Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto de Psicologia
 
Psicologia Clínica
 
Disciplina: PSC1120 - Introdução à Psicologia Clínica: História e Fundamentos
Introduction to Clinical Psychology: History and Fundamentals

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 1
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2017 Desativação:

Objetivos
Levar o aluno a um conhecimento histórico-crítico das concepções psicológicas sobre o sofrimento humano, por meio de uma apresentação genealógica das práticas de si mesmo, como apresentado por Michel Foulcaut, a fim de problematizar e referenciar os modelos clínicos utilizados no campo da Psicologia Clínica na atualidade
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2088882 - Gilberto Safra
 
Programa Resumido
A disciplina visa apresentar a história da psicologia clínica de modo histórico crítico. Para isso utiliza-se como eixo articulador o conceito de Michel Foulcaut de práticas de si, ou tecnologia do eu para explicitar os diferentes modelos antropológicos e procedimentos de transformação de si, desde a antiga Grécia, passando pelas principais religiões da humanidade, literatura, buscando realizar explicitação das raízes genealógicas das matrizes clínicas utilizadas na atualidade. O uso do eixo histórico como perspectiva didática possibilita que o aluno reconheça o contexto sócio cultural que originou as diferentes matrizes clínicas que utilizamos em nossa prática.
 
 
 
Programa
Conteúdo programático: 1. O sofrimento humano ao longo da história - As práticas de si mesmo na Grécia: o helenismo e o platonismo. 2. O sofrimento humano nas práticas de si nas religiões tradicionais: - o sofrimento, cura e práticas de si no Judaísmo. - o sofrimento, cura e práticas de si no Cristianismo. - o sofrimento, cura e práticas de si no Islamismo. - o sofrimento e cura e práticas de si no Budismo. 3. Perspectiva literária: - sofrimento, cura e práticas de si em Dostoievsky. - sofrimento, cura e práticas de si em Guimarães Rosa. - sofrimento, cura e práticas de si em Clarice Lispector. 4. Perspectiva filosófica e psicológica 5. O Nascimento da clínica. 6. O projeto científico: modelo mecanicista; modelo funcionalista 7. O projeto científico: modelo estruturalista; modelo fenomenológico. 8. Genealogia dos modelos clínicos: escolas de psicoterapia 9. Áreas de atuação do psicólogo clínico: psicodiagnóstico; psicoterapias; hospitalar; reabilitação; excepcional.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Leituras e trabalho monográfico a partir dos temas propostos
Critério
Autoria do texto, articulação da argumentação, apropriação dos textos estudados.
Norma de Recuperação
Realização de novo trabalho, desde que o aluno não tenha sido reprovado por frequência abaixo das solicitadas pelo regimento.
 
Bibliografia
     
BLEGER, J. Psicologia da conduta. Trad. Emilia de Oliveira Diehl. Porto Alegre. Artes Médicas, 1989. ETCHEGOYEN, H. Fundamentos da técnica psicanlítica. Trad. Cícero Fernandes. Porto Alegre, Artes Médicas, 1987. FIGUEIREDO, L.C. Matrizes do pensamento psicológico. Petropólis, Vozes, 1998. FOULCAULT, M. O nascimento da clínica. Trad. Roberto Machado. Rio de Janeiro, Forense Universitária,1998. LANDMANN, J. Judaísmo e medicina. Rio de Janeiro, Imago, 1993. LÉVINAS, E. Da existência ao existente. Campinas, Papirus, 1998. MCGINN B. (editor) Christian spirituality. New York, Crossroad, 1996. NASA, S. H.(editor). Islamic spirituality. London, Routledge e Kegan Paul, 1987. ROVIGHI, S.V. História da filosofia moderna. Da revolução científica a Hegel. Trad. Marcos Bagno. São Paulo, Loyola,1999. SAFRA, S; COTTA, J. A. Interface entre psicanálise e literatura: visitando Imre Kertész. 1. ed. São Paulo: Kindle Edition, 2015. v. 1. 75p . YOSHINORI, T.(editor) Buddhist spiriatuality. New York, Crossroad, 1997.
 

Clique para consultar os requisitos para PSC1120

Clique para consultar o oferecimento para PSC1120

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP