Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Instituto de Psicologia
 
Psicologia da Aprendizagem, do Desenv e da Personalidade
 
Disciplina: PSA3811 - Sujeito, Política e Psicanálise II
Subject, Politics and Psychoanalysis II

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2013 Desativação:

Objetivos
Esta disciplina situa-se no campo de estudos e pesquisas da área de estudos da personalidade e a teoria social e política contemporâneas. Ao final do curso o aluno deverá ser capaz de refletir criticamente sobre a contribuição freudiana na análise de fenômenos sociais e políticos em diálogo com importantes pensadores da teoria social. As obras de Zygmunt Bauman, Norbert Elias, Hannah Arendt, Giorgio Agamben entre outros serão examinadas. Isso a partir de noções e conceitos nodais que, originados no pensamento e na prática psicanalítica, tem sua inscrição no campo da teoria social contemporânea.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
3001809 - Paulo César Endo
 
Programa Resumido
 
 
 
Programa
1 – Avatares do pensamento freudiano em direção à reflexão social e política:

Primeira parte:
- Narcisismos;
- Segunda tópica freudiana e o mal estar como fronteira do eu;
- Segunda teoria pulsional: a violência na metapsicologia freudiana;
- Totem e tabu: gênese e fundamento da política.

Segunda parte:
- Ambivalência, modernidade e o declínio do sujeito nas democracias modernas e pós-modernas.
- O corpo como meio e obstáculo à crueldade.
- Sujeito e narcisismo: o círculo da clausura?
- Singularidade e pluralidade: a urgência da política.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, discussões teóricas e seminários realizados em classe sobre temas específicos.
Critério
Trabalhos e/ou seminários teóricos realizados pelos alunos.
Norma de Recuperação
Entrevista individual e execução de trabalho.
 
Bibliografia
     
ARENDT, H. O que é política? Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 1998.
____.(1958) A Condição Humana, Rio de Janeiro: Editora Forense-Universitária, 1983.
BAUMAN, Z. Modernidade e Ambivalência. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.
BAUMAN, Z. Em busca da política. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000.
CARDOSO, M. R. Superego. São Paulo: Escuta, 2002.
END0, P. A Violência no Pensamento de Freud. In: Endo, P. C. A Violência no Coração da Cidade, São Paulo, Escuta, 2005, P. 105-218.
____. A ambivalência como problemática particular no debate sobre psicanálise, Polírica e Violências. Revista Latino Americana de Psicopatologia Fundamental, no prelo.
FREUD, S. (1913). Totem y Tabu. Algumas concordâncias em la vida anímica de los salvajes y de los neiróticos. Buenos Aires, Amorrortu, 1993 (Obras completas de Sigmund Freud), v. XIII.
____.(1914). Contribuición a la historia del movimiento psicoanalítico, Buenos Aires, Amorrortu, 1993 (Obras completas de Sigmund Freud), v. XIV.
____.(1914). Introducción al narcisismo, Buenos Aires, Amorrortu, 1993 (Obras completas de Sigmund Freud), v. XIV.
____.(1920). Mas allá del principio del placer, Buenos Aires, Amorrortu, 1993 (Obras completas de Sigmund Freud), v. XVIII1.
____.(1923). ely o y el ello. Buenos Aires, Amorrortu, 1993 (Obras completas de Sigmund Freud), v. XIX.
GREEN, A. Narcisismo de vida, Narcisismo de Morte, São Paulo: Escuta, 1988.
GREEN, et all. A pulsão de morte. São Paulo: Escuta, 1988.
SANTOS, B. S. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade, São Paulo: Cortez, 2005.
 

Clique para consultar os requisitos para PSA3811

Clique para consultar o oferecimento para PSA3811

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2017 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP