Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Instituto de Psicologia
 
Psicologia Social e do Trabalho
 
Disciplina: PST2779 - Construção de Projetos de Intervenção em Psicologia do Trabalho e das Organizações
Projects Construction in the Work and Organizational Psychology Field.

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 105 h ( Estágio: 50 h )
Tipo: Semestral
Ativação: 15/07/2016 Desativação:

Objetivos
- Refletir acerca da atual configuração do mundo do trabalho e das relações indivíduo-trabalho que estão sendo criadas, através do estudo das novas formas e estratégias de carreira; - Analisar o impacto psicossocial das conseqüências geradas pela atual configuração do mundo do trabalho, como a flexibilização e a precarização do trabalho, o desemprego e o não-trabalho; - Instrumentar o aluno para elaborar projetos de intervenção na área da Psicologia do Trabalho e das Organizações, principalmente no tocante à carreira profissional e ao desemprego.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
1503333 - Marcelo Afonso Ribeiro
 
Programa Resumido
Parte teórica: 1. O mundo do trabalho em transformação 2. O trabalho na contemporaneidade - A reestruturação produtiva, a precarização e a flexibilização das relações de trabalho - A problemática do emprego, do desemprego e do trabalho - Qualificação e competência - O impacto psicossocial do desemprego e do não-trabalho 3. Trabalho, organizações e identidade – a questão da carreira - conceito de carreira – carreira interna e externa - carreira e transição - carreira e projeto de vida: estratégias para lidar com o desemprego e as novas formas da carreira 4. As políticas públicas de trabalho e emprego 5. O papel e as possibilidades de intervenção do psicólogo diante do desemprego e da carreira profissional Parte prática: Cumprimento de estágio que pretende levar o aluno a conhecer, planejar e realizar um atendimento a um grupo de pessoas desempregadas no Centro de Psicologia Aplicada ao Trabalho (CPAT-PST-IPUSP), associado à possibilidade de desenvolver uma pesquisa acerca de uma dimensão do tema estudado.
 
 
 
Programa
Parte teórica: 1. O mundo do trabalho em transformação 2. O trabalho na contemporaneidade - A reestruturação produtiva, a precarização e a flexibilização das relações de trabalho - A problemática do emprego, do desemprego e do trabalho - Qualificação e competência - O impacto psicossocial do desemprego e do não-trabalho 3. Trabalho, organizações e identidade – a questão da carreira - conceito de carreira – carreira interna e externa - carreira e transição - carreira e projeto de vida: estratégias para lidar com o desemprego e as novas formas da carreira 4. As políticas públicas de trabalho e emprego 5. O papel e as possibilidades de intervenção do psicólogo diante do desemprego e da carreira profissional Parte prática: Cumprimento de estágio que pretende levar o aluno a conhecer, planejar e realizar um atendimento a um grupo de pessoas desempregadas no Centro de Psicologia Aplicada ao Trabalho (CPAT-PST-IPUSP), associado à possibilidade de desenvolver uma pesquisa acerca de uma dimensão do tema estudado.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Atividades didáticas: Parte teórica: aulas expositivas, discussão de casos, workshops. Parte prática: orientação e supervisão de estágio no Centro de Psicologia Aplicada ao Trabalho (CPAT-PST-IPUSP). Atividades discentes: leituras; atendimento em grupo; participação em grupo de supervisão; realização de relatório do estágio.
Critério
Rendimento nas diversas atividades didáticas teóricas e práticas avaliadas por meio de trabalho teórico, realização do estágio, freqüência nas supervisões e relatórios de estágio.
Norma de Recuperação
À critério do docente.
 
Bibliografia
     
Bibliografia Básica:
ANTUNES, R. (Org.). Riqueza e miséria do trabalho no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2006.
CACCIAMALI, M. C. Princípios e direitos fundamentais no trabalho na América Latina. São Paulo em Perspectiva, 16(2), 64-75, 2002.
CLOT, Y. A função psicológica do trabalho. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.
FARINA, A. S & NEVES, T. F. S. Formas de lidar com o desemprego: possibilidades e limites de um projeto de atuação em psicologia social do trabalho. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, 10(1), 21-36, 2007.
GUIMARÃES, N. A. & HIRATA, H. (Orgs.). Desemprego: trajetórias, identidades, mobilizações. São Paulo: SENAC, 2006.
GUNZ, H. P. & PEIPERL, M. A. (Eds.). Handbook of career studies. Thousand Oaks, CA: Sage, 2007.
PICCININI, V. e cols. (Orgs.). O mosaico do trabalho na sociedade contemporânea: persistências e inovações. Porto Alegre: UFRGS, 2006.
SENNETT, R. A cultura do novo capitalismo. Rio de Janeiro: Record, 2006.
TOMASI, A. (Org.). Da qualificação à competência: pensando o século XXI. Campinas: Papirus, 2004.

Bibliografia complementar:
ARENDT, H. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1987. (Original publicado em 1958).
BLANCH, J. M. Teoría de las relaciones laborales. Desafíos. Barcelona: UOC, 2003.
CASTELLS, M. O poder da identidade (A era da informação: economia, sociedade e cultura) - II. São Paulo: Paz e Terra, 2002.
COSTA, I. S. A. & BALASSIANO, M. (Orgs.). Gestão de carreiras: dilemas e perspectivas. São Paulo: Atlas, 2006.
DEJOURS, C. A banalização da injustiça social. Rio de Janeiro: FGV, 1999.
GUICHARD, J. & HUTEAU, M. Psicologia da orientação. Lisboa: Instituto Piaget, 2001.
MARX, K. O capital: crítica da economia política I (Livro I, 6. ed.). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980. (Original publicado em 1867).
RIBEIRO, M. A. Orientação profissional para “pessoas psicóticas”: um espaço para o desenvolvimento de estratégias identitárias de transição através da construção de projetos. São Paulo, 296p. Tese (Doutorado) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, 2004.
SCHMIDT, M. L. S. (2004). Clínica psicológica, trabalho e desemprego: considerações teóricas. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, 7, 1-10, 2004.
SCHVARSTEIN, L. & LEOPOLD, L. (Orgs.). Trabajo y subjetividad: entre lo existente y lo necesario. Buenos Aires: Paidós, 2005.
TOLFO, S. R. A carreira profissional e seus movimentos: revendo conceitos e formas de gestão em tempos de mudanças. Revista Psicologia: Organização e Trabalho, 2 (2), jul/dez.2002, p. 39-63.
ZANELLI, J. C.; BORGES-ANDRADE, J. E.; BASTOS, A. V. B. (Orgs.). Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. Porto Alegre: Artmed, 2004.
 

Clique para consultar os requisitos para PST2779

Clique para consultar o oferecimento para PST2779

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP