Informa??es da Disciplina

 Preparar para impressão 
Júpiter - Sistema de Graduação

Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto
 
Economia
 
Disciplina: REC3410 - História Econômica: Interpretações do Brasil
Topics on Economic and Social History of Brazil: Classic views

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 60 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2011 Desativação:

Objetivos
Discutir um conjunto de interpretações da formação econômica brasileira a partir do modelo elaborado por Caio Prado Jr. Procura debruçar-se também acerca dos autores que seguiram o enfoque deste autor e, posteriormente, sobre a historiografia crítica a esta interpretação. Ao final discute-se a tentativa de reconciliação e superação da visão pradiana.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
64026 - Amaury Patrick Gremaud
1828033 - Renato Leite Marcondes
 
Programa Resumido
Examinar conjunto de interpretações acerca da formação econômica brasileira. De início, situamos o modelo elaborado por Caio Prado Jr., que constitui ponto de inflexão em nossa historiografia econômica. Sua sedimentação (Celso Furtado e Fernando Novais), implicou a consolidação de um entendimento daquela formação caracterizado pela ênfase no setor exportador. À luz da produção historiográfica recente, com a integração de fontes primárias inéditas, evidenciou-se a importância do mercado interno e a necessidade de repensar a nossa formação econômica.
 
 
 
Programa
1. Os primórdios da historiografia
2. O modelo interpretativo de Caio Prado Júnior
2.1. Formação do Brasil Contemporâneo
2.2. Consolidação da visão exportacionista: Celso Furtado e Fernando Novais
3. Uma crítica: Antonio Barros de Castro
4. O modo de produção dependente e colonial
5. A emergência de novas evidências empíricas nos planos econômicos e demográficos
6. 6. Propostas alternativas: acumulação endógena e capital escravista-mercantil
 
 
 
Avaliação
     
Método
A critério do professor.
Critério
A critério do professor. Aprovação com nota igual ou superior a 5,0 e mínimo de 70% de freqüência.
Norma de Recuperação
A nota final para alunos que fizerem a reavaliação será a média simples entre a nota da prova de reavaliação e a média final alcançada antes da prova de reavaliação.
 
Bibliografia
     
CARDOSO, C. F. Escravo ou camponês ? O protocampesinato negro nas Américas. São Paulo: Brasiliense, 1987.
COSTA, I.del N. da. Repensando o modelo interpretativo de Caio Prado Júnior. São Paulo: NEHD-FEA/USP, 1995. (Cadernos NEHD, nº 3).
FALCON, F.J.C. A época pombalina: política econômica e monarquia ilustrada. São Paulo: Ática, 1982. (Ensaios, 83).
FERLINI, V.L.A. Terra, trabalho e poder: o mundo dos engenhos no Nordeste colonial. São Paulo: Brasiliense/CNPq, 1988.
FRAGOSO, J.L.R. Homens de grossa aventura: acumulação e hierarquia na praça mercantil do Rio de Janeiro (1790-1830). Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 1992.
FURTADO, C. Formação econômica do Brasil. São Paulo: Nacional, 1980.
GORENDER, J. O escravismo colonial. São Paulo: Ática, 1985.
IGLÉSIAS, F. Introdução: um historiador revolucionário. In: PRADO JR., C. Caio Prado Júnior: história. São Paulo: Ática, 1982, p. 7-44.
LINHARES, M.Y.L. (Org.). História Geral do Brasil: da colonização portuguesa à modernização autoritária. Rio de Janeiro: Campus, 1990.
NOVAIS, F.A. Colonização e sistema colonial: discussão de conceitos e perspectivas históricas. In: Colonização e Migração. IV Simpósio Nacional da ANPUH. São Paulo: FFLCH/USP, 1969, p. 243-262.
NOVAIS, F.A. Estrutura e dinâmica do antigo sistema colonial (séculos XVI-XVIII). 5.ed. São Paulo: Brasiliense, 1990.
PIRES, J.M.;COSTA, I. Considerações sobre o capital escravista-mercantil. Estudos Econômicos, v. 24, n.1. p. 129-143, jan./abr. 1994.
PRADO JR., C. Formação do Brasil Contemporâneo (colônia). 17.ed. São Paulo: Brasiliense, 1981.
RODRIGUES, J.H. Teoria da história do Brasil (introdução metodológica). 5.ed. São Paulo: Ed. Nacional; Brasília: INL, 1978.
SCHWARTZ, S.B. Segredos internos: engenhos e escravos na sociedade colonial. São Paulo: Companhia das Letras/CNPq, 1988.
SIMONSEN, R.C. História econômica do Brasil (1500-1820). 8.ed. São Paulo: Ed. Nacional, 1978.
 

Clique para consultar os requisitos para REC3410

Clique para consultar o oferecimento para REC3410

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP