Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
 
Disciplinas Interdepartamentais
 
Disciplina: RCG0149 - Formação Humanística II
Training in the Humanities II

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2013 Desativação: 31/12/2018

Objetivos
1 - Estudar a evolução dos paradigmas médicos e terapêuticos (as diferentes concepções sobre o funcionamento do corpo humano e a natureza das doenças).
2 - Apresentar uma visão geral dos saberes, instituições médicas, doenças, práticas de cura e políticas sanitárias no Brasil do período colonial ao contemporâneo, com ênfase para os séculos XIX e XX.
3 - Analisar a evolução da tecologia médica e sua relação com o apogeu e a crise da medicina liberal; as reformas sanitárias no Brasil: o modelo campanhista; do sanitarismo desenvolvimentista ao Sistema Nacional de Saúde; o movimento sanitário e a construção do SUS.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
3664820 - Antonio Carlos Duarte de Carvalho
85541 - Edson Garcia Soares
 
Programa Resumido
Os conteúdos de definições essenciais ao entendimento da disciplina serão administrados em forma de aulas teóricas e seminários. Serão também realizadas exibições de filmes com temas relacionados; discussões dos filmes, discussão de noticias em meios de comunicação e vivências.
 
 
 
Programa
1 - A Medicina Mágica à Hipocrática - Conceitos e Modo de Produção
2 - Medicina Monástica e Renascimento. Instruções e
3 - Idade Moderna. O Iluminismo e Revolução Industrial. O crescimento do Estado moderno
4 - Idade Conteporânea - A Medicina Tecnológica e os Sistemas de Proteção Social.
5 - Medicina Colonial no Brasil - conceito e formação social.
6 - Medicina Brasileira na 1ª República.
 
 
 
Avaliação
     
Método
- Prova escrita
- Seminários
- Relatórios
Critério
- Media final maior ou igual a 5 e frequência mínima de 70%
Norma de Recuperação
Estudantes com média final inferior a 5 (cinco) e superior a 3 (três), desde que tenham presença superior a 70% da atividades, poderão realizar a recuperação, que constará de prova de avalição. A nota final da aprovação corresponderá à nota desta prova mais a nota do curso regular, dividida por 2, que deverá ser igual ou superior a 5 (cinco).
 
Bibliografia
     
-Edler, F.e. Um luqar para a história no curriculo médico. Cadernos da Associacão Brasileira de Ensino Médico (ABEM), V.4, pp.5-9, 2008.
-George Rosen, Uma História da Saúde Pública. São Paulo, Unesp/Abrasco, 1994
-Michel Foucault, 1) "0 Nascimento da medicina social" e 2) "A política de saúde no século XVIII", in A Microfísica do Poder. Rio de Janeiro, Graal, 1984
-Michel Foucault, História da Sexualidade: 1 A vontade de saber. Rio de Janeiro, Graal, 1977;
-Betânia Gonçalves Figueiredo, A Arte de Curar: Cirugiões, médicos, boticários e curandeiros no seculo XIX em Minas Gerais. Rio de Janeiro, Vício de Leitura, 2002.
-André de Faria Pereira Neto, Ser Médico no Brasil: O presente no passado. Rio de Janeiro, Ed. Fiocruz, 2001.
-Sigerist H. A history of medicine. Oxford: Oxford University Press, 1979.
-Salles P. História da medicina no Brasil. Belo Horizonte: Editora G. Holman Ltda., 1971
-Santos Filho L. História Geral da medicina brasileira. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1991.
-Lacaz CS. Vultos da medicina brasileira. São Paulo: Editora Helicon LTDA, 1963
-MARGOTTA, R. História Ilustrada da medicina. Edited bu Paul Lewis, MRCP, Institute of Neurology London
 

Clique para consultar os requisitos para RCG0149

Clique para consultar o oferecimento para RCG0149

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2018 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP