Informações da Disciplina

 Preparar para impressão 

Júpiter - Sistema de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria de Graduação


Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos
 
Medicina Veterinária
 
Disciplina: ZMV1005 - Ecologia Aplicada à Engenharia de Biossistemas
Ecology Applied to Biosystems Engineering

Créditos Aula: 3
Créditos Trabalho: 0
Carga Horária Total: 45 h
Tipo: Semestral
Ativação: 01/01/2016 Desativação:

Objetivos
Introduzir os princípios e modelos ecológicos, discutir conceitos básicos da ecologia de sistemas, capacitando os alunos para a análise dos problemas ambientais relacionados aos animais.
 
 
 
Docente(s) Responsável(eis)
554231 - Deise Carla Almeida Leite Dellova
8832479 - Juliano Coelho da Silveira
 
Programa Resumido
- Introdução aos modelos ecológicos;
- Problemas ecológicos: Aquisição de recursos, Habitat, Estratégias reprodutivas;
- Comunidades ecológicas: Delimitação, Descrição, Diversidade, Heterogeneidade, Interações, Mudanças temporais, Estabilidade das populações;
- Preservação da diversidade da vida animal e vegetal.
 
 
 
Programa
- Introdução à ecologia: Apresentação; Bases conceituais; Evolução e adaptação: convergência adaptativa; Tempo ecológico e tempo evolutivo; Conceitos de sucesso reprodutivo; Herdabilidade de caracteres contínuos (detecção); Seleção, Conceito de hábitat; Adaptação ao hábitat; Classificação espaço-temporal de hábitats de Southwood; Estratégias de exploração de hábitats espaço-temporalmente variáveis; Distribuição livre ideal de Fretwell;
- Ecologia dos animais: Aprendizado na busca de recursos; Preferências alimentares; Respostas funcionais; Territorialidade; Fatores que determinam o tamanho da área de vida (metabolismo, massa corporal, dieta e produtividade); Vantagens da territorialidade. Consequência da territorialidade: regulação populacional; Definições de co-evolução e co-evolução difusa; Relações espécie-específicas: mutualismo, parasitismo; Adaptações e contra-adaptações de predador e presa; Mutualismos facultativos e obrigatórios.
- Estratégias reprodutivas: Aptidão darwiniana ou valor adaptativo; Taxa de encontro; Taxa de copulação; Taxa de fertilização; Fecundidade; Sexo biológico e papéis sexuais; Reversão de papéis sexuais; Reversão sexual; Modelo de Fisher; Modelo de bons genes; Mecanismos de seleção sexual; Interação entre seleção sexual e seleção natural; Sistemas de acasalamento; Cuidado parental.
- Comunidades ecológicas: Estruturação das comunidades; Tipos de comunidades (comunidades abertas e fechadas); Análise multivariada como instrumento para delimitação de comunidades no espaço e no tempo; Hipótese da perturbação intermediária de Connell; Papel da predação e da competição; Teias alimentares; Espécies-chave; Controle "top down" e "bottom up"; Estabilidade da comunidade e estrutura da teia; Propriedades empíricas das teias; Estabilidade não demográfica.
 
 
 
Avaliação
     
Método
Aulas teóricas expositivas.
Critério
Duas provas teóricas.
Norma de Recuperação
A critério da disciplina, respeitando-se o prazo do calendário da USP.
 
Bibliografia
     
Básica

Academia de Ciências do Estado de São Paulo (ACIESP).Glossário de Ecologia. ACIESP n.103. São Paulo: CNPq & FAPESP,1997. Begon, Michael. Townsend, Colin R. Harper, John L. Ecologia de indivíduos a ecossistemas. 4.ed. Porto Alegre, Artmed, 2007. x, 740 p. Diblasi Filho, Italo. Ecologia geral. Rio de Janeiro, Ciência Moderna, 2007. xlii, 650 p. Odum, E.P. 1988. Ecologia. 2a edição. Rio de Janeiro, Editora Guanabara. 434 p. Odum, Eugene Pleasants. Barret, Gary W. Fundamentos de ecologia. São Paulo, Cengage Learning, 2007. xvi, 612 p. Título original: Fundamentals of ecology, 5th ed. Margalef, Ramon. Ecologia. Barcelona, Omega, c1986. xv, 951 p. Ministério do Meio Ambiente. Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Lei da vida lei dos crimes ambientais: Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998 e Decreto nº 6.514, de 22 de julho de 2008. Brasília, Ministério do Meio Ambiente, 2009, IBAMA. 64 p. Ricklefs, Robert E. A economia da natureza. 5. ed. Rio de Janeiro

Complementar

Costa, Benedito Marques da. Utilização racional das pastagens. Cruz das Almas, Programa de Pós-Graduação, Escola de Agronomia, Universidade Federal da Bahia, 2003. 96 p.
Goldemberg, José. Lucon, Oswaldo. Energia, meio ambiente e desenvolvimento. 3. ed., rev. e ampl. São Paulo, Edusp, 2008. 396 p.
Harrison, Roy M. Royal Society of Chemistry (Great Britain). Pollution causes, effects, and control. 3rd ed. Cambridge, Royal Society of Chemistry, c1996. xxi, 480 p.
Hodgson, J. G. Illius, A. W. The ecology and management of grazing systems. Wallingford, UK, CAB International, 2007 Cambridge, Mass.. x, 466 p.
Machado, Paulo Affonso Leme. Direito ambiental brasileiro. 17. ed., rev., atual. e ampl.. São Paulo, Malheiros, 2009. 1136 p.
Müller-Plantenberg, Clarita (org). Ab'Saber, Aziz Nacib (org). Previsão de impactos o estudo de impacto ambiental no leste, oeste e sul: experiências no Brasil, na Rússia e na Alemanha. 2. ed., 2. reimpr. São Paulo, Edusp, 2006. 573 p.
Quirino, T.R., Irias, L.J.M., Wright, J.T.C. Impacto ambiental – Perspectivas Problemas Prioridades. 1ed. São Paulo: Editora Edgar Blücher Ltda, 1999. 184p.
Ray, Justina C. Large carnivores and the conservation of biodiversity. Washington, Island Press, c2005. xiv, 526 p. Based on papers from a workshop held at White Oak Plantation in May 2003.
 

Clique para consultar os requisitos para ZMV1005

Clique para consultar o oferecimento para ZMV1005

Créditos | Fale conosco
© 1999 - 2020 - Superintendência de Tecnologia da Informação/USP