento. In: ____________ Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Tradução de Guido Antônio de Almeida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985. p. 155-194.

HORKHAIMER, Max; ADORNO, Theodor W. (1956). Massa. In: ________ Temas básicos da sociologia. Tradução de Álvaro Cabral. São Paulo: Cultrix, 1978, p. 78-92.
HORKHEIMER, Max. (1936). Autoridade e família. In: ____________ Teoria crítica I: uma documentação. Tradução de Hilde Cohn. São Paulo: Perspectiva; Edusp, 1990. p. 175-236.
____________ (1946). Ascensão e declínio do indivíduo. In: ____________ Eclipse da razão. Tradução de Sebastião Uchoa Leite. São Paulo: Centauro, 2002. p. 131-162.
BENJAMIN, Walter. (1921). Crítica da violência – crítica do poder. In: Documentos de cultura / Documentos de barbárie. São Paulo: Cultrix, 1977, p. 160-175.
MARCUSE, Herbert. (1963). A obsolescência da psicanálise. In: _________ Cultura e sociedade – vol. 2. Tradução de Isabel Maria Loureiro. São Paulo: Paz e Terra, 1998, p. 91-111.
MARCUSE, Herbert. Estado e indivíduo sob o nacional-socialismo. In: ____________ Tecnologia, guerra e fascismo: Tradução de Maria Cristina Vidal Borba. São Paulo: UNESP, 1999. p. 107-136.
Bibliografia complementar:
ADORNO, Theodor W. (1968). A educação contra a barbárie. In: ___________ Educação e emancipação. Tradução de Wolfgang Leo Maar. São Paulo: Paz e Terra, 2000. p. 155-168.
FREUD, Sigmund. (1921). Psicologia das massas e análise do eu. In: ________ Psicologia das massas e análise do eu e outros textos. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das letras, 2011. p. 13-113.
HORKHEIMER, Max; ADORNO, Theodor W. (1956). Família. In: ________ Temas básicos da sociologia. Tradução de Álvaro Cabral. São Paulo: Cultrix, 1978, p. 132-150.
MARCUSE, Herbert. (1964). Ética e Revolução. In: _______Cultura e Sociedade. São Paulo: Paz e Terra, 1998. p. 137-153.
MARCUSE, Herbert. (1955). A dialética da civilização. In: _______ Eros e civilização: uma interpretação filosófica do pensamento de Freud. Tradução de Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Guanabara / Koogan, 1981, p. 83-103.
 

Clique para consultar os requisitos para PSA3212

Clique para consultar o oferecimento para PSA3212

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP