Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Engenharia de São Carlos
 
Engenharia de Produção
 
Disciplina: SEP0354 - Controle Estatístico da Qualidade
Statistical Control of Quality

Créditos Aula: 4
Créditos Trabalho: 2
Carga Horária Total: 120 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2022 Desativação:

Objetivos
Introduzir e discutir conceitos e técnicas estatísticas para controle e melhoria da qualidade, incluindo controle estatístico de processo (CEP) e planejamento e análise de experimentos (DoE).
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2112902 - Luiz Cesar Ribeiro Carpinetti
2240134 - Mateus Cecilio Gerolamo
 
Programa Resumido
Técnicas de controle estatístico de processo (CEP) e de planejamento e análise de experimentos (DoE).
 
 
 
Programa
Parte I: Controle Estatístico do Processo 
1) Introdução: por que e como controlar a qualidade de fabricação; 2) Gráficos de controle para variáveis; 3) Capacidade de processos de Fabricação: 4) Capacidade de sistemas de medição; 5) Gráficos de controle para atributos; 6) Inspeção por amostragem.

Parte II: Planejamento e Análise de Experimento
7) Introdução: Importância da experimentação para a melhoria e princípios básicos; 8) comparação de 2 tratamentos de um fator de controle; 9) Comparação de mais de 2 tratamentos com um fator: análise de variância; contrastes/Blocos aleatorizados: 10) Planejamento fatorial 2k; 11) Planejamento fatorial fracionário; 12) Introdução à Metodologia Taguchi.
 
 
 
Avaliação
     
Método
• Recursos: o Vídeo-aulas disponibilizadas no Youtube e no e-aulas USP. o Plataforma e-disciplinas de ensino remoto. o Software estatístico Minitab para apoio em algumas aulas. • Método: Ensino híbrido combinado com aula invertida o O ensino híbrido: um programa de educação formal no qual um estudante aprende, pelo menos em parte, por meio de aprendizagem on-line. Será utilizado para o aprendizado de conteúdos relacionados aos objetivos básicos da disciplina, e que permitam ao estudante o aprendizado em um espaço individual e com ritmo de absorção que seja específico de cada um. Nesses casos, o espaço coletivo (salas de aulas físicas) será utilizado para a consecução dos objetivos de aprendizagem mais avançados relacionados às competências essenciais que se espera desenvolver nos estudantes. o Aula invertida (flipped classroom) é uma abordagem de ensino em que os alunos estudam previamente o assunto a ser tratado na aula. Durante a aula, os alunos esclarecem dúvidas com o professor e se dedicam à resolução de problemas propostos. A aula invertida tira o aluno da passividade de uma aula tradicional. Também traz outros benefícios: promove uma maior interação do professor com os alunos e aproveita melhor o tempo e o conhecimento do professor, já que o professor estará totalmente disponível para o esclarecimento de dúvidas relacionadas ao assunto estudado ou aos problemas propostos. o Atividades on-line assíncronas (utilizando crédito-trabalho): ▪ Atividade preparatória: antecipadamente, os alunos são solicitados a assistirem ao(s) vídeo(s) da aula seguinte (link disponibilizados no moodle), além de outras atividades dirigidas, como redação de relatórios de atividades dirigidas, execução de experimentos, entre outras. o Atividade síncrona, em sala (utilizando crédito-aula): ▪ Primeira parte: no início da aula, avaliação individual usando o recurso do e- disciplinas. ▪ Segunda parte: feedback sobre as questões da avaliação e esclarecimento de dúvidas sobre a matéria da aula; ▪ Terceira parte: atividade em sala, que pode ser: 1. Resolução de exercícios propostos; 2. Desenvolvimento de um estudo de análise de capacidade de processo e de sistema de medição a partir de dados coletados em empresas com elaboração de relatório. 3. Planejamento e execução de experimentos didáticos, análise de resultados e elaboração de relatório. ▪ Acompanhamento: durante a aula, o professor está disponível para acompanhamento das atividades em sala, esclarecimento de dúvidas e correção dos exercícios ou atividades propostas.
Critério
o Duas Provas (MP); o Avaliações contínuas individuais (MAI); o Exercícios em sala (ME); o Atividades em grupo: trabalhos (caso/experimento) com relatório (MT); o Média Final: ▪ Se MP  5.0, então MF=0.6MP+0.4(0,25MAI+0,25ME+0,5MT) ▪ se MP <5.0, então MF=MP
Norma de Recuperação
Os critérios de avaliação da recuperação devem ser similares aos aplicados durante o semestre regular do oferecimento da disciplina; 1) A nota final (MF) do aluno que realizou provas de recuperação dependerá da média do semestre (MS) e da média das provas de recuperação (MR), como segue: d) MF=5 se 5 ≤MR ≤ (10 - MS); e) MF = (MS + MR) / 2 se MR > (10 – MS) f) MF = MS se MR < 5. 2) O período de recuperação das disciplinas deve se estender do início até um mês antes do final do semestre subsequente ao da reprovação do aluno em primeira avaliação.
 
Bibliografia
     
*Costa, A. F. B.; Epprecht, E. K.; Carpinetti, L. C. R. (2004) Controle Estatístico da Qualidade, segunda edição, São Paulo, Editora Atlas.
*Carpinetti, L. C. R. (2009) Planejamento e Análise de Experimentos. Gráfica EESC/USP.
 

Clique para consultar os requisitos para SEP0354

Clique para consultar o oferecimento para SEP0354

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2023 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP