Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Engenharia de São Carlos
 
Engenharia de Produção
 
Disciplina: SEP0529 - Administração e Empreendedorismo
Management and Entrepreneurship

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2013 Desativação:

Objetivos
Capacitar o aluno a compreender a natureza do processo administrativo e do processo empreendedor.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2087508 - Edmundo Escrivao Filho
 
Programa Resumido
Teorias Modernas e Contemporâneas da Administração;
Projeto Técnico de Organizações;
Comportamento Humano nas Organizações;
Negócios, Empreendedorismo e Sustentabilidade.
 
 
 
Programa
MÓDULO 1: DEFINIÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO: Reaalizar coisas com e através de pessoas. Administração e Organização. O conceito de organização. FUNÇÕES DO ADMINISTRADOR: Abordagem do Processo. Abordagem dos Papéis. Outras contribuições. Crítica à visão instrumental. TEORIAS DE ADMINISTRAÇÃO : Movimento Clássico. Movimento das Relações Humanas. Movimento dos Sistemas. Movimento da Contingência. TEORIAS CONTEMPORÂNEAS DE ADMINISTRAÇÃO: Movimento da Qualidade. Movimento das Reengenharia. Movimento do Conhecimento.
MÓDULO 2: PROJETO TÉCNICO DE ORGANIZAÇÕES:
PLANEJAMENTO: Propósito dos planos. Visão e missão organizacional. Propósito das metas. Tipos de planejamaento. Processo estratégico. Tomada de decisão. TECNOLOGIA: Definição. Complexidade técnica. Tarefas rotineiras. Interdependência de tarefas. Tecnologias de produção. Tecnologias de informação. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL: Diferenciação e produção. Tecnologias de informação. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL: Diferenciação e integração. Centralização e descentralização. Padronização e adaptação. Estruturas mecânicas e orgânicas. Autoridade. Controle. Tipos de estrutura. PODER: Conflito. Fontes de poder. Dominação e autoridade. Políticas.
MÓDULO 3: COMPORTAMENTO HUMANO NAS ORGANIZAÇÕES.
MOTIVAÇÃO: Definição. Teorias clássicas de motivação. Teorias contemporâneas de motivação. Desenho do cargo. Envolvimento dos funcionários. Recompensas. GRUPO: Definição. Estágios de desenvolvimento. Tomada de decisão. Equipes. Diferença entre grupo e equipe. Equipe eficaz. LIDERANÇA: Definição. Teorias clássicas de liderança. Teorias contemporâneas. Liderança x administração. CULTURA ORGANIZACIONAL: Definição. Função da cultura. Aprendizado de uma cultura organizacional.
MÓDULO 4: NEGÓCIOS, EMPREENDEDORISMO E SUSTENTABILIDADE
HABILIDADES EMPREENDEDORAS: Definição de empreendedor. Sentimentos dos empreendedores. Características do empreendedor. Perfís não empreendedores. PROCESSO EMPREENDEDOR: Empreendedorismo clássico: a start-up. Oportunidade empreendedora. Plano de negócio. Recursos necessários. Administração da empresa. Ciclo de vida da organização. ADMINISTRADOR X EMPREENDEDOR. Diferenças e similaridades entre o administrador e o empreendedor. Risco do negócio. Mudança e manutenção. Novidade e rotina. Estratégia e operação. SUSTENTABILIDADE: Econômica. Social. Ambiental. Perfil do novo gestor. Sistema de gestão ambiental. Produção mais limpa. Empresa verde.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Método de Ensino-Aprendizagem:
Desenvolver competências (conteúdo, habilidades e atitudes) baseadas na metodologia de ensino-aprendizagem PBL (Problem-Based Leaming ou Aprendizagem Baseada em Problemas). A adoção do PBL é justificada por seus idealizadores como uma resposta à percepção dos professores de que os alunos estavam saindo do curso com muitos conceitos, mas pouca capacidade de utilizá-los e integrá-los à prática cotidiana. A característica mais importante no PBL é o fato de uma situação-problema sempre preceder a apresentação dos conceitos necessários para sua solução. Em decorrência, os alunos são obrigados a diagnosticar, pesquisar, interagir e debater a fim de propor uma solução. Ao final de cada tema, o professor faz o fechamento, ligando as várias soluções com os conceitos e teorias.

Avaliação-Método:
A disciplina está estruturada em quatro blocos de conteúdo. Seguindo as orientações: a) não concentrar em um único instrumento de avaliação, serão utilizaados provas, relatórios, apresentações orais, debates e auto avaliação; b) não concentrar em uma única ocasião de avaliação, os vários instrumentos serão aplicados no decorrer dos quatro módulos.
Critério
Provas - 4,5
Relatórios de pesquisa - 2,5
Apresentações de pesquisa - 1,0
Debates de pesquisa - 1,0
Auto avaliações de desempenho - 1,0
Norma de Recuperação
Os critérios de avaliação da recuperação devem ser similares aos aplicados durante o semestre regular do oferecimento da disciplina;
1) A nota final (MF) do aluno que realizou provas de recuperação dependerá da média do semestre (MS) e da média das provas de recuperação (MR), como segue:
d) MF=5 se 5 ≤MR ≤ (10 - MS);
e) MF = (MS + MR) / 2 se MR > (10 – MS)
f) MF = MS se MR < 5.
2) O período de recuperação das disciplinas deve se estender do início até um mês antes do final do semestre subsequente ao da reprovação do aluno em primeira avaliação.
 
Bibliografia
     
Principal:
WREN, Daniel A. Idéias de administração: o pensamento clássico. São Paulo: Ática, 2008.
WREN, Daniel A. Idéias de administração: o pensamento moderno. São Paulo: Ática, 2008.
GIBSON, J.L; IVANCEVICH, J.M.; DONNELLY jr.; KONOPASKE, R. Organizações: comportamentos, estrutura e processos. 12a ed. Porto Alegre: McGraw Hill, 2006.
DAFT, R.L. Administração: São Paulo: Thomson, 2005.
ROBBINS, S.P.: JUDGE, T.A.: SOBRAL, F. Comportamento Organizacional. 14ª ed. São Paulo: Pearson, 2010.
HISRICH, R.D., PETERS, M.P. Empreendedorismo. Porto Alegre: Bookman, 2004.


Complementar:
ACADÊMIA PEARSON. Gestão ambiental. São Paulo: Pearson, 2011.
BATEMAN, T.S. & SNELL, S.A. Administração. São Paulo : McGRaw Hill, 2007.
BAUMAN, Z. Globalização: as consequencias humanas. Rio de Janeiro: Zahar, 1999.
BIRLEY, S.; MUZYKA, D.F. DDominado os desafios do empreendedor. São Paulo: Makron Books, 2001.
CHIAVEANTO, I. Teoria geral da administração. São Paulo: Makron Books, 1997.
DAFT, R.L. Organizações: teoria e projeto. São Paulo: Thomson, 2003.
DAVENPORT, T.J. Reengenharia de Processo. Rio de Janeiro, Campus, 1994.
DEMING, W.E. Qualidade: a revolução da administraçã. Rio de Janeiro, Marques-Saraiva, 1990.
DORNELAS, J.C.A. Empreendedorismo. Rio de Janeiro. Editora Campus, 2001.
DORNELAS, J.C.A.; TIMMONS, J. A.; Spinelli, S. Criação de novos negócios. São Paulo: Elsevier, 2010.
ESCRIVÃO FILHO, E.; PERUSSI FILHO, S. Teorias de administração: introdução ao estudo do trabalho do administrador. São Paulo: Saraiva, 2010.
GUERRINI, Fbio Müller; ESCRIVÃO FILHO, Edmundo. Gestão e organização. Notas de aula. (não publicado). São Carlos: Departamento de Engenharia de Produção, EESC-USP, 2007.
HALL, Richard H. Organizações: estruturas, processos e resultados. São Paulo: Prentice Hall, 2004.
HAMMER, M.: CHAMPY, J. Reengenharia de Processos. Rio de Janeiro, Campus, 1994.
ISHIKAWA, K. Controle de qualidade total. Rio de Janeiro: Campus, 2001.
JONES, G.R. Teoria das organizações, 6ª ed. São Paulo: Pearson, 2010.
JURAN, Joseph M. A qualidade desde o projeto. São Paulo: Thomson Leaming-Pioneira, 2002.
MAXIMIANO, A.C. A. Introdução à administração. São Paulo: Atlas, 1999.
MOTTA, F.C.P.; VASCONCELOS, I.F.G. Teoria Geral da Administração. São Paulo: Thomson, 2002.
MOTTA, P.R. Transformação organizacional. Rio de Janeiro. Qualitymark, 2998.
NEWSTROM, J.W. Comportamento organizacional. 12a ed. Porto Alegre, McGraw-Hill, 2008.
RAMOS, A.G. Administração e contexto brasileiro. Rio de Janeiro: FGV, 1983.
SAMPSON, A. O homem da companhia. São Paulo: Cia das Letras, 1996.
SCHERMEHORN, Jr, J.R. Administração. 8ª ed. Rio de Janeiro: LTC, 2007.
SHANE, S.A. Sobre solo fértil: como identificar grandes oportunidades para emprendimentos em alta tecnologia. Porto Alegre: Bookman, 2005.
TEIXEIRA, H.J.; SALOMÃO, S.M.; TEIXEIRA, C.J. Fundamentos de administração a busca do essencial. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.
TRAGTENBERG, M. Burocracia e administração. São Paulo: Ática, 1980.


ESCRIVÃO FILHO, E.Gerenciamento na construção civil. EESC-USP: São Carlos, 1998.
CARAVANTES, G.R.; PANNO, C.C.; KLOECKNER, M.C. Administração: teorias e processo. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.
DAFT, R. Organizações: teoria e projetos. São Paulo: Thomson Learning, 2002.
DORNELLAS, J.C.A. Empreendedorismo: transformando idéias em negócios. Rio de Janeiro: Campus, 2001.
HISRICH, R.D., PETERS, M.P. Empreendedorismo. Porto Alegre: Bookman, 2004.
 

Clique para consultar os requisitos para SEP0529

Clique para consultar o oferecimento para SEP0529

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP