Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
 
Patologia
 
Disciplina: VPT1101 - Princípios Éticos e Legais no Uso de Animais no Ensino e na Pesquisa
Ethical and Legal Principles on the Use of Animals in Education and Research

Créditos Aula: 2
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 30 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2018 Desativação: 31/12/2022

Objetivos
Seguindo uma tendência internacional, o uso de animais no ensino de graduação tem sido progressivamente substituído por alternativas, tais como programas de computador, manequins e simuladores, cadáveres de animais obtidos de maneira ética e atividades relacionadas ao atendimento de casos clínicos de rotina. A educação humanitária e o debate sobre alternativas ao uso de animais no ensino superior é uma questão relativamente recente no Brasil. Somente em 2008 foi aprovada a lei 11.794 que cria o Conselho Nacional de Controle da Experimentação Animal (CONCEA) e regulamenta o uso de animais no ensino e pesquisa. Sendo assim, a disciplina visa apresentar ao corpo discente os princípios éticos e legais no uso de animais no ensino superior e na pesquisa biomédica.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
141703 - Claudia Madalena Cabrera Mori
 
Programa Resumido
O uso de animais de laboratório no ensino e na pesquisa é frequente em diversas áreas do conhecimento, tendo particular relevância na Medicina Veterinária. Desta forma, essa disciplina abordará a evolução do uso de animais no ensino e na pesquisa no Brasil e como essa prática foi regulamentada.
 
 
 
Programa
1.	Introdução à ciência de animais de laboratório.
2.	Histórico da utilização de animais no ensino e na pesquisa.
3.	Ética na utilização de animais no ensino e na pesquisa.
4.	Legislação na utilização de animais no ensino e na pesquisa.
5.	Bem-estar em animais de laboratório.
6.	O papel do médico veterinário na ciência de animais de laboratório.
7.	Modelos animais e procedimentos experimentais.
8.	Eutanásia em animais de laboratório.
9.	Objeção de consciência.
10.	Métodos substitutivos e alternativos ao uso de animais.
 
 
 
Avaliação
     
Método
O corpo discente deverá participar das aulas teóricas, leitura de textos relacionados aos temas abordados, debates em grupo e prova teórica. Será avaliada a participação ativa nas atividades propostas, elaborando relatórios e discutindo os temas propostos.
Critério
Avaliação Final: Nota da prova teórica (peso 6) Avaliações da participação nas aulas e debates, bem como das demais atividades propostas (peso 4)
Norma de Recuperação
A recuperação constará de uma prova teórica, respeitando-se a normatização da USP. A média da avaliação final da disciplina entrará no cômputo da recuperação, sendo: Nota Final = (Média da Avaliação Final + Média da prova de Recuperação) / 2
 
Bibliografia
     
ANDRADE, A; PINTO, SC; OLIVEIRA, RS. (Org.) Animais de Laboratório – Criação e Experimentação. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ. (2002). 387 p.
BALLS M. Replacement of animal procedures: alternatives in research, education and testing. Laboratory Animals, v. 28, n. 3, p. 193-211, Jul., 1994.
BACHINSKI R., TRÉZ T., ALVES G. G., DE C M GARCIA R., OLIVEIRA S. T., DA S ALONSO L., HECK J. X., DIAS C. M., COSTA NETO J. M., ROCHA A. A., RUIZ V. R., PAIXÃO R. L.. Humane Education in Brazil: Organization, Challenges and Opportunities. Alternatives to Laboratory Animals, v, 43, n. 5, p. 337-344, Nov., 2015.
CANADIAN COUNCIL ON ANIMAL CARE. Guide to the care and use of experimental animals. Otawa: CCAC. 1998. 322 p. > Disponível em http://www.ccac.ca/en_/standards/guidelines/additional/spanish-guide-vol1
HUBRECHT, R; KIRKWOOD, J (ed.) The UFAW handbook on the care and management of laboratory and other research animals. 8 ed. Ames: Wiley-Blackwell, 2010. 848p.
LAPCHIK, VBV; MATTARAIA, VGM; KO, GM (Org.) Cuidados e manejo de animais de laboratório. 2ª. Edição. São Paulo: Atheneu. 2017. 760p.
MAGALHÃES M., ORTÊNCIO FILHO H.. Alternativas ao uso de animais como recurso didático. Arquivos de Ciências Veterinárias e Zoologia a UNIPAR, v.9, n. 2, p. 147-154, Jul./Dez., 2006.
MATTARAIA, V.G.M.; OLIVEIRA, G.M. (Org.) Comportamento de camundongos em biotério. São Paulo: Polo Gráfica. 2012. 271 p.
NATIONAL RESEARCH COUNCIL Guide for the care and use of laboratory animals. 8 ed. Washington: National Academies Press. 2011. 22 p. > Disponível em  http://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK54050/ 
RIVERA, EAB; AMARAL, MH; NASCIMENTO, VP Ética e bioética aplicadas à Medicina Veterinária. Goiânia: Gráfica UFG. 2006. 298 p.
RUSSELL, WMS; BURCH, RL The Principles of Humane Experimental Technique. London: Methuen, 1959. 239p. > Disponível em http://altweb.jhsph.edu/pubs/books/humane_exp/het-toc 
Voipio, HM; Baneux, P; Gomez de Segura, IA; Hau, J; Wolfensohn, S. Guidelines for the veterinary care of laboratory animals: report of the FELASA/ECLAM/ESLAVJoint Working Group on Veterinary Care. Laboratory Animals (2008) 42: 1–11.
TRÉZ, THALES. Experimentação animal: um obstáculo ao avanço científico. Porto Alegre: Tomo Editorial. 2015. 264 p.

Sites:
Canadian Council on Animal Care. Disponível em: < http://www.ccac.ca >. Acesso em 02 de maio 2017.
Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA). Disponível em: < http://www.mct.gov.br/index.php/content/view/310553.html >. Acesso em 02 de maio 2017.
Conselho Regional de Medicina Veterinária – SP. Disponível em: < http://www.crmvsp.gov.br/site/ >. Acesso em 02 de maio 2017.
Conselho Federal de Medicina Veterinária. Disponível em: > http://portal.cfmv.gov.br/portal/ >. Acesso em 02 de maio 2017.
Federation of European Laboratory Animal Science. Disponível em: > http://www.felasa.eu/ >. Acesso em 02 de maio 2017.
Institutional Animal Care and Use Committee. Disponível em: > http://www.iacuc.org >. Acesso em 02 de maio 2017.
Sociedade Brasileira de Ciências em Animais de Laboratório. Disponível em: > http://www.cobea.org.br >. Acesso em 02 de maio 2017.
InterNICHE - International Network for Humane Education. Disponível em < www.interniche.org// >. Acesso em 02 de maio 2017.
Procedures With Care. Disponível em < www.procedureswithcare.org.uk/ >. Acesso em 02 de maio 2017.
Training Resources OACU – Office of Animal Care and Use – NIH. Disponível em < https://oacu.oir.nih.gov/training-resources >. Acesso em 02 de maio 2017..
 

Clique para consultar os requisitos para VPT1101

Clique para consultar o oferecimento para VPT1101

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2022 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP