Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
 
Disciplinas Interdepartamentais
 
Disciplina: RCG1026 - Introdução à Epidemiologia
Introduction to Epidemiology

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2013 Desativação:

Objetivos
Gerais: Apresentar ao aluno de cursos de graduação em área de saúde aos conceitos introdutórios da epidemiologia.

Específicos: Oferecer aos alunos de graduação os conhecimentos fundamentais e introdutórios da disciplina de epidemiologia, que apresentem a evolução do pensamento epidemiológico, que contribuam com a compreensão dos modelos de causalidade do processo saúde-doença, que permitam realizar estudos populacionais usando medidas descritivas, com a identificação de desenhos de pesquisas na área da saúde e com a informação dos principais temas de saúde pública/saúde coletiva
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
588650 - Antonio Luiz Rodrigues Junior
 
Programa Resumido
Aulas teóricas semi-presenciais, abordando a evolução da epidemiologia, os modelos de causalidade, as noções introdutórias de demografia usando medidas descritivas de saúde, os tipos de estudos epidemiológicos, o ciclo de informação epidemiológica e os temas de saúde pública/coletiva.
 
 
 
Programa
1. A evolução do pensamento epidemiológico – os símbolos gregos, os miasmas, as doenças tropicais, a revolução científica na Europa do Século XIX, a emergência da bacteriologia e a visão holística da saúde.
2. Modelos de causalidade – fatores determinantes biológicos e sociais, as doenças transmissíveis, as doenças crônico-degenerativas, os agravos, a história natural das doenças, a transição demográfica e a transição epidemiológica.
3. Informação epidemiológica e Tópicos de demografia – sistemas de informações de estatística vitais e populacionais, como SIM, SINASC e censos, fontes de informações oficiais em saúde, softwares do ministério da Saúde (TABWin), indicadores de natalidade, fecundidade, mortalidade, morbidade, transição demográfica transição epidemiológica e projeção populacional.
4. Tipos de estudos epidemiológicos – estudos individuados e de agregados, estudos descritivos ou analíticos, estudos retrospectivos ou prospectivos, estudos transversais ou longitudinais, documentação da pesquisa, registros institucionais de propriedade da informação.
5. Temas de saúde pública/coletiva – epidemiologia de doenças transmissíveis, de doenças crônicas e de serviços de saúde.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Prova de conhecimentos gerais, usando perguntas com respostas fechadas, do tipo teste, sobre o conteúdo programático oferecido, baseando-se no material bibliográfico disponibilizado, além de trabalhos realizados durante a disciplina.
Critério
- Média final da disciplina calculada de acordo com os pesos estabelecidos pela coordenação da disciplina para cada método de avaliação indicado.
- Será considerado aprovado o estudante que obtiver média final igual ou superior a 5 (cinco) e presença igual ou superior a 70%
Norma de Recuperação
- Estudantes com média final inferior a 5 (cinco) e superior a 3 (três), desde que tenham presença igual ou superior a 70% das atividades, poderão realizar a recuperação, que constará de prova de avaliação estabelecida pela coordenação da disciplina. A nota final da aprovação corresponderá a nota desta prova mais a nota do curso regular, dividida por 2, que deverá se igual ou superior 5 (cinco).
 
Bibliografia
     
DEVER, GEA. A epidemiologia na administração dos serviços de saúde. São Paulo: Editora Pioneira, 1988.
ROUQUAYROL MZ, ALMEIDA FILHO N. Epidemiologia & Saúde. 5ª edição, Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.
MINISTÉRIO DA SAÚDE. Curso básico de Vigilância epidemiológica. Brasília: Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em saúde, 2005. Disponível em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/Curso_vigilancia_epidemio.pdf .
FRANCO LJ, PASSOS ADC. Fundamentos de epidemiologia. São Paulo: Ed. Manole, 2004.
NAZARETH JM. Introdução à demografia. Ed.Presença, 1996.
SANTOS JLF, LEVY MSF, SZMRECSÁNYL T. Dinâmica da população – teoria e, métodos e técnicas de análise. São Paulo: T.A.Queiróz, 1980.
 

Clique para consultar os requisitos para RCG1026

Clique para consultar o oferecimento para RCG1026

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2021 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP