Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto
 
Economia
 
Disciplina: REC2410 - História Econômica Geral I
World Economic History I

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2010 Desativação:

Objetivos
Examinar o processo histórico que levou ao estabelecimento dos pressupostos do capitalismo, a transição do feudalismo ao capitalismo e o desenvolvimento deste último. Dar-se-á ênfase à discussão das categorias e conceitos que fundamentam o entendimento dos processos acima referidos. Para tanto, o curso será desenvolvido em dois planos: um lógico, outro propriamente histórico. No primeiro momento, volta-se a atenção para a determinação dos pressupostos que deram ensejo à emergência do capital industrial e do capitalismo; no segundo, verificam-se como tais pressupostos definiram-se historicamente para algumas nações da Europa Ocidental. Consideram-se, ademais, algumas das controvérsias sobre a formação do sistema capitalista e a importância do comércio em tal processo formativo. A Revolução Industrial representou um marco do amadurecimento deste sistema. Será abordado ainda o papel exercido pelo mundo colonial no aludido processo e na consolidação do sistema.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
58485 - Julio Manuel Pires
1828033 - Renato Leite Marcondes
 
Programa Resumido
Análise das condições que propiciam o desenvolvimento do capitalismo e a eclosão da Revolução Industrial
 
 
 
Programa
1. Sociedade e economia feudal
2. Pressupostos lógicos do capital industrial e do capitalismo
3. Formas de existência do capital que precedem o capital industrial
3.1. 2.1. Capital comercial
3.2. 2.2. Capital usurário
4. O feudalismo definido em termos de servidão
4.1. 4.1. As cidades e a economia urbana no período feudal.
4.2. 4.2. Artesanato e comércio
4.3. 4.3. Declínio e renascimento do comércio
4.4. 4.4. O declínio do feudalismo
5. A fase de transição do feudalismo ao capitalismo
5.1. 5.1. A sociedade feudal na fase de transição
5.2. 5.2. O capital mercantil nos centros urbanos.
5.3. 5.3. As cidades do norte da Itália
6. A acumulação primitiva
6.1. 6.1. O mercantilismo
6.2. 6.2. O Estado absolutista na Espanha e na Holanda
7. O surgimento do capital industrial na Inglaterra
7.1. 7.1. Especificidades do caso inglês
7.2. 7.2. A acumulação primitiva: formação do proletariado
8. 8. A Revolução Industrial e o amadurecimento do capitalismo
 
 
 
Avaliação
     
Método
A critério do professor.
Critério
A critério do professor. Aprovação com nota igual ou superior a 5,0 e mínimo de 70% de freqüência.
Norma de Recuperação
A nota final para alunos que fizerem a reavaliação será a média simples entre a nota da prova de reavaliação e a média final alcançada antes da prova de reavaliação.
 
Bibliografia
     
ANDERSON, P. Passagens da antigüidade ao feudalismo. São Paulo: Brasiliense, 1987.
ANDERSON, P. Linhagens do Estado Absolutista. 2.ed. São Paulo: Brasiliense, 1989.
ASHTON, T. S. A revolução industrial (1760-1830). 5.ed. Portugal: Publicações Europa-América, 1987.
BEAUD, Michel. História do Capitalismo. Lisboa: Teorema, s/d. [original 1985].
BRAUDEL, Fernand. Civilização material, economia e capitalismo: século XV-XVIII. São Paulo: Martins Fontes, 1996, 3v.
BRAUDEL, Fernand. O espaço e a história no Mediterâneo. São Paulo: Martins Fontes, 1998.
BRENNER, Robert. Agrarian class structure and economic development in pre-industrial Europe. Past and Present. nº 70, february 1976, p. 30-75.
C.E.R.M. Sobre o feudalismo. 3.ed. Lisboa: Editorial Estampa, 1978.
CIPOLLA, C. M. História econômica da Europa pré-industrial. Lisboa: Edições 70, 1974.
DEANE, P. A revolução industrial. 2.ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1973.
DIAMOND, Jared. Armas, germes e aço. Rio de Janeiro: Record, 2001.
DOBB, M. A evolução do capitalismo. 7.ed. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara, 1987.
DUCHESNE, Ricardo. Robert Brenner on political accumulation and the transition to capitalism. Review of Radical Political Economics. V. 33, p. 79-98, 2001.
ELIAS, Nobert. O processo civilizador: formação do Estado e civilização. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1993, v. II.
FRANCO JR., Hilário; CHACON, P. P. História Econômica Geral. São Paulo: Atlas, 1992.
GERSCHENKRON, A. Economic backwardness in historical perspective: a book of essays. Cambridge, Massachesetts: Belknap Press, 1966.
HAMILTON, E. J. El florecimiento del capitalismo y otros ensayos de historia económica. Madrid: Revista de Occidente, 1948.
HECKSCHER, E. F. La epoca mercantilista. México: Fondo de Cultura, 1932.
HENDERSON, W. O. La revolucion industrial en el continente: Alemania, Francia, Rusia (1800-1914). Washington: Frank Cass & Co. Ltd., s/d.
HILL, C. A revolução inglesa de 1640. Lisboa: Presença, 1977.
HILTON, R. et alii. A transição do feudalismo para o capitalismo: um debate. 3.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.
HOBSBAWM, E. J. Da revolução industrial inglesa ao imperialismo. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1969.
HOBSBAWM, E. J. A era das revoluções (1789-1848). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982a.
HOURANI, A. H. Uma história dos povos árabes. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.
KENNEDY, Paul. Ascensão e queda das grandes potências: transformação econômica e conflito militar de 1500 a 2000. 7a. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1989.
LANDES, David. A riqueza e a pobreza das nações. Rio de Janeiro: Campus, 1998.
LANDES, David S. Prometeu desacorrentado: transformação tecnológica e desenvolvimento industrial na Europa Ocidental desde 1750 até a nossa época. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1994.
LE GOFF, Jacques. Mercadores e banqueiros da Idade Média. São Paulo: Martins Fontes, 1991.
LE GOFF, J. Na Idade Média, tempo da igreja e tempo do mercador. In: Para um novo conceito de Idade Média. Lisboa: Estampa, 1980. p. 43-60
LÖWY, M. As aventuras de Karl Marx contra o Barão de Münchhausen: marxismo e positivismo na sociologia do conhecimento. São Paulo: Busca Vida, 1987.
MANTOUX, P. A revolução industrial no século XVIII. São Paulo: Hucitec / Campinas: UNESP, 1985.
MARX, K. Elementos fundamentales para la crítica de la economía política (Grundrisse 1857-1858). 15 ed. México: Siglo Veintiuno Editores, 1987.
MARX, K. El capital: crítica de la economía política. 2.ed. México: Fondo de Cultura Económica, 1978.
MARX, K. Capítulo inédito d'O capital: resultados do processo de produção imediato. Porto: Publicações Escorpião, 1975.
MARX, K.; HOBSBAWM, E. Formações econômicas pré-capitalistas. 4.ed. São Paulo: Paz e Terra, 1985.
MOORE, JR, Barrington. As origens sociais da ditadura e da democracia. Senhores e camponeses na construção do mundo moderno. Lisboa: Cosmos, 1967.
NORTH, Douglass C. Structure and change in Economic History. New York: Norton, 1981
PINSKY, J. (Org). O modo de produção feudal. São Paulo: Brasiliense, 1979.
PIRENNE, H. As cidades da Idade Média. 3.ed. Portugal: Publicações Europa-América, 1973.
PIRENNE, H. História econômica e social da Idade Média. 6.ed. São Paulo: Mestre Jou, 1982.
POLANYI, K. A grande transformação: as origens da nossa época. Rio de Janeiro: Campus, 1980.
RIOUX, J. P. A revolução industrial. 4.ed. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1982.
ROSDOLSKY, R. Génesis y estructura de El Capital de Marx (estudios sobre los Grundrisse). 6.ed. México: Siglo Veintiuno Editores, 1989.
ROSTOW, W. W. Etapas do desenvolvimento econômico. 5.ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1974.
SOBOUL, Albert. História da Revolução Francesa. Rio de Janeiro: Zahar, 1974.
SWEEZY, P. M. et alii. Do feudalismo ao capitalismo. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1971.
TAWNEY, R. H. A religião e o surgimento do capitalismo. São Paulo: Perspectiva, 1971.
THOMAS, Hugh. The slave trade. New York: Simon & Schuster, 1997.
THOMPSON, E. P. A formação da classe operária inglesa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987, 3v.
VRIES, Jan de. A economia da Europa numa época de crise (1600-1750). Lisboa: Dom Quixote, 1991.
WALLERSTEIN, I. M. Capitalismo histórico & civilização capitalista. Rio de Janeiro: Contraponto, 2001.
WEBER, M. História geral da economia. São Paulo: Mestre Jou, 1968.
WEBER, M. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Pioneira, 1967.
WILLIAMS, E. Capitalismo e escravidão. Rio de Janeiro: Ed. Americana, 1975.
WOOD, Ellen Meiksins. A origem do capitalismo. São Paulo: Jorge Zahar Editor, 2001.

Obras de Referência
ASIMOV, I. Cronologia das ciências e das descobertas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1993.
BARRACLOUGH, G. & PARKER, G. Atlas da história do Mundo. São Paulo: Folha de São Paulo/Times Books, 1995.
BOTTOMORE, T. (Org.). Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Zahar, 1988.
BURGUIERE, A. (Org). Dicionário das ciências históricas. Rio de Janeiro: Imago, 1993.
FOLHA DE SÃO PAULO. Atlas Geográfico Mundial. São Paulo: Folha de São Paulo, 1994.
FOLHA DE SÃO PAULO. Atlas da História do Mundo. São Paulo: Folha de São Paulo, 1995.
KINDER, H.; HILGEMANN, W. Atlas histórico mundial. Madrid: Ediciones Istmo, v. 1, 1970; v. 2, 1971.
McEVEDY, C. Atlas histórico-geográfico universal. Lisboa: DIFEL, 1987.
McEVEDY, C. Atlas da história antiga. São Paulo: Verbo/EDUSP, 1979.
McEVEDY, C. Atlas da história medieval. 2.ed. São Paulo: Verbo, 1990.
McEVEDY, C. Atlas da história moderna, até 1815. 2.ed. São Paulo: Verbo, 1990.
 

Clique para consultar os requisitos para REC2410

Clique para consultar o oferecimento para REC2410

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP