Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
 
Disciplinas Interdepartamentais
 
Disciplina: RCG0477 - Aspectos Práticos em Planejamento Familiar
Practical Aspects in Family Planning

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2011 Desativação:

Objetivos
Os objetivos gerais são prover cenários que possibilitem ao estudante:
• Aprimorar a comunicação com pacientes e a relação médico-paciente.
• Orientação contraceptiva abordando eficácia, efeitos adversos, benefícios não-contraceptivos, reversibilidade, elegibilidade segundo a Organização Mundial de Saúde (em caso de doenças associadas) e custo de cada método.
• Revisar e praticar as diversas etapas do exame mamário e do exame ginecológico.
• Aplicação prática dos conceitos de Planejamento Familiar adquiridos na disciplina obrigatória de Saúde da Mulher do 4o ano de Medicina.
• Aprofundamento dos conhecimentos específicos em Planejamento Familiar, bem como da legislação vigente para a área.

Os objetivos específicos são capacitar o estudante de medicina a:
• Compreender a fisiologia do ciclo menstrual e os mecanismos de ação dos contraceptivos hormonais e não-hormonais.
• Conhecer os métodos hormonais e não-hormonais disponíveis, bem como sua eficácia, reversibilidade, benefícios não-contraceptivos.
• Conhecer os critérios de elegibilidade da Organização Mundial de Saúde (2009) para as diversas doenças e como utilizá-los na prática clínica.
• Conhecer a legislação específica para planejamento familiar.
• Capacitação em ações educativas em planejamento familiar.
• Conhecer as principais interações medicamentosas com contraceptivos hormonais.
• Capacitação na resolução dos principais efeitos adversos dos contraceptivos.
• Capacitação para orientação contraceptiva que inclui desde a história clínica adequada e exames necessários, bem como a explicação dos métodos disponíveis, sua eficácia, potenciais efeitos adversos, benefícios não-contraceptivos associados e custo/disponibilização pelo Sistema Único de Saúde.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
3454962 - Ana Carolina Japur de Sá Rosa e Silva
200344 - Carolina Sales Vieira Macedo
2082681 - Marta Edna Holanda Diogenes Yazlle
1447779 - Paula Andrea de Albuquerque Salles Navarro
 
Programa Resumido
• Atividades Teórico-Práticas: 3 períodos de 2h cada de discussão interativa de temas relacionados a Planejamento Familiar envolvendo os objetivos proposto por meio de casos clínicos e seminários
• Prática de atendimento clínico: 4 períodos de 4 horas cada envolvendo a participação em ambulatórios de descentralização do ensino (Centro de Saúde Escola Sumarezinho, Vila Lobato) e AACG (Ambulatório de Anticoncepção Ginecológica) do Hospital das Clínicas para orientação contraceptiva e aplicação dos conhecimentos abordados nas atividades teórico-práticas.
• Preparo da atividade prática com a comunidade: 1 período de 4h para que o grupo organize um seminário de orientação contraceptiva a ser ministrado para comunidade.
• Atividade prática com a comunidade: 1 período de 4h para atividade prática de orientação contraceptiva à comunidade supervisionada por docente
 
 
 
Programa
Atividades teórico-práticas
Atividades de discussão interativa de casos clínicos envolvendo os objetivos descritos para o curso.

Ambulatórios - Perfil:
Após o curso obrigatório de Saúde da Mulher do 4o ano de Medicina, o aluno poderá integrar os conhecimentos adquiridos com a prática nos seguintes cenários, nos quais haverá a problematização de casos clínicos específicos para alunos da disciplina optativa. Esta atividade terá a duração de 4 horas em cada ambulatório a seguir descrito:
• Ambulatório de Descentralização de Ensino: são os cenários mais freqüentes de orientação contraceptiva. O aluno estará inserido em Ambulatórios localizados no Centro de Saúde Escola Sumarezinho, Centro de Referência de Saúde da Mulher e Vila Lobato.
• AACG (Ambulatório de Anticoncepção): orientação de métodos hormonais e não-hormonais em mulheres que apresentam doenças que interferem na prescrição de métodos contraceptivos.

Práticas com a comunidade
A fim de sedimentar o conhecimento e proporcionar uma interação com a comunidade, será realizado uma atividade com a comunidade de orientação contraceptiva envolvendo a apresentação de todos métodos disponíveis, as características de cada um deles e as dúvidas da platéia.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Serão aplicadas metodologias ativas de ensino-aprendizagem com destaque para a problematização de casos clínicos nas atividades práticas ambulatoriais
Critério
Conceito de participação na disciplina envolvendo análise global de habilidades atitudinais, cognitivas e psicomotoras. Será atribuído 1 (um) ponto na nota final caso o aluno tenha 100% de frequencia.
Norma de Recuperação
Estudantes com média final inferior a 5 (cinco) e superior a 3 (três), desde que tenham presença superior a 70% das atividades, poderão realizar a recuperação, que constará de prova de avaliação. A nota final da aprovação corresponderá a nota desta prova mais a nota do curso regular, dividida por 2, que deverá se igual ou superior 5 (cinco).
 
Bibliografia
     
World Health Organization. Medical eligibility criteria for contraceptive use. Update. Geneva: World Health Organization, 2009.
World Health Organization Department of Reproductive Health and Research (WHO/RHR) and Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health/Center for Communication Programs (CCP), INFO Project. Family Planning: A Global Handbook for Providers. Baltimore and Geneva: CCP and WHO, 2007.
 

Clique para consultar os requisitos para RCG0477

Clique para consultar o oferecimento para RCG0477

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2018 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP