Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Escola de Engenharia de São Carlos
 
Engenharia de Materiais
 
Disciplina: SMM0156 - Fadiga e Fratura dos Materiais
Fatigue and Fracture of Materials

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2009 Desativação:

Objetivos
Compreender os fenômenos de fadiga e fratura dos materiais utilizados em engenharia e conhecer os fatores que influenciam nestes comportamentos. Fornecer as ferramentas necessárias para o engenheiro projetar componentes e estruturas sujeitas ao carregamento alternado.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
2084975 - Waldek Wladimir Bose Filho
 
Programa Resumido
Macro/micro aspectos da fratura por fadiga. Critérios de projetos para evitar falhas por fadiga. Fundamentos da mecânica da fratura e sua aplicação no processo de crescimento de trinca por fadiga. Conceitos de fadiga de baixo e alto ciclos. Efeito do entalhe, ambiente e temperatura no comportamento a fadiga. Mecanismo de nucleação e crescimento de trinca por fadiga. Métodos de análise e falhas por fadiga. Exemplos de casos de falhas por fadiga em estruturas e componentes. Métodos de medidas e análise de resultados de ensaio de fadiga.
 
 
 
Programa
Macro/micro aspectos da fratura por fadiga. Critérios de projetos para evitar falhas por fadiga. Fundamentos da mecânica da fratura e sua aplicação no processo de crescimento de trinca por fadiga. Conceitos de fadiga de baixo e alto ciclos. Efeito do entalhe, ambiente e temperatura no comportamento a fadiga. Mecanismo de nucleação e crescimento de trinca por fadiga. Métodos de análise e falhas por fadiga. Exemplos de casos de falhas por fadiga em estruturas e componentes. Métodos de medidas e análise de resultados de ensaio de fadiga.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas teóricas. Ensaios, experiências, testes. Estudos de casos. Exposição em aulas e fixação através de exercícios, com a orientação do professor.
Critério
Média final = MF. MF= (6NP + 4TP) / 10. NP-média das notas de provas, TP-média trabalhos práticos.
Norma de Recuperação
Os critérios de avaliação da recuperação devem ser similares aos aplicados durante o semestre regular do oferecimento da disciplina;
1) A nota final (MF) do aluno que realizou provas de recuperação dependerá da média do semestre (MS) e da média das provas de recuperação (MR), como segue:
d) MF=5 se 5 ≤MR ≤ (10 - MS);
e) MF = (MS + MR) / 2 se MR > (10 – MS)
f) MF = MS se MR < 5.
2) O período de recuperação das disciplinas deve se estender do início até um mês antes do final do semestre subsequente ao da reprovação do aluno em primeira avaliação.
 
Bibliografia
     
Básica: BANNANTINE, J.A.; COMER, J.J.; HANDROCK, J.L.; Fundamentals of metal fatigue analysis. BOSE FILHO, W.W.; Notas de aulas. Complementar: FUCHS, H.O., STEPHENS, R.I. Metal fatigue in engineering. John Wiley & Sons Inc., 1980. HERTZBERG, R.W. Deformation and fracture mechanics of enginering materials. John Wiley & Sons, Inc., 1989. DIETER, George Ellwood, Metalurgia mecânica / George E. Dieter; traduzido por Antonio Sergio de Sousa e Silva, Luiz Henrique de Almeida, Paulo Emìlio Valadão de Miranda 2a ed Rio de Janeiro : Guanabara Dois, 1981 653 p. DUGGAN, T.V. & BYRNE, J.London; Fatigue as a criterion. Ed. Macmillan 1977.
 

Clique para consultar os requisitos para SMM0156

Clique para consultar o oferecimento para SMM0156

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP