Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto de Psicologia
 
Psicologia Social e do Trabalho
 
Disciplina: PST2775 - Grupo e Instituição: Abordagem Psicossocial e Psicanalítica
Group and Institution: psychosocial and psychoanalytic approaches

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 105 h ( Estágio: 30 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2017 Desativação:

Objetivos
Dar continuidade à discussão do grupo como processo básico na área de psicologia social. Progredir na compreensão dos processos grupais através de instrumentais teóricos ao mesmo tempo psicossociais e psicanalíticos. Oferecer condições para uma discussão minuciosa desses instrumentais para que outra vez resulte na construção de leituras dos processos grupais e de modalidades de atuação, leituras mais apuradas e domínio maior da técnica de intervenção em grupo.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2087105 - Maria Inês Assumpção Fernandes
 
Programa Resumido
O curso pretende apresentar a discussão atual sobre as abordagens psicossocial e psicanalítica no que se refere à sustentação epistemológica e às decorrentes modalidades de intervenção. Procura colocar em discussão a dimensão jurídico política que ampara as instituições públicas além de aproximá-la das dimensões sócio-cultural e teórico técnica. A discussão de casos clínicos acompanhará a discussão teórica.
 
 
 
Programa
Parte teórica: 1. Apresentação das áreas de atuação em grupo a partir da historiografia da área. 2. Discussão do solo epistemológico que sustenta a abordagem psicanalítica e a psicossocial. 3. Construção do conhecimento sobre a relação entre 'técnicas de grupo' e modelos de constituição do sujeito psíquico. 4. A construção da Psicanálise no que se refere à metapsicologia, teoria do desenvolvimento, teoria da saúde x doença e teoria do processo, nela embutidas. Os conceitos que devem ser 'revistos' para a construção do dispositivo grupal. 5. O Grupo como aparelho de Transformação. Parte prática: Estudos de Caso e supervisão de estágio realizado. Plano de Estágio 1- Objetivos: Pretende-se que o aluno adquira instrumental de leitura e de atuação em instituições/organizações, através de dispositivo grupal. 2- Atividades a serem realizadas pelo aluno: 1. Caracterização da Instituição/Organização ou de grupos. Através de observações, entrevistas e consulta a documentos, levantar informações relacionadas à história da Instituição/Organização/Grupo, seus princípios e objetivos. Verificar, quando necessário,como os princípios e objetivos se ajustam às práticas e aos serviços oferecidos. 1.1. Levantamento de questões que possibilitem a elaboração de uma proposta de ação a ser realizada pelos estagiários. 2. Elaboração da proposta de ação. 2.1. Discussão do plano durante a supervisão. 3. Desenvolvimento de Atividades Específicas tendo sido estas definidas de comum acordo com a instituição receptora, delineadas no convênio. 3.1. Apresentação de Relatório e discussão durante a supervisão. 3- Atividades de Avaliação: Dois relatórios. Os dois relatórios serão desenvolvidos sob a supervisão do responsável pela disciplina e sua equipe.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Atividades didáticas: Parte teórica: aulas expositivas e discussão de textos. Parte prática: supervisão de estágio a ser realizado em diversas instituições conveniadas previamente.

Atividades discentes: Leitura de textos e análise do material de observação recolhido durante o estágio.
Critério
Participação nas Atividades Didáticas programadas e trabalho de conclusão da disciplina
Norma de Recuperação
Apresentação de Resenha de textos e trabalho teórico-prático.
 
Bibliografia
     
Bibliografia básica:

BLEGER, J. Temas de Psicologia. Entrevista e Grupos .São Paulo: Martins Fontes, 1980.

BION, W. Atenção e Interpretação. Rio de Janeiro: Imago,1973.

ENRIQUEZ, E. A Organização em Análise. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 1997.

FERNANDES, M.I.A. et all. Fim de Século: ainda manicômios? São Paulo: IPUSP, 1999.

FERNANDES,M.I.A. "A subjetividade à luz de uma teoria de Grupos". In: Revista Psicologia USP, v.5, nº1/2, p.285-296,1994.

FREUD, S. "Psicanálise das Massas e Análise do Eu" e "Totem e Tabu". In: Obras Psicológias Completas. Rio de Janeiro: Imago.1980.

KAËS,R. O Grupo e o Sujeito do Grupo. São Paulo: Casa do psicólogo,1991.

KAËS,R. Conferências Brasileiras. São Paulo: Casa do Psicólogo, ( a sair em 2003).

PICHON-RIVIÈRE, E. O Processo Grupal. São Paulo: Martins Fontes, 1986.



Bibliografia complementar:

BLEGER, J. "Psicanálise do Enquadramento Psicanalítico". In: Simbiose e Ambiguidade. Rio de Janeiro: Francisco Alves,1985.

FERNANDES, M. I. A. "Psicanálise e Psicologia Social na Trajetória da Construção de uma técnica: O Grupo Operativo". Boletim de Psicologia, XLIV, Nº100/1, p.81-87,1994.

KAËS, R. et all. A Instituição as Instituições. São Paulo: Casa do Psicólogo,1991.

 

Clique para consultar os requisitos para PST2775

Clique para consultar o oferecimento para PST2775

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP