Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
 
Discipinas Interdepartamentais de Ciências Biológicas da FMRP
 
Disciplina: RCB0306 - Interferências na Biorregulação II
Interferences on Bioregulation II

Créditos Aula: 14
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 210 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2018 Desativação: 14/07/2024

Objetivos
- Capacitar o estudante a reconhecer fatores físicos, químicos e biológicos que interferem na biorregulação, e os mecanismos pelos quais agem, bem como as reações do organismo a eles. 
- Fornecer embasamento teórico sobre a patogênese e mecanismos de ação de fármacos como paradigma para compreensão dos mecanismos de funcionamento e disfunções do organismo em níveis molecular, celular e sistêmico. 
- Exercitar a análise e discussão de resultados experimentais, como forma de desenvolver competências para a produção e transmissão do conhecimento.
Ao final da disciplina o estudante deverá ser capaz de: 
- Compreender mecanismos gerais pelos quais agentes físicos, biológicos e químicos modificam processos fisiológicos e/ou fisiopatológicos.
- Adquirir embasamento para compreender as alterações na estrutura e funcionamento celular, tecidual e sistêmico associados a interferências na homeostase do organismo. 
- Valorizar o emprego do método científico na obtenção e crítica do conhecimento, bem como incentivar a análise crítica e busca de informações.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2260147 - Eurico de Arruda Neto
9127619 - Leticia Fröhlich Archangelo
 
Programa Resumido
Agentes biológicos (bactérias e vírus) que interferem da biorregulação. Alterações de função induzindo alterações estruturais e vice-versa. Biologia do Câncer.
 
 
 
Programa
Fungos 
- Biologia geral, morfologia e fisiologia dos fungos, reprodução e genética de fungos.
- Vias metabólicas (fermentação, produtos metabólicos, toxinas).
- Parede celular (estrutura química, fracionamento, expressão de proteínas, crescimento direcionado). 
- Fatores de virulência (adesinas, enzimas extracelulares, cápsula, termotolerância, dimorfismo, multiplicação intracelular, quiescência), tendo por base os seguintes modelos: Candida, Saccharomyces, Cryptococcus, Paracoccidipoides brasiliensis, Histoplamam capsulatum, Aspergillus, dermatófitos, e fungos demáceos.
- Ferramentas principais de investigação em micologia
- Interações com fármacos
- Resposta imune.
Vírus
- Biologia geral, genomas e genética 
- Ciclo infeccioso viral (adsorção, entrada, desnudamento, estratégias de transcrição e replicação de - DNA e RNA, transcrição reversa e integração, processamento de RNA viral e controle de tradução, tráfego intracelular, montagem e maturação).
- Patogênese viral (bases da infecção viral de hospedeiro e de populações).
- Principais ferramentas experimentais em virologia.
- Emergência e evolução de vírus.
- Modelos de patogênese (infecções respiratórias e gastroentéricas, HIV, Herpesvirus e latência, persistência e imunopatogênese, neuroinvasividade).
- Interações com fármacos
- Resposta imune e vacinas.
Biologia do Câncer
- Epidemiologia, conceitos gerais e classificação dos tipos de câncer
- Oncogênese viral
- Oncogenes Celulares
- Fatores de crescimento, receptores e vias de sinalização associadas ao câncer
- Mecanismos genéticos da tumorigênese e progressão tumoral
- Imortalização e transformação celular
- Supressores tumorais
- Controle do ciclo celular e câncer
- Apoptose e câncer 
- Mecanismos de invasão e metástase tumoral
- Interações do câncer com o sistema imune
- Mecanismos de ação de drogas antineoplásicas
- Terapia racional do câncer
- Mecanismos de resistência terapêutica do câncer
- Micro-RNAs associados ao desenvolvimento do câncer
- Modelos experimentais para estudo da tumorigênese e metástase
Resposta Imune 
- Autoimunidade 
- Hipersensibilidades
- Imunidade a transplantes 
- Imunidade a tumores 
- Imunodeficiências.
 
 
 
Avaliação
     
Método
- Relatórios individuais
- Prova escrita / Prova prática / Prova oral
Critério
- Será aprovado o estudante que obtiver média final igual ou superior a 5 (cinco), calculada com bases nas atividades e competências em laboratório adquiridas, apresentação de seminários e desempenho em provas teóricas. Além disso, será exigida frequência mínima de 70% para aprovação.
Norma de Recuperação
- Estudantes com média final inferior a 5 (cinco) e superior a 3 (três), desde que tenham presença superior a 70% das atividades, poderão realizar a recuperação, que constará de prova de avaliação escrita e ou oral. A nota final da aprovação corresponderá a nota desta prova mais a nota do curso regular, dividida por 2, que deverá se igual ou superior 5 (cinco).
 
Bibliografia
     
- LEE W. RILEY. Molecular Epidemiology of Infectious Diseases: Principles and Practices. ASM Press, Washington, D. C, 2004.
- FLINT SJ et al. Principles of Virology, (3rd edition), ASM Press, Washington, DC, 2009.
- ROBBINS SL, COTRAN RS & KUMAR V. Patologia Estrutural e Funcional. Rio de Janeiro, Interamericana. 6ª edição.
- ROBERT A. WEINBERG. The Biology of Cancer, second edition. Ed Garland Science Taylor & Francis Group, 2014.
-LAUREN PECORINO. Molecular Biology of Cancer, Mechanisms. Targets, and Therapeutics. Third edition. Oxford University Press, 2008.
- ABUL ABBAS, ANDREW H. LICHTMAN, SHIV PILLAI. Imunologia Celular e Molecular, 8ª Edição. Ed. Elsevier
- MURPHY KENNETH. Imunobiologia de Janeway, 8ª Edição. Ed. Artmed
 

Clique para consultar os requisitos para RCB0306

Clique para consultar o oferecimento para RCB0306

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2024 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP