Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Engenharia de São Carlos
 
Engenharia de Produção
 
Disciplina: SEP0285 - Práticas em Processos de Manufatura
Experimental Manufacturing Processes

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2021 Desativação:

Objetivos
1 - Habilitar o aluno a trabalhar com conteúdos que envolvem diversos processos de manufatura, tradicionais e avançados, com tecnologias e origens diversas.
2 - Praticar, por meio da observação e interação com máquinas-ferramentas, o projeto e a manufatura de conjuntos complexos, assim como elaborar sequenciamento de processos e operações de manufatua.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
3399578 - Eraldo Jannone da Silva
1780970 - Reginaldo Teixeira Coelho
 
Programa Resumido
Cada grupo de alunos recebe algumas peças de metal, ou polímeros, as quais deverão passar por diversos processos de manufatura, para no final formarem um conjunto funcional complexo. Dessa forma, cada grupo é desafiado a elaborar uma sequência de equipamentos e processos de manufatura, a qual deverá ser seguida por um técnico para a fabricação no laboratório. O planejamento da rota de fabricação será  dos alunos, seguindo orientações dos docentes e técnicos. Ao final resultam dois equipamentos que irão competir pelo melhor desempenho. A equipe vencedora receberá média final maior.
 
 
 
Programa
1- APRESENTAÇÃO DO DESAFIO DO CURSO
2 - EXECUÇÃO DOS DESENHOS 2D PARA FABRICAÇÃO
3 – GATE 1 - VERIFICAÇÃO DE DESENHOS 2D
4 - ELABORAÇÃO DE PLANO DE PROCESSOS
5 - ELABORAÇÃO DE PLANO DE PROCESSOS
6 – GATE 2 - VERIFICAÇÃO DE PLANO DE PROCESSOS
7 - CORREÇÕES DE DESENHOS E PLANOS
8 - EXECUÇÃO DAS PEÇAS E DOS PLANOS
8- EXECUÇÃO DE PECAS E DOS PLANOS
9 – GATE 3 - VERIFICAÇÃO DE PEÇAS FABRICADAS
10 - MONTAGEM E TESTES FINAIS
11 – GATE 4 - COMPETIÇÃO FINAL
 
 
 
Avaliação
     
Método
Avaliações dos grupos por meio das atividades em laboratório e das entregas durante o curso.
Critério
Aprovação mediante média simples entre todas as avaliações, com valor maior ou igual a 5,0 (cinco).
Norma de Recuperação
Os critérios de avaliação da recuperação devem ser similares aos aplicados durante o semestre regular do oferecimento da disciplina; 1) A nota final (MF) do aluno que realizou provas de recuperação dependerá da média do semestre (MS) e da média das provas de recuperação (MR), como segue: d) MF=5 se 5 ≤MR ≤ (10 - MS); e) MF = (MS + MR) / 2 se MR > (10 – MS) f) MF = MS se MR < 5. 2) O período de recuperação das disciplinas deve se estender do início até um mês antes do final do semestre subsequente ao da reprovação do aluno em primeira avaliação.
 
Bibliografia
     
[1] - ALTAN, T., OH, S., GEGEL, H., Conformação de Metais - Fundamentos e Aplicações - Editora EESC.
[2] - COELHO, R.T. Introdução à Conformação dos Materiais, Apostila em arq. PDF.
[3] - ABRÃO, A.M., COELHO, R.T., MACHADO, A.R., SILVA, M.B., Teoria da Usinagem dos Metais, ed. Edgard Blucher.
[4] – COELHO, R.T., SILVA, E.J. da, Noções sobre Usinagem, Apostila em PDF.
[5] - COELHO, R.T., Grandezas físicas em Usinagem , Apostila em PDF
[6] - COELHO, R.T., Ferramentas de corte em usinagem, Apostila em PDF
[7] - COELHO, R.T., Força e Potência em Processos de Usinagem, Apostila em PDF
[8] - COELHO, R.T., Metrologia e Inspeção, Apostila em PDF.
[9] - COELHO, R.T., Planejamento de Processos de Usinagem, Apostila em PDF.
 

Clique para consultar os requisitos para SEP0285

Clique para consultar o oferecimento para SEP0285

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2024 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP